Notícias

Edição Atual

v. 8 n. 2 (2019): DIMENSÕES DA INFORMÁTICA E DA SOCIEDADE

A partir da segunda metade do século XX, a Informática passou a ocupar lugar de destaque na sociedade, criando novas formas de interação entre seres humanos e máquinas. De mainframes e ARPANET aos computadores pessoais, smartphones e Internet, artefatos, técnicas e ideias do campo da Informática passaram progressivamente a ser incorporadas pela sociedade, mediando e influenciando as relações socioculturais através de laços cada vez mais sólidos com a subjetividade humana. Desse modo, a proposta deste dossiê é reunir pesquisas que abordem diferentes dimensões que envolvam Informática e Sociedade, suscitando debates e diálogos de maneira crítica e inovadora sobre seus aspectos educacionais, socioculturais e políticos. A edição engloba  trabalhos científicos sobre experiências educacionais e perspectivas históricas das tecnologias computacionais, assim como  inclusão digital e mundo do trabalho, cultura maker e hacker, dimensões éticas e políticas dos usos de redes sociais.

Prof. Dr. Marcelo Vianna (IFRS, Unisinos)
Prof. Dr. Lucas de Almeida Pereira (IFSP)
Organizadores

 Capa: Foto de Oleg Magni (Pexels)

 

Publicado: 2019-12-06

Espaço Plural

Ver Todas as Edições

#Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia é um periódico de acesso livre do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS), em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com publicação semestral. Seu propósito é divulgar a produção científica de pesquisadores brasileiros e estrangeiros, propiciando um diálogo entre os diferentes campos da educação, em suas relações com a ciência e a tecnologia. Publica artigos científicos, resenhas, relatos de experiência pedagógica, entre outras contribuições acadêmicas, em Português, Inglês e Espanhol.

O tear representa, nas culturas orientais, a estrutura e o movimento do universo em processo de (re)criação contínua. Do tear vem o trabalho de tecelagem, o qual é composto de múltiplos fios que, juntos, formam uma rede pelas mãos do tecelão. Dessa forma, a revista Tear busca ser uma fonte geradora de redes de conhecimento em educação, ciência e tecnologia, as quais são construídas e reconstruídas pelas mãos e pelas mentes daqueles que o tecem – os pesquisadores.