Narrativas autobiográficas de formadores de professores de Ciências Naturais: um estudo documental

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35819/tear.v12.n2.a6862

Resumo

Resumo: O propósito deste artigo é explorar informações provenientes das histórias de vida, carreira e formação de docentes universitários que lecionam na área de Ciências Naturais, na Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Este estudo adota uma abordagem qualitativa documental, cuja metodologia se baseia no uso de duas fontes principais: relatos autobiográficos obtidos por meio de entrevistas disponibilizadas no portal digital da universidade e os currículos Lattes dos indivíduos envolvidos. A análise de conteúdo foi empregada para interpretar os dados coletados. Foram identificadas a formação acadêmica e as produções em pesquisa de cada docente, que se mostraram alinhadas com suas posições na universidade. Constataram-se, ainda, ocorrência de aproximações/ afastamentos dos docentes em relação à pesquisa e à sala de aula. Os resultados indicam que as experiências e trajetórias de vida dos docentes desempenham importante papel na construção de significados em relação ao impacto social de suas atividades profissionais, seus entendimentos sobre currículos, modelos e práticas pedagógicas, assim como seus projetos profissionais. Os resultados obtidos destacam a importância das narrativas autobiográficas como uma alternativa valiosa para a pesquisa envolvendo o magistério, enriquecendo a compreensão dos trajetos formativos de profissionais que desempenham o papel de formadores de futuros professores de Ciências Naturais para a Educação Básica.

Palavras-chave: Narrativas autobiográficas. Docência. Ensino superior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cleiton Leandro Zimmermann Pereira, UFRGS

Graduado em Licenciatura em Química pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2018). Especialização em Docência no Ensino Superior e MBA em Gestão de Projetos - Uniasselvi (2021). Mestrando do Programa de Pós Graduação de Educação em Ciências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Atualmente sou Responsável Técnico de Laboratório de Controle de Qualidade - Braskem S/A com experiência na área de Química Orgânica e Inorgânica, com ênfase em Polímeros. Também atuei como professor de Química no Ensino Médio da rede estadual do Rio Grande do Sul.

Carlos Ventura Fonseca, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Carlos Ventura Fonseca é professor adjunto da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), sendo vinculado ao Departamento de Ensino e Currículo (DEC) da Faculdade de Educação (FACED). Tornou-se professor da universidade em janeiro de 2017. Possui doutorado em Educação (2014), com tese versando sobre a formação de professores de Química e estruturas curriculares das licenciaturas. Em 2010, obteve o título de mestre em Química, com dissertação desenvolvida na linha de pesquisa Educação em Química. Em 2007, graduou-se em Licenciatura em Química. Toda a formação acadêmica (graduação e pós-graduação) foi realizada na UFRGS. Foi professor da rede estadual e da rede privada de ensino médio do Rio Grande do Sul (2007-2013). Atuou em cursos técnicos integrados ao ensino médio, quando foi professor efetivo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (2013-2017). Tem experiência em docência e pesquisa na área de Educação em Química, tendo como foco de trabalho os seguintes temas: representações sociais, ensino de Química e Ciências na Educação Básica, materiais didáticos, formação inicial docente, didática e currículo, estágios de docência, formação continuada de professores e Pedagogia Universitária (docência na graduação e na Pós-Graduação). Atualmente, desenvolve seu trabalho em cursos de graduação (Licenciatura em Química, Licenciatura em Pedagogia e Licenciatura em Educação do Campo - Ciências da Natureza) e no Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências.

Downloads

Publicado

2023-12-10

Como Citar

PEREIRA, C. L. Z.; FONSECA, C. V. Narrativas autobiográficas de formadores de professores de Ciências Naturais: um estudo documental. #Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia, Canoas, v. 12, n. 2, 2023. DOI: 10.35819/tear.v12.n2.a6862. Disponível em: https://periodicos.ifrs.edu.br/index.php/tear/article/view/6862. Acesso em: 29 fev. 2024.