Edições anteriores

  • LETRAMENTO MULTIDIMENSIONAL NA SOCIEDADE DO CONHECIMENTO
    v. 10 n. 1 (2021)

    Em pleno século XXI, é vazia de sentido a noção dicotômica de letramento que fazia, no passado, a distinção entre indivíduo escolarizado e não escolarizado. Uma cidadania informada e participativa na sociedade do conhecimento exige uma multiplicidade de competências que só um conceito mais abrangente de letramento, ou literacia, pode englobar. A literacia pode, atualmente, ser vista na perspectiva do alfabetismo funcional, na medida em que se centra não na posse das competências, mas, antes, na capacidade de utilizá-las na resolução de problemas e na tomada de decisão, em todos os domínios da vida. Quotidianamente, todos enfrentamos uma imensidão de informação - oral, escrita, numérica e gráfica - proveniente das mais diversas fontes e transmitida por uma grande variedade de meios, que importa gerir. Assim, independentemente de sua formação acadêmica, todo o indivíduo deve possuir as competências necessárias para aceder, processar, decodificar e comunicar essa informação. Pretendendo contribuir para o debate científico acerca da multidimensionalidade do conceito atual de letramento e das competências exigidas ao cidadão do século XXI,  este dossiê contempla artigos relacionados a uma ou mais dimensões da literacia na sociedade do conhecimento.

    Organizadoras: Profa. Dra. Carla Maria Lopes da Silva Afonso dos Santos (Universidade Nova de Lisboa, Portugal), Profa. Dra. Cristina Paula da Silva Dias (Universidade Nova de Lisboa, Portugal) e Profa. Dra. Marizete Bortolanza Spessatto (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina)

     

    Arte de capa:

    Artista: Manuella Colling Viegas*

    Orientação: Juliana da Cruz Mülling**

    Título: Identidade e [in]formação (2020)
    Material: papel sulfite. Dimensões: 210mmX297mm.
    Técnica: colagem.

    Sobre a obra: A composição foi realizada durante o ano de 2020, como proposição da disciplina de Artes, a partir de estudos das rupturas da modernidade sobre o cânone dos retratos, e do modernismo brasileiro como construção de discurso sobre a identidade nacional. A estudante aciona a referência dadaísta, através da fragmentação da colagem, e a vertiginosa quantidade de informações (inclusive falsas) que circundam e demarcam os sujeitos contemporâneos. A fotografia em preto e branco contrasta com a diversidade de citações de filmes e lugares, cujo desejo por conhecer instiga a cor para a estudante.

    *Manuella Colling Viegas é estudante do 3º ano do curso Técnico Integrado em Administração do IFRS - Campus Canoas.
    **Juliana da Cruz Mülling é professora de Artes Visuais do IFRS - Campus Canoas, orientadora da proposta na disciplina de Artes.

  • ESTUDOS INDÍGENAS E EDUCAÇÃO
    v. 9 n. 2 (2020)

    Os estudos ameríndios e os diferentes níveis e modalidades de ensino, como educação básica, educação superior, educação bilíngue, universidades interculturais, licenciaturas diferenciadas, entre outras formas do campo da Educação Indígena, têm ganhado expressão, nas últimas décadas, nas Américas Latina e Caribenha. Novas possibilidades de vida, política e currículos ampliam os debates sobre espaços não formais de ensino, sob os quais distintos sistemas de pensamento e normas de inteligibilidades se apresentam. Este dossiê tem o objetivo, nesse sentido, de reafirmar o compromisso com os estudos das diferentes concepções de educação e culturas indígenas, investigando o ensino intercultural e suas configurações políticas, a fim de explorar novas possibilidades de estudos. A edição abrange trabalhos resultantes de pesquisas teóricas e/ou empíricas, cujas temáticas focalizam contextos educativos formais e não formais de ensino, abrangendo os temas da educação básica, educação superior, atuação em universidades populares e interculturais indígenas, concepções de infância, de juventude e seus processos de aprendizagem. Pretende-se, assim, articular pesquisas vividas não só no contexto brasileiro como em outros países da América Ameríndia em prol da valorização dos povos indígenas e de sua diversidade cultural.

    Organizadoras: Profa. Dra. Danielle Bastos Lopes (UERJ) e Profa. Dra. María Cecilia Zsögön (UBA)

     

    Arte de capa:

    Artista: Viviane Diehl*

    Título: Apagamento: infância. 2020. Dimensão 18x18x01cm.

    Material: papel canson, acetato, fio algodão, tinta acrílica, madeira.

    Técnica: intervenção na fotografia (impressão fotográfica, pintura, colagem, bordado).

    Sobre a obra:  A produção poética em artes visuais se apropria de imagens fotográficas de crianças e adolescentes guaranis, impressas em diferentes suportes com intervenções de materiais naturais. No campo dos sentidos, propõe movimentar reflexões a partir de conceitos que perpassam a interculturalidade. O povo guarani resiste constantemente para que sua cultura e seus saberes sejam difundidos para as próximas gerações e para todos. A criança guarani vive a infância e sabe que vai viver plenamente seu ser infantil. Ela brinca e aprende nos movimentos do corpo, que guarda os sentidos da existência. Os povos originários brasileiros resistem frente a interesses econômicos e políticos do governo no país, numa sociedade que promove o apagamento.

    * Natural de Carazinho (1964). Doutora em Educação pela UFSM/RS (2015), Licenciada e Bacharel em Artes Plásticas, na UPF/RS. Atua como educadorartista do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, Campus Feliz/RS, na área Artes/Cerâmica, desde 2013, onde desenvolve projetos de ensino, pesquisa e extensão. Indissociadamente, atua no Atelier Vivie Diehl participando de eventos e exposições nacionais e internacionais. E-mail: viviane.diehl@feliz.ifrs.edu.br

  • Capa com título da edição

    CONTROVÉRSIAS SOCIOCIENTÍFICAS NA PERSPECTIVA INTERDISCIPLINAR DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES
    v. 9 n. 1 (2020)

    A pesquisa sobre Controvérsias Sociocientíficas (CSC) insere-se num contexto de um século em que vivenciamos viradas científicas e tecnológicas que até então haviam sido preditas. Os seus impactos alcançam a sociedade, os meios de comunicação e a escola. Aliada a isso, a educação científica e tecnológica sofre alterações, e novas questões são agregadas para serem discutidas, tanto na escola como em diferentes espaços da sociedade, de forma ampla e interdisciplinar. Sendo assim, a abordagem de Controvérsias Sociocientíficas (CSC) parece oferecer uma forma concreta de incorporar a perspectiva integradora no campo educacional. As CSC abrangem discussões sobre assuntos sociais que estão relacionados com conhecimentos científicos de atualidade e, portanto, em termos gerais são abordados nos meios de comunicação de massa, como rádio, TV, jornal e internet. Dentro desse contexto, o presente dossiê reafirma o compromisso que a educação tem com temáticas sociais que problematizam o ensinar e o aprender de maneira interdisciplinar, articulando debates e pesquisas desenvolvidas nesse sentido. Assim, a edição contempla trabalhos resultantes de pesquisas que articulam a formação de professores, em uma perspectiva interdisciplinar, às Controvérsias Sociocientíficas (CSC), envolvendo um leque de temáticas em diferentes contextos educativos.

    Organizadores: Prof. Dr. José Vicente Lima Robaina (UFRGS), Profa. Dra. Marilisa Bialvo Hoffmann (UFRGS), Prof. Dr. Leandro Duso (UFSC), Prof. Dr. Pedro Reis (Universidade de Lisboa - Portugal) e Prof. Dr.  Leonardo Fabio Martínez Pérez (Universidade Pedagógica Nacional - UPN - Colômbia) 

  • DIMENSÕES DA INFORMÁTICA E DA SOCIEDADE
    v. 8 n. 2 (2019)

    A partir da segunda metade do século XX, a Informática passou a ocupar lugar de destaque na sociedade, criando novas formas de interação entre seres humanos e máquinas. De mainframes e ARPANET aos computadores pessoais, smartphones e Internet, artefatos, técnicas e ideias do campo da Informática passaram progressivamente a ser incorporadas pela sociedade, mediando e influenciando as relações socioculturais através de laços cada vez mais sólidos com a subjetividade humana. Desse modo, a proposta deste dossiê é reunir pesquisas que abordem diferentes dimensões que envolvam Informática e Sociedade, suscitando debates e diálogos de maneira crítica e inovadora sobre seus aspectos educacionais, socioculturais e políticos. A edição engloba  trabalhos científicos sobre experiências educacionais e perspectivas históricas das tecnologias computacionais, assim como  inclusão digital e mundo do trabalho, cultura maker e hacker, dimensões éticas e políticas dos usos de redes sociais.

    Prof. Dr. Marcelo Vianna (IFRS, Unisinos)
    Prof. Dr. Lucas de Almeida Pereira (IFSP)
    Organizadores

     Capa: Foto de Oleg Magni (Pexels)

     

  • MOVIMENTOS SOCIAIS, EDUCAÇÃO POPULAR E UTOPIAS
    v. 8 n. 1 (2019)

    Dossiê: Movimentos sociais, Educação Popular e Utopias

    As utopias, em sua perspectiva freireana, são modos de estar-sendo-no-mundo que exigem a produção estética e ética do conhecer-existir. A construção do conhecimento é a possibilidade de projetar e buscar no imaginado as redes de significados da existência. É nas utopias que demarcamos a educação popular e as mobilizações e movimentos sociais como lócus privilegiado de pesquisa. Este dossiê busca, assim, reafirmar o compromisso com os que vivem em condição de subalternidade, articulando debates e pesquisas desenvolvidas nesse bojo. Desse modo, presente dossiê contempla trabalhos resultantes de pesquisas teóricas e/ou empíricas cujas temáticas giram em torno de contextos educativos formais e não formais, oportunizando reflexões sobre educação popular, relações étnico-raciais e de gênero.

    Profa. Dra. Amanda Motta Castro (FURGS)
    Profa. Dra. Elisa Gonsalves Possebon (UFPB)
    Prof. Dr. Marcio Caetano (FURG)
    Organizadores

    Dossier: Social Movements, Popular Education and Utopy 

    According to Paulo Freire’s perspective, utopies are ways of being-in-the-world, which require the ethical and aesthetic production of ‘knowing-exist’. The construction of knowledge is the possibility  of  projecting  and seeking in the imagined world a network of meanings. Through utopies, popular education, social movements and mobilizations have been set as a prime research locus. Thus, this special edition aims to re-ensure the commitment to the ones who live in subaltern conditions, bringing together debates and studies carried out within this scope. As a result, it brings together pieces of work resulting from theoretical and empirical research, whose topics revolve around formal and informal educational contexts, giving oportunity to reflections on popular education, racial-ethnic and gender relations.

    Prof Dr Amanda Motta Castro (FURGS)
    Prof Dr Elisa Gonsalves Possebon (UFPB)
    Prof Dr Marcio Caetano (FURG)
    Organizers

    Dossier: Movimientos Sociales, Educación Popular y Utopías

    Las utopías, en su perspectiva freireana, son modos de estar-siendo-en el-mundo que exigen la producción estética y ética del “conocer-existir”. La construcción del conocimiento es la posibilidad de proyectar y buscar en el imaginado las redes de significados de la existencia. Es en las utopías que demarcamos la educación popular y las movilizaciones y movimientos sociales como locus privilegiado de investigación. Este dosier busca, así, reafirmar el compromiso con los que viven en condición de subalternidad, articulando debates e investigaciones desarrolladas en ese seguimiento. De ese modo, el dosier contempla trabajos resultantes de investigaciones teóricas y / o empíricas cuyos temas giran alrededor de contextos educativos formales y no formales, ofreciendo reflexiones sobre la educación popular, las relaciones étnico-raciales y el género.

    Profa. Dra. Amanda Motta Castro (FURGS)
    Profa. Dra. Elisa Gonsalves Possebon (UFPB)
    Prof. Dr. Marcio Caetano (FURG)
    Organizadores

    ....

    Design da capa: Tiago Caon Ribeiro

  • ENSINO DE CIÊNCIAS
    v. 7 n. 2 (2018)

    Dossiê: Ensino de Ciências

    O presente dossiê tem em suas bases as discussões suscitadas pelo II Encontro Regional de Ensino de Ciências (UFRGS/FURG/UFSM/UNIPAMPA), cujo objetivo foi provocar a reflexão acerca de temas relativos à formação de professores e ao ensino em ciências. A diversidade de resultados gerados por estudos apresentados no evento abrange os seguintes temas: processos de ensino e aprendizagem em espaços formais e não formais, produção científica e avaliação de produtividade em ciências, implicações das práticas científicas na constituição dos sujeitos, bem como tecnologias educativas no processo de aprendizagem. A partir deles, abre-se um leque de conteúdos produzidos para o campo da educação e do ensino de ciências, entre os quais estão  formação de professores nos diferentes níveis de ensino; processos e técnicas de ensino-aprendizagem nos mais variados ambientes, formais e não formais; ciência e perspectivas epistemológicas, incluindo filosofia, história, enfoque CTS/CTSA, alfabetização científica, saberes populares e interdisciplinaridade; aplicação de recursos para ensino-aprendizagem de ciências; questões políticas e socioculturais em ciências, envolvendo gênero, sexualidade, inclusão social, meio ambiente e políticas públicas; produção científica, com enfoque em análise e avaliação de produtividade em ciência. A partir dos temas e conteúdos elencados, a #Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia, em parceria com Programa de Pós-Graduação Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde (PPGEC), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), espera trazer para o debate diferentes olhares acerca do Ensino de Ciências.

    Profa. Dra. Denise de Castro Bertagnolli (UFF)
    Prof. Dr. Edson Lindner (UFRGS)
    Profa. Dra. Maria do Rocio Fontoura Teixeira (UFRGS)
    Organizadores

    Dossier: Science Teaching

    The current issue is based on the discussions raised by the II  Regional Meeting of Science Teaching (UFRGS/FURG/UFSM/UNIPAMPA), which aimed to encourage thought on teacher training and science education. The variety of results generated by the studies presented at the event covers the following topics: teaching and learning processes in formal and non-formal environments, scientific production and  productivity evaluation in sciences, implications of scientific practices in the constitution of the subject, as well as educational technology in learning process. From them, a wide range of contents have come up  in the field of education and science teaching, such as teacher training at different levels of education; teaching-learning processes and techniques in different environments, both formal and non-formal; science and epistemological perspectives, including philosophy, history, CTS / CTSA approach, scientific literacy, popular knowledge and interdisciplinarity; use of resources for science teaching and learning; political and socio-cultural issues in science, involving gender, sexuality, social inclusion, environment and public policies; scientific production, focusing on productivity analysis and evaluation in science. Having the topics and contents mentioned as a basis,  #Tear: Journal of Education, Science and Technology, in collaboration with the Postgraduate Program in Science Education: Chemistry of Life and Health (PPGEC) at  the Federal University of Rio Grande do Sul (UFRGS), expects to contribute to different insights on Science Teaching”.

    Profa. Dra. Denise de Castro Bertagnolli (UFF)
    Prof. Dr. Edson Lindner (UFRGS)
    Profa. Dra. Maria do Rocio Fontoura Teixeira (UFRGS)
    Organizers

    Dossier: Enseñanza de Ciencias 

    El presente expediente tiene su base en las discusiones suscitadas por el II Encuentro Regional de Enseñanza de Ciencias (UFRGS/FURG/UFSM/UNIPAMPA), cuyo objetivo fue provocar la reflexión acerca de temas relativos a la formación de profesores y a la enseñanza en ciencias. La diversidad de resultados generados por estudios presentados en el evento abarca los siguientes temas: procesos de enseñanza y aprendizaje en espacios formales y no formales, producción científica y evaluación de productividad en ciencias, implicaciones de las prácticas científicas en la constitución de los sujetos, así como las tecnologías educativas en el proceso de aprendizaje. A partir de ellos, se abre una variedad de contenidos producidos para el campo de la educación y de la enseñanza de ciencias, entre los cuales están formación de profesores en los diferentes niveles de enseñanza; procesos y técnicas de enseñanza-aprendizaje en los más variados ambientes, formales y no formales; ciencia y perspectivas epistemológicas, incluyendo filosofía, historia, enfoque CTS / CTSA, alfabetización científica, saberes populares e interdisciplinariedad; aplicación y uso de recursos para enseñanza-aprendizaje de ciencias; cuestiones políticas y socioculturales en ciencias, involucrando género, sexualidad, inclusión social, medio ambiente y políticas públicas; producción científica, con énfasis en análisis y evaluación de productividad en ciencia. A partir de los temas y contenidos enumerados, a #Tear: Revista de Educación, Ciencia y Tecnología, en asociación con Programa de Postgrado Educación en Ciencias: Química de la Vida y Salud (PPGEC), de la Universidad Federal de Rio Grande do Sul (UFRGS), espera traer para el debate diferentes miradas acerca de la Enseñanza de Ciencias.

    Profa. Dra. Denise de Castro Bertagnolli (UFF)
    Prof. Dr. Edson Lindner (UFRGS)
    Profa. Dra. Maria do Rocio Fontoura Teixeira (UFRGS)
    Organizadores

     .....

    Capa: Criação da educadorartista Viviane Diehl (IFRS - Campus Feliz) com imagens  que registram atividades do projeto de ensino "Artistando Quimicamente". Propõe a transdisciplinaridade com Arte e Química, tendo a colaboração da estudante bolsista Jaqueline Rucks, do curso Técnico em Química integrado ao Ensino Médio.

     

  • EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA
    v. 7 n. 1 (2018)

    Dossiê: Educação e Tecnologia

    O mundo vive um processo de grande transformação tecnológica. O uso de tecnologias digitais permeia todo fazer humano, desde o lazer até o trabalho. Isso porque a Internet permitiu o desenvolvimento das mais variadas redes sociais, criando uma geração que tem nos seus dispositivos digitais uma forma de conectar-se ao mundo. Embora muitas pesquisas sejam realizadas com o intuito de levar essa verdadeira revolução para a sala de aula, ainda há muito o que ser feito com vistas à construção de uma educação que se beneficie do fenômeno tecnológico vivido na contemporaneidade.  Assim, no presente dossiê, a #Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia espera fomentar a divulgação de experiências investigativas a respeito do uso de tecnologias digitais na educação.

    Prof. Dr. Marcelo Augusto Rauh Schmitt (IFRS)
    Profa. Dra. Liane Margarida Rockenbach Tarouco (UFRGS)
    Organizadores

    Dossier: Education and Technology

    The world lives a process of great technological changes. The use of digital technologies prevails in every human action, from leisure to work. This is because the Internet has enabled the development of a number of social networking, by creating a generation in which digital devices are seen as a way of connecting to the world. Although extensive research has been carried out in order to put together technological revolution and teaching, there is a lot to be done for the development of educational approaches which take advantage of contemporary technologies. Thus, #Tear: Journal of Education, Science and Technology, in this number, expects to foster the dissemination of research regarding the use of digital technologies.

    Prof. Dr. Marcelo Augusto Rauh Schmitt (IFRS)
    Profa. Dra. Liane Margarida Rockenbach Tarouco (UFRGS)
    Organizers

    Dossier: Educación y tecnología 

    El mundo vive un proceso de gran transformación tecnológica. El uso de tecnologías digitales permea todo el hacer humano, desde el ocio hasta el trabajo. Esto porque Internet ha permitido el desarrollo de las más variadas redes sociales, creando una generación que tiene en sus dispositivos digitales una forma de conectarse al mundo. Aunque muchas investigaciones se realicen con el propósito de llevar esa verdadera revolución al salón de clases, aún queda mucho por hacer con vistas a la construcción de una educación que se beneficie del fenómeno tecnológico vivido en la contemporaneidad. Por lo tanto, la #Tear: Revista de Educación, Ciencia y Tecnología, en el presente expediente, espera fomentar la divulgación de experiencias investigativas acerca del uso de tecnologías digitales en la educación.

    Prof. Dr. Marcelo Augusto Rauh Schmitt (IFRS)
    Profa. Dra. Liane Margarida Rockenbach Tarouco (UFRGS)
    Organizadores

    ....

    Imagem de capa: Siliconreview Team

  • EDUCAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E MEIO AMBIENTE
    v. 6 n. 2 (2017)

    Dossiê: Educação, Desenvolvimento e Meio Ambiente

    O desempenho da educação é um dos principais indicadores de desenvolvimento na atualidade. Os índices que buscam mensurar os diferentes níveis de desenvolvimento entre cidades, regiões, territórios ou nações têm observado a  formação e a qualificação de professores; o número de anos cursados pelos estudantes; a relação e o envolvimento de cursos com o mundo do trabalho, as tecnologias e a inovação.  Da mesma forma, nas últimas décadas, as questões ambientais têm assumido papel de destaque para a compreensão do tema do desenvolvimento. O acesso à  água potável e à coleta de resíduos sólidos, a produção de alimentos com ética social e ambiental, a preservação dos recursos naturais e o saber das populações tradicionais constituem algumas das questões que revelam uma nova maneira de compreender amplamente a ideia de desenvolvimento em suas mais variadas dimensões. Neste número da #Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia, pretende-se trazer para o debate novosa olhares sobre o desenvolvimento, considerando diferentes maneiras de fazer educação e de compreensão do meio ambiente.

    Prof. Dr. Leonardo Beroldt (UERGS)
    Prof. Dr. Marcos Daniel Schmidt de Aguiar (IFRS)
    Organizadores

    Dossier: Education, Development and Environment

    Education performance is one of the main indicators of development nowadays.  The indexes that seek to measure the different levels between cities, regions, territories or nations observe more and more teachers’ training and qualification; the amount of years students spend at school; and the relationship and involvement of courses with the working world, technology and innovation. Similarly, in the last decades, environmental issues have taken a central role for understanding development. The access to drinking water and solid waste collection, food production with social and environmental ethics, the preservation of natural resources and the knowledge of traditional populations are some of the issues which reveal a new way to broadly understand the idea of development in its various dimensions. In this number, #Tear: Journal of Education, Science and Technology aims to bring to the debate  new insights at development, considering different ways of making education and understanding of the environment.

    Prof. Dr. Leonardo Beroldt (UERGS)
    Prof. Dr. Marcos Daniel Schmidt de Aguiar (IFRS)
    Organizers

    Dossier: Educación, Desarrollo y Medio Ambiente

    El desempeño de la educación es actualmente uno de los prinicpales indicadores del desarrollo. Los índices que tratan de sintetizar los diferentes niveles entre ciudades, regiones, territorios o naciones observan cada vez más las posibilidades de formación, instrucción y capacitación de los profesores; la cantidad de años de estudio de los alumnos; la relación y el compromiso de los cursos con el mundo del trabajo, la tecnología y la innovación. Del mismo modo, en las últimas décadas los temas ambientales han asumido un papel preponderante en la comprensión del tema del desarrollo. El acceso al agua potable y la recolección de desechos sólidos, la producción de alimentos con ética social y ambiental, la conservación de los recursos naturales y la sabiduría de las poblaciones tradicionales son algunas de las cuestiones que revelan una manera nueva y ampliada de entender el concepto de desarrollo en sus diversas dimensiones. En este número de #Tear: Revista de Educacão, Ciência e Tecnologia, se pretende ofrecer para el debate nuevas miradas el desarrollo, teniendo en cuenta formas diversas de educar y comprender el medio ambiente.

    Prof. Dr. Leonardo Beroldt (UERGS)
    Prof. Dr. Marcos Daniel Schmidt de Aguiar (IFRS)
    Organizadores

    ....

    Capa: Elaborada pela educadorartista Viviane Diehl e composta por imagens de produções de Graziele Bach e Bruna Brunetto, alunas do segundo ano do curso Técnico em Química Integrado ao Ensino Médio (IFRS - Campus Feliz).

  • INCLUSÃO DIGITAL
    v. 6 n. 1 (2017)

    Dossiê: Inclusão Digital

    Ser usuário das tecnologias digitais como condição de inserção nos modos de viver na atualidade traz à tona a discussão acerca da inclusão digital. Provavelmente o mais adequado seja falarmos em gradientes de inclusão digital, uma vez que o amparo no binarismo incluído/excluído parece não fazer sentido. É pouco coerente rotularmos como excluído digital quem não se utiliza das tecnologias para estabelecer relações sociais, fazer transações bancárias, compras, entre outras atividades, mas faz uso de tais artefatos para trabalhar e se comunicar. Talvez seja também incoerente classificarmos como incluído digital aquele que tem acesso às tecnologias em rede somente por meio da instituição de ensino, da lan-house, ou do trabalho. Com isso, buscamos argumentar que nossa condição é ora de incluído, ora de excluído digital, e, dessa maneira, o termo in/exclusão digital parece soar mais apropriado para se fazer referência ao acesso às tecnologias digitais. Verificamos um contínuo do totalmente incluído ao totalmente excluído, com inúmeras posições intermediárias, revelando um cenário complexo, digno de aprofundamento científico. A partir do exposto, o presente dossiê tem um duplo objetivo: fomentar a discussão acerca do tema e reunir pesquisadores interessados em problematizar a questão da inclusão digital na educação.

    Profa. Dra. Carine Loureiro (IFRS)
    Prof. Dr. Milton Shintaku (IBICT)
    Organizadores

    Dossier: Digital Inclusion 

    Being a user of digital technologies as a condition of entering in the ways of living nowadays brings to light the discussion regarding digital inclusion. Perhaps it is more suitable to be talking about gradients of digital inclusion, once the binary opposition included/excluded seems not to make sense anymore. It is not coherent to label as digital excluded the one who doesn’t use the technology to establish social relations, make bank transactions, buy a product, or do other activities, but uses those artefacts to work and communicate. Likewise, it might be incoherent to classify as digital included the one who has access to network technologies only through educational institutions, lan-houses, or workplace. With regard to that, we argue that our status is of either digitalincluded or digital excluded and hence the term digital in/exclusion seems to sound more appropriate to refer to the access to digital technologies. It is possible to observe a continuous from completely included to completely excluded, with numerous intermediate positions, revealing a complex scenario, worthy of further scientific research. Therefore, the current dossier has a dual purpose: encouraging discussion concerning this topic, and putting researchers together to problematize the idea of digital inclusion in education.

    Prof. Dr. Carine Loureiro (IFRS)
    Prof. Dr. Milton Shintaku (IBICIT)
    Organizers

    Dossier: Inclusión Digital

    Ser un usuario de tecnologías digitales como condición para entrar en los modos de vivir en la actualidad abre el debate sobre la inclusión digital. Quizás lo más adecuado sea referirnos a grados de inclusión digital, una vez que basarse en la lógica binaria de la inclusión o exclusión, a priori, no parece tener sentido. Es poco coherente que etiquetemos como excluido digital a quien no utiliza tecnologías para establecer relaciones sociales, hacer transacciones bancarias, compras, entre otras actividades, pero sí las utiliza para trabajar y comunicarse. De la misma forma, tal vez sea incoherente que clasifiquemos como incluido digitalmente a quien tiene acceso a tecnologías en red solo por medio de instituciones de enseñanzas, de cibercafés o del trabajo. Con eso, buscamos argumentar que nuestra condición puede variar entre la inclusión y la exclusión y, de esa manera, el termino in/exclusión parece sonar más apropiado para referirse al acceso a las tecnologías digitales. Es posible verificar una continua de totalmente incluido a totalmente excluido, con numerosas posiciones intermedias, revelando un complejo escenario, digno de estudio científico. A partir de lo expuesto, este dossier tiene un objetivo doble: fomentar la discusión sobre el tema e reunir investigadores a problematizar la cuestión de la inclusión digital en la educación.

    Prof. Dr. Carine Loureiro (IFRS)
    Prof. Dr. Milton Shintaku (IBICIT)
    Organizadores
    ...
    Capa: Criada pela educadorartista Viviane Diehl com a colaboração de imagens da arte postal de Natália Ledur Fenner, aluna do curso Técnico em Química integrado ao Ensino Médio, e de Thomas Schneider Wiederkehr, aluno do curso Técnico em Informática integrado ao Ensino Médio, no IFRS - Campus Feliz. A produção de Arte Postal integra a exposição Eksperimenta! 2017, em Tallin, na Estônia.

  • ARTE E EDUCAÇÃO
    v. 5 n. 2 (2016)

    Dossiê: Arte e Educação

    Arte e educação possuem uma relação histórica, cuja convivência sempre foi mediada por um constante debate da intervenção dessas duas áreas na arena social e de como se relacionam. As discussões em torno da convivência de ambas estão em grande parte relacionadas ao seu processo de democratização e às possibilidades de transformação que elas são capazes de produzir. Se, por um lado, podemos falar no papel educativo da arte, é possível igualmente sinalizarmos para o potencial criador doprocesso de ensino e aprendizagem. A formação e a atuação nos territórios da arte e da educação movimentam todos os envolvidos, os quais compartilham da cultura, que coloca em discussão e expansão contínua as problematizações emergentes. Desse modo, o dossiê “Artee Educação” pretende absorver abordagens sobre o assunto,que incluem reflexões sobre a importância da criatividade na formação do indivíduo; a arte como instrumento reflexivo; arte, educação e a democratização do conhecimento; a história da arte e da educação no Brasil; a dimensão política da confluência entre arte e educaçãocomo uma estratégia de ensino e aprendizagem; a formação educativa no território da arte; a relação  entre estética e as diversas áreas de ensino; políticas de inclusão curricular de arte na educação; o espaço da arte como de aprendizado para aluno e professor; a disposição criativa do professor e a disposição didática do artista; entre outras.

    Dra. Viviane Diehl (UFSM, IFRS)
    Dr. Gaudêncio Fidelis (SUNY)
    Organizadores

    Dossier: Art and Education

    The arts and education have a historical relationship, whose existence has always been mediated by a constant debate in regards of the intervention between those two areas in the social scene and their relations. The discussions around the coexistence of both are greatly connected to their process of democratization and the possibilities of transformation they are able to produce. If, on the one hand, we can talk in the educational role of the arts, on the other hand it is possible to highlight the creative potential of teaching and learning processes. Education and practice in the territories of the arts and education move all the involved ones, as they share culture, which places the emerging problematization into discussion and continuous expansion. Thus, the dossier "The Arts and Education" intends to gather a different approaches on the topic, which include reflections on the importance of creativity in personal development; the arts as an instrument of reflection; the arts, education, and the democratization of knowledge; the history of the arts and education in Brazil; the political dimension of the confluence between the arts and education as a learning and teaching strategy; the educational training in the field of the arts; the relationship between aesthetics and the various areas of education; curricular policies for inclusion of the arts in education; the space of the arts as a learning place for students and teachers; the teacher’s creative role, and the artist’s didactic role; and other ones.

    Dr. Viviane Diehl (UFSM, IFRS)
    Dr. Gaudêncio Fidelis (SUNY)
    Organizers

    Dossier: Arte y Educación

    El arte y la educación tienen una relación histórica, cuya existencia siempre estuvo mediada por un debate constante sobre la intervención de estas dos áreas en el escenario social y cómo se relacionan. Los debates en torno a la coexistencia de ambas están en gran parte relacionadas con su proceso de democratización y con las posibilidades de transformación que son capaces de producir. Si, por un lado, podemos hablar de la función educativa del arte, por el otro también es posible enfocarnos para el potencial creativo del proceso de enseñanza y aprendizaje. La formación y la actuación en los territorios del arte y de la educación mueven a todos los involucrados, los cuales comparten la cultura que discute y expande continuamente las problematizaciones emergentes. De esa forma, el dossier “Arte y Educación” pretende absorber perspectivas sobre el asunto, que incluyan reflexiones sobre la importancia de la creatividad en la formación del individuo; el arte como instrumento reflexivo; el arte, la educación y la democratización del conocimiento; la historia del arte y de la educación en Brasil; la dimensión política de la confluencia entre arte y educación como estrategia de enseñanza y aprendizaje; la formación educativa en el territorio del arte; la relación entre estética y las diversas áreas de enseñanza; políticas de inclusión curricular  del arte en la educación; el espacio del artecomo aprendizaje para alumno y profesor; la disposición creativa del profesor y la disposición didáctica del artista; entre otras.

    Dr. Viviane Diehl (UFSM, IFRS)
    Dr. Gaudêncio Fidelis (SUNY)
    Organizadores

    ....

    Imagem da capa: Encontros, Viviane Diehl, 2015
    Cerâmica com tratamento gráfico (serigrafia)

     

  • INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS EM EDUCAÇÃO DE CIÊNCIAS DA NATUREZA E MATEMÁTICA
    v. 5 n. 1 (2016)

    Dossiê: Inovações Tecnológicas em Educação de Ciências da Natureza e Matemática

    O estudo e a prática ética dos mecanismos de ensino e aprendizagem com o objetivo de facilitar os processos através da inovação são fundamentais nos avanços da Educação de Ciências da Natureza e Matemática. Recentes pesquisas apontam que a escolha de mídias adequadas proporciona uma melhor performance das atividades educacionais, sobretudo em áreas como essas, que exigem profunda abstração. A #Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia busca compilar, na presente chamada, trabalhos que abordem tópicos em educação de ciências da natureza, matemática e suas tecnologias, promovendo a difusão dos resultados de pesquisas obtidos pela comunidade acadêmica.

    Profa. Dra. Priscila Azevedo da Silveira (IFRS)
    Prof. Dr. Esequia Sauter (UFRGS)
    Organizadores

    Dossier: Technological Innovations in Natural Sciences and Mathematics Education

    The study and the ethical practice of teaching and learning for the facilitation of processes through innovation are essential for the advances in education of Natural Sciences and Mathematics. Current research findings show that the appropriate media bring as a result a better performance in educational activities, especially in the fields mentioned  above as they require abstraction. Thus, in its current call for papers, #Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia intends to address topics in education of Natural Sciences and Mathematics, as well as their Technologies, promoting the dissemination of the research carried out by the academic community.

    Prof. Dr. Priscila Azevedo da Silveira (IFRS)
    Prof. Dr. Esequia Sauter (UFRGS)
    Organizers

    Dossier: Innovaciones Tecnológicas en Ciencias Naturales y Matemáticas

    El estudio y la práctica ética de los mecanismos de enseñanza y aprendizaje con el fin de facilitar los procesos a través de la innovación son fundamentales en los avances de la Educación en Ciencias de la Naturaleza y Matemáticas . Investigaciones recientes indican que la elección de los medios de comunicación apropiados proporciona un mejor rendimiento de las actividades educativas , especialmente en áreas como esas , que requieren la abstracción profunda . La #Tear : Revista de Educación , Ciencia y Tecnología busca compilar en la presente convocatoria ,trabajos que aborden temas de Educación en ciencias de la naturaleza , matemáticas y tecnologías, promoviendo la difusión de los resultados de investigaciones obtenidos por la comunidad académica.

    Prof. Dr. Priscila Azevedo da Silveira (IFRS)
    Prof. Dr. Esequia Sauter (UFRGS)
    Organizadores

  • FORMAÇÃO DOCENTE
    v. 4 n. 2 (2015)

    Dossiê: Formação Docente

    As instituições de ensino de hoje, bastante complexas, situam-se num cenário de diversidade, de fragilidades e em constante transformação, o que tem reflexos na sua identidade, na revisão das suas funções e em novos acordos e colaborações com a sociedade, sustentados em diferenças culturais, econômicas, políticas e sociais da contemporaneidade. Nesse sentido, a formação de professores constitui-se como oportunidade e importante desafio, na medida em que precisa estar contextualizada às rupturas epistemológicas e conceituais que a prática profissional impõe permanentemente. Diante desse contexto, a #Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia propõe, no presente dossiê, promover a reflexão, de forma dialética e não linear, acerca da formação dos professores, das suas realidades e oportunidades situadas em diferentes contextos contemporâneos.

    Profa. Dra. Gisele Palma (IFRS)
    Profa. Dra. Teresa Pessoa (Universidade de Coimbra)
    Organizadores

    Dossier: Teacher Training

    Teaching institutions have become more complex nowadays, as they are located in a scenario of diversity as well as weaknesses in permanent process of becoming. As a consequence, that reality brings some reflections to their identity, the review of their roles, and new agreements and colaborations with society, based on cultural, economic, political and social differences in the contemporary world. Thus, teacher education can be seen as both, an oportunity and a challenge, as it must be contextualised to epistemological and conceptual ruptures, which are permanently required by professional practice. In face of this context, the journal #Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia intends to promote dialetic and non-linear reflection on teacher education, their realities and oportunities within different contemporary contexts.

    Prof. Dr. Gisele Palma (IFRS)
    Prof. Dr. Teresa Pessoa (Universidade de Coimbra)
    Organizers

    Dossier: Formación Docente

    Las instituciones de enseñanza de hoy, bastante complejas, se sitúan en un escenario de diversidad, de fragilidades y en constate transformación, que refleja en su identidad, en la revisión de sus funciones y en nuevos acuerdos y colaboraciones con la sociedad, sostenidos en diferencias culturales, económicas, políticas y sociales de la contemporaneidad. En ese sentido, la formación de profesores se constituye como oportunidad e importante desafío, a medida en que necesita estar contextualizada en las rupturas epistemológicas conceptuales que la práctica profesional impone permanentemente. Frente a este contexto, #Tear: Revista de Educación, Ciencia y Tecnología propone promover la reflexión de forma dialéctica y no lineal, acerca de la formación de los profesores, de sus realidades y oportunidades situadas en diferentes contextos contemporáneos.

    Profa Dra. Gisele Palma (IFRS)
    Profa. Dra. Teresa Pessoa (Universidade de Coimbra)
    Organizadores

    ....

    Apoio: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) e Pró-Reitora de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (PROPPI) - Programa de Apoio à Edição de Periódicos Científicos do IFRS

  • EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: DESAFIOS E PERSPECTIVAS
    v. 4 n. 1 (2015)

    Dossiê: Educação de Jovens e Adultos: Desafios e Perspectivas

    A Educação de Jovens e Adultos (EJA) representa a possibilidade de concretização do direito ao letramento de jovens e adultos e também o retorno aos estudos por parte daqueles que se viram obrigados a interromper sua escolarização. Além disso, a EJA também expõe alguns dilemas pelos quais, historicamente, passa a educação brasileira e oferece possibilidades para que possamos compreendê-los. Dilemas que verificamos quando essa modalidade – originalmente pensada para o atendimento de adultos – passa a ser frequentada pelos jovens em grande número; quando constatamos uma inadequação da escola aos tempos e ritmos desse público específico; pelas dificuldades enfrentadas pelos professores quando são desafiados a educar pessoas de diferentes faixas etárias em um mesmo ambiente; ou ainda quando a escola é desafiada a integrar a Educação Profissional ao Ensino Médio e à EJA, como no caso do PROEJA (Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na modalidade de Educação de Jovens e Adultos). Ao longo de sua história, a EJA muitas vezes distancia-se de seu papel, assumindo um caráter meramente compensatório, traduzido em um ensino aligeirado e de qualidade duvidosa. Paradoxalmente a essa condição de precariedade, a EJA também tem sido cenário de uma longa trajetória de lutas e da materialização de experiências pedagógicas inovadoras. Diante desse quadro complexo, a Revista TEAR apresenta o dossiê “A Educação de Jovens e Adultos: desafios e perspectivas”, com o objetivo de promover um espaço de visibilidade às produções que possam expressar a realidade dessa modalidade de ensino e enriquecer o debate sobre o tema e suas múltiplas nuanças.

    Prof. Dra. Maria Cecília Camargo Günther (UFSM)
    Prof. Ms. José Antônio Padilha dos Reis (IFRS)
    Organizadores 

    Dossier: Youth and Adult Education: Challenges and Perspectives

    Youth and Adult Education (Educação de Jovens e Adultos — EJA) represents the possibility of making real the right to literacy for adults and teens, and also the return to studies for those who have been forced to stop their education. Besides, EJA also exposes some dilemma through which, historically, Brazilian education has been going through as it offers possibilities of understanding them. Such dilemma are verified when this kind of education —originally thought for adults— is attended by a large number of young people; when school inadequacy to this students timing and rhythm is noticed; by the difficulties teachers go through when challenged to educate people from different age ranges within the same environment; and yet when the school is challenged to integrate Professional Education and High School and EJA, as it is the case in PROEJA (a Brazilian program that integrates Professional Education and High School and Youth and Adult Education). Throughout its history, EJA has frequently been far from its role, taking a merely compensatory character, translated into a speed up teaching of dubious quality. Paradoxically to this precarious condition, EJA has also been the scenario of a long trajectory of struggles and materialization of innovative pedagogical experiences. Facing this complex picture, #TEAR presents the special issue “Youth and Adult Education: challenges and perspectives (A Educação de Jovens e Adultos: desafios e perspectivas)” in order to provide a place of visibility for articles that may express the reality of this kind of education and enrich the debate on the subject and its multiple nuances.

    Prof. Dra. Maria Cecília Camargo Günther (UFSM)
    Prof. Ms. José Antônio Padilha dos Reis (IFRS)
    Organizers

    Dossier: Educación de Jóvenes y Adultos: Retos y Perspectivas

    La Educación de Jóvenes y Adultos (EJA) representa la posibilidad de concreción del derecho a la literacidad de jóvenes y adultos así como el regreso a los estudios por parte de quienes se vieron obligados a interrumpir su escolarización. Además, la EJA también expone algunos dilemas por los cuales históricamente pasa la educación brasileña y ofrece posibilidades para que podamos entenderlos. Verificamos tales dilemas cuando esa modalidad – originalmente pensada para la atención de adultos – pasa a ser frecuentada por jóvenes en gran número; cuando constatamos una inadecuación de la escuela a los tiempos y ritmos de este público específico; por las dificultades enfrentadas por los profesores cuando son desafiados a educar gente de distintas edades en un mismo espacio; o aún cuando la escuela es desafiada a integrar la Educación Profesional a la enseñanza media e a la EJA, como es el caso de PROEJA (Programa Nacional de Integración de la Educación Profesional con la Enseñanza Básica en la modalidad de jóvenes y adultos). A lo largo de su historia, la EJA muchas veces se ha alejado de su función, asumiendo un carácter simplemente compensatorio, traducido en una  enseñanza aligerada y de calidad dudosa. Paradójicamente a la condición de precariedad, la EJA también ha sido escenario de una larga trayectoria de luchas y de la materialización de experiencias pedagógicas innovadoras. Frente a este cuadro complejo, el periódico TEAR presenta el dossier “La educación de jóvenes y adultos: retos y perspectivas”, con el objetivo de promover un espacio de visibilidad a las producciones que puedan expresar la realidad de dicha modalidad de enseñanza y desarrollar el debate sobre el tema y sus múltiples matices.

    Prof. Dra. Maria Cecília Camargo Günther (UFSM)
    Prof. Ms. José Antônio Padilha dos Reis (IFRS)
    Organizadores 

    ....

    Apoio: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) e Pró-Reitora de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (PROPPI) - Programa de Apoio à Edição de Periódicos Científicos do IFRS

  • CULTURA, EDUCAÇÃO E SOCIEDADE NO BRASIL CONTEMPORÂNEO
    v. 3 n. 2 (2014)

    Dossiê: Cultura, Educação e Sociedade no Brasil Contemporâneo

    Após cinquenta anos do Golpe Militar, trinta anos do movimento Diretas Já e vinte e cinco anos das primeiras eleições diretas para presidente depois da ditadura, o Brasil contemporâneo experimentou profundas transformações em termos sociopolíticos e econômicos, com consequências para as produções artístico-culturais. Pensando nas relações entre Brasil real e imaginado na contemporaneidade – além das formas como o país teve sua identidade redefinida, transformada por outras identidades em trânsito e influenciada pela intensificação dos processos de urbanização e globalização vividos nas últimas décadas  –  os trabalhos presentes no dossiê “Cultura, educação e sociedade no Brasil contemporâneo” e na seção Resenhas buscam estabelecer diálogos entre diferentes áreas do saber, em especial, Artes e Humanidades, a fim de analisar o país quanto a suas realidades social, cultural, artística, e aos reflexos de tais realidades no meio educacional. A presente edição também contém trabalhos publicados na Seção Livre, com diferentes abordagens temáticas.

    Dra. Cimara Valim de Melo (IFRS)
    Dr. Edward King (University of Cambridge)
    Organizadores

    Dossier: Culture, Education and Society in Contemporary Brazil

    Fifty years after the Military Coup, thirty years after the “Diretas Já” movement and twenty five years after the first presidential elections following the dictatorship, contemporary Brazil has undergone deep socio-economic and political transformations, with wide-ranging consequences for cultural and artistic production. Taking into consideration connections between the real and the imaginary in contemporary Brazil – as well as the way in which the country’s identity has been redefined, transformed by other transitory identities, influenced by the intensification of the processes of urbanization and globalization experienced over the past decades –  the works present in this special issue on “Culture, Education, and Society in Contemporary Brazil”, and in the section “Reviews”, seek to establish dialogues between different disciplines, especially in the Arts and Humanities, with a view to examining the country in relation to its social, cultural and artistic reality, as well as the ways in which this reality is reflected in the world of education. This issue also brings together papers with different thematic approaches in the Free Section.

    Dra. Cimara Valim de Melo (IFRS)
    Dr. Edward King (University of Cambridge)
    Organizers

    Dossier: Cultura, Educación y Sociedad en el Brasil Contemporáneo

    Cinquenta años después del Golpe Militar, treinta después del movimiento “Diretas Já” y veinte cinco después de las primeras elecciones tras la dictadura, el Brasil contemporáneo ha experimentado profundas transformaciones sociopolíticas e economicas, com consequencias para las producciones culturales. Pensando en las relaciones entre el Brasil contemporáneo real e imaginado – tanto como la forma en que la identidad del país fue redefinida, tranformada por otras identidades transitorias, influenciada por la intensificación de los procesos de urbanización e globalización experimentados durante las últimas décadas –  los trabajos presentes en el tema “Cultura, educación e sociedad en el Brasil contemporáneo” y la sección Resúmenes intentan establecer diálogos entre diferentes disciplinas, sobre todo en las Artes e Humanidades, con el fin de analisar la realidad social, cultural e artística del país, y como el mundo de la educación refleja esa realidad. Esta edición también contiene artículos publicados en la Sección Libre, con diferentes enfoques temáticos.

    Dra. Cimara Valim de Melo (IFRS)
    Dr. Edward King (University of Cambridge)
    Organizadores

  • EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE CULTURAL: AS RELAÇÕES DE GÊNERO E AS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS NO ENSINO
    v. 3 n. 1 (2014)

    Dossiê: Educação e Diversidade Cultural: as relações de gênero e as relações étnico-raciais no ensino

    O presente dossiê reúne textos de pesquisadores que têm como interesse o debate no campo do gênero e da diversidade cultural nos contextos de ensino.  Com base nos temas, “relações de gênero” e “relações étnico-raciais”, busca-se investir na ampliação da reflexão de dois pontos centrais: a produção e a problematização das identidades LGBTT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais), no campo educacional; e a contemplação da inserção da História e Cultura Afro-Brasileira e História e Cultura Indígena, a partir do disposto nas leis, 10.639/03, 11.645/08, inclusas nos artigos 26-A e 79-B da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, no ensino. O que nos propomos é colocar em pauta o próprio entendimento de Educação. É questionar como estão sendo constituídos os sujeitos, a partir dos atravessamentos, dos discursos e das relações de poder, vividos e experienciados nas escolas. O foco é pensar as relações de gênero e as relações étnico-raciais, ou seja, as diferenças culturais, como um desafio e uma potencialidade para as escolas e para as novas estratégias de democratização da educação.

    Profa. Me. Patrícia Daniela Maciel  (UFPel)
    Prof. Dr. Márcio Rodrigo Vale Caetano (FURG)
    Organizadores 

    Dossier: Education and Cultural Diversity: gender relations and ethnic-racial relations in education

    This dossier brings together papers by researchers who are interested in the debate regarding gender and cultural diversity in the educational context. Focusing on the subjects “gender relations”, “racial and ethnic relations”, it seeks to broaden the reflections about two main aspects: the LGBTT (Lesbian, Gay, Bisexual, Transvestite, Transsexual) in education, and the insertion of Afro-Brazilian History and Culture and Indigenous History and Culture as academic disciplines according to the Laws 10.639/03, 11.645/08, and the articles 26-A e 79-B of the LDBEN (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional). Thus we also aim to highlight the concept of Education itself and question how the individuals have been constituted by discourse, and power relations, which are experienced at educational institutions. Focusing on gender, race and ethnic relations, that is, cultural differences, seen both a challenge and a potentiality for schools and democratization of education.

    Prof. Ms. Patrícia Daniela Maciel  (UFPel)
    Prof. Dr. Márcio Rodrigo Vale Caetano (FURG)
    Organizers 

    Dossier: Educación y Diversidad Cultural: relaciones de género y relaciones étnico-raciales en la educación

    El presente expediente recoge los textos de los investigadores que tienen como interés el debate sobre la cuestión de género y la diversidad cultural en el contexto de la educación. Basado en los temas de "relaciones de género" y "las relaciones étnico-raciales", trata de invertir en la expansión de la reflexión de los dos puntos centrales: la producción y la problematización de las identidades Asociación LGBTT EL (lesbianas, gays, bisexuales, travestis, transexuales), en el ámbito de la educación, y la contemplación de la inserción de la Historia y Cultura Afro-Brasileña y de la Historia y Cultura Indígena, de las disposiciones establecidas en las leyes, 10.639 /03, 11.645 /08, incluido en los artículos 26-A y 79-B de la Ley de Directrices y Bases de la Educación Nacional, en el ámbito de la enseñanza. Lo que proponemos es incluir en el orden del día el propio entendimiento de la educación. Es cuestionar como están siendo constituidos los sujetos, a partir de los cruces, de los discursos y de las relaciones de poder, vividos y experimentados en las escuelas.  El objetivo es pensar en las relaciones de género y en las relaciones étnico-raciales, es decir, las diferencias culturales, como un reto y una potencialidad para las escuelas y las nuevas estrategias de democratización de la educación.

    Profa. Me. Patrícia Daniela Maciel (UFPel)
    Prof. Dr. Márcio Rodrigo Vale Caetano (FURG)
    Organizadores

  • TECNOLOGIAS APLICADAS AO ENSINO NÃO PRESENCIAL
    v. 2 n. 2 (2013)

    Dossiê: Tecnologias Aplicadas ao Ensino Não Presencial

    As tecnologias educacionais são concebidas como subsídios e/ou técnicas empregados com a intenção de facilitar o processo de ensino e de aprendizagem. Nesse grupo, podemos incluir, desde os recursos tradicionais, como quadro e giz, até os recursos da informática, como o projetor multimídia, e da internet, como os ambientes virtuais de aprendizagem. Não podemos nos esquecer, também, do papel das mídias na educação, que podem tornar o ensino mais atrativo, capaz de melhorar o desempenho educacional. Tratando especificamente do ensino não presencial, as tecnologias ganham uma importância ainda maior; tornam-se, assim, um grande aliado à educação por revigorarem as noções tradicionais de tempo e espaço, que passam a existir sob outras perspectivas. Sabemos que a Internet apresenta bons subsídios ao ensino não presencial, como wiki, blog, webquest, Moodle, porém não podemos nos limitar à internet e à informática. Nesse contexto, propomos o dossiê “Tecnologias aplicadas ao ensino não presencial”, vinculado à #Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia, o qual traz, por meio dos oito artigos aqui presentes, novas pesquisas relacionadas à educação a distância.

    Prof. Dr. Alexandre Jesus da Silva Machado (IFRS)
    Profa. Dra. Angélica Conceição Dias Miranda (FURG)
    Organizadores

    Dossier: Technologies Applied to Non-Presence Education

    The educational technologies are conceived as basis and/or used to ease learning and teaching processes. Among them, traditional tools, like black board and chalk, are included, as well as informatic tools, like multimedia projector, and Internet tools, like virtual learning environment. It’s important not to forget the role of media in education, which can become teaching more attractive and improve educational performance. Specifically in non-presential teaching, technology importance becomes bigger; it’s a valuable ally for education because new technologies reinvigorate traditional time and space ideas, which start existing under other views. The Internet offers good tools to non-presential teaching, like wiki, blog, webquest, Moodle, despite internet and informatics are not enough for that. In this context, the dossiê “Technologies applied to non-presential teaching”, from #Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia, which brings in these eight papers emerging research topics on distance education.

    Prof. Dr. Alexandre Jesus da Silva Machado (IFRS)
    Prof. Dr. Angélica Conceição Dias Miranda (FURG)
    Organizers

    Dossier: Tecnologías Aplicadas a la Educación No Presencial

    Las tecnologías educacionales son concebidas como subsidios y/o técnicas empleados con la intención de facilitar el proceso de enseñanza y de aprendizaje. En ese grupo, podemos incluir, desde los recursos tradicionales, como pizarra y tiza, hasta los recursos de la informática, como el proyector multimedia, y del internet, como los ambientes virtuales de aprendizaje. No nos podemos olvidar, también, del rol de las medias en la educación, que pueden tornar la enseñanza  más atractiva, capaz de
    mejorar la performance educacional. Tratando específicamente de la enseñanza no presencial, las tecnologías ganan una importancia aún mayor; tornándose, así, un gran aliado a la educación por renovar las nociones tradicionales de tiempo y espacio, que pasan a existir bajo otras perspectivas. Sabemos que el Internet presenta buenos subsidios a la enseñanza no presencial, como wiki, blog, webquest, Moodle; sin embargo, no podemos limitarnos al internet  y a la informática. En ese contexto, proponemos el dossier “Tecnologías aplicadas a la enseñanza no presencial”, vinculado a  #Tear: Revista de Educación, Ciencia y Tecnología, que trae, por medio de ocho artículos, las nuevas investigaciones relacionadas a la educación a la distancia.

    Prof. Dr. Alexandre Jesus da Silva Machado (IFRS)
    Prof. Dr. Angélica Conceição Dias Miranda (FURG)
    Organizadores

  • LINGUAGENS E HUMANIDADES EM EDUCAÇÃO
    v. 2 n. 1 (2013)

    Dossiê: Linguagens e Humanidades em Educação

    Entre os desafios da educação brasileira, na atualidade, tem-se evidenciado uma preocupação eminente em preparar estudantes para atuarem no mundo do trabalho. Dentro de uma trajetória de história de educação profissional, que perpassa desde a criação das Escolas de Aprendizes Artífices, dos Liceus Industriais, das Escolas Industriais e Técnicas e dos Centros Federais de Educação Tecnológica, vive-se, nos dias de hoje, a implementação dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFET). Esta nova faceta do campo educacional traz consigo novas questões e debates, e, consequentemente, a necessidade de posicionamento frente a novos e antigos desafios no âmbito das políticas e práticas referentes tanto à formação profissional em sentido estrito quanto à formação em sentido amplo dos alunos jovens e adultos dos IFET. Neste sentido, este terceiro número da revista #Tear tem como propósito constituir-se em espaço de divulgação de contribuições científicas originais que propiciem um diálogo mutuamente enriquecedor entre as áreas curriculares das Linguagens e das Humanidades no quadro deste novo contexto formativo. Tais contribuições constituem-se de artigos referenciados em pesquisas empíricas relacionadas à temática, bem como estudos de natureza teórica ou reflexões sobre práticas vivenciadas no cotidiano do trabalho escolar e acadêmico.

    Profa. Dra. Cláudia Estima (IFRS)
    Prof. Dr. Flávio Anício Andrade (UFRRJ)
    Organizadores

    Dossier: Languages and Humanities in Education

    Among today Brazilian educational challenges, there is an eminent concerning in preparing students for the working world. Continuing the trajectory of vocational education history, including the creation of the Schools of Apprentice Artificers, the Industrial Lyceums, the Industrial and Technical Schools and the Federal Centres of Technological Education, there is the implementation of the Federal Institutes of Education, Science and Technology (IFET) nowadays. This new image of the educational field brings on new questions and discussions, and, as a consequence, the necessity of positioning in the face of old and new challenges about politics and practices in vocational education in a broader and a narrower sense in education for teenager adult students at IFET. Towards this, the third #Tear journal issue intends to open possibilities for the diffusion of original scientific contributions in dialogue with Language and Humanities areas and according to this educational context. The contributions are compounds of paper based on empirical research related to the theme, as well as studies of theoretical nature or reflections on practices experienced in the daily routine of school and academic work.

    Prof. Dr. Cláudia Estima (IFRS)
    Prof. Dr. Flávio Anício Andrade (UFRRJ)
    Organizers

    Dossier: Lenguas y Humanidades en la Educación

    Entre los desafíos de la educación brasileña, en la actualidad, se ha evidenciado una preocupación eminente en preparar estudiantes para que actúen en el mundo del trabajo. Dentro de una trayectoria de historia de educación profesional, que pasa desde las Escuelas de Aprendizajes Artífices, de los Liceos Industriales, de las Escuelas Industriales y Técnicas y de los Centros Federales de Educación Tecnológica, se vive, en los días de hoy, la implementación de los Institutos Federales de Educación, Ciencia y Tecnología (IFET). Esta nueva faceta del campo educacional trae consigo nuevas cuestiones y debates, y, consecuentemente, la necesidad de posicionamiento frente a nuevos y antiguos desafíos en el ámbito de las políticas y prácticas referentes tanto a la formación profesional en sentido estricto cuanto a la formación en sentido amplio de los alumnos jóvenes y adultos de los IFET. En este sentido, este tercer número de la revista #Tear tiene como propósito constituirse en espacio de divulgación de contribuciones científicas originales que propicien un diálogo mutuamente enriquecedor entre las áreas curriculares de los Lenguajes y de las Humanidades en el cuadro de este nuevo contexto formativo. Tales contribuciones se hace en la forma de artículos referenciados en pesquisas empíricas relacionadas a esa temática, así como en la forma de estudios de naturaleza teórica o que represente un esfuerzo de reflexión de prácticas vivenciadas en el cotidiano del trabajo de la escola y academia.

    Prof. Dr. Cláudia Estima (IFRS)
    Prof. Dr. Flávio Anício Andrade (UFRRJ)
    Organizadores

  • FAZERES E SABERES DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL
    v. 1 n. 2 (2012)

    Dossiê: Fazeres e Saberes da Educação Profissional

    Dentro da nova realidade de crescimento tecnológico que leva o Brasil ser uma potência mundial, é necessário um grande esforço na educação profissional – elemento essencial para conquistarmos a posição de país rico e desenvolvido, pois não há nenhuma nação nessa categoria sem uma economia poderosa e competitiva. Com base na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei nº 9394, de 20 de dezembro de 1996, complementada pelo Decreto nº 2208, de 17 de abril de 1997, posteriormente revogado pelo Decreto nº 5154, de 23 de julho de 2004, a educação profissional contempla as dimensões do trabalho, da ciência e da tecnologia, através de cursos voltados aos níveis básico, técnico e tecnológico. A partir do exposto, o objetivo deste número da #Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia é a publicação de artigos relacionados à educação profissional, resultantes de estudos, pesquisas, reflexões sobre práticas concretas ou debates polêmicos e atualizados na área.

    Prof. Dr. Mariano Nicolao
    Prof. Dr. José Palazzo Moreira de Oliveira
    Organizadores

    Dossier: Doings and Knowledge of Vocational Education

    In a new reality of technological growing, responsible for conducing Brazil to being a world power, it’s necessary a huge effort on vocational education – essential for the achievement of the wealthy and developed country position, because there is no nation in that level without a powerful and competitive economy. According to the “Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional”, Law number 9394, from December 20th, 1996, supplemented by the Decree number 2208, from April 17th, 1997, and abrogated for the Decree number 5154, from July 23rd, 2004, the vocational education involves work, science and technology fields, through technological undergraduate and higher education. For that, the aim of this #Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia issue is the publishing of papers about vocational education, from studies, researches and analysis related to specific practical matters and controversial up-to-date discussions in this theme.

    Prof. Dr. Mariano Nicolao
    Prof. Dr. José Palazzo Moreira de Oliveira
    Organizers

    Dossier: Hechos y Conocimiento de la Educación Vocacional

    Dentro de la nueva realidad de crecimiento tecnológico que lleva el Brasil ser una potencia mundial, es necesario un gran esfuerzo en la educación profesional – elemento esencial para que conquistemos la posición de país rico y desarrollado, pues no hay ninguna nación en esa categoría sin una economía poderosa y competitiva. De acuerdo con la “Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional”, Ley nº 9394, de 20 de diciembre de 1996, complementada por el Decreto nº 2208, de 17 de abril de 1997, posteriormente revocado por el Decreto nº 5154, de 23 de julio de 2004, la educación profesional contempla las dimensiones del trabajo, de la ciencia y de la tecnología, a través de cursos involucrados con los niveles básico, técnico y tecnológico. A partir del expuesto, el objetivo de este número de #Tear: Revista de Educação, Ciência y Tecnologia es la publicación de artículos relacionados a la educación profesional, resultantes de estudios, investigaciones, reflexiones sobre prácticas concretas o debates polémicos y actualizados en el área.

    Prof. Dr. Mariano Nicolao
    Prof. Dr. José Palazzo Moreira de Oliveira
    Organizadores

  • MÍDIAS E EDUCAÇÃO
    v. 1 n. 1 (2012)

    Dossiê: Mídias e Educação

    A #Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia, em seu dossiê de estreia, “Mídias e Educação”, traz consigo uma rede interativa de saberes científicos, pelos quais é possível tecer as relações entre educação, ciência e tecnologia. Os artigos que compõem a presente edição são representativos da multiplicidade midiática que atravessa os processos de ensino-aprendizagem, tornando-os mais ricos e complexos: textos que refletem sobre o uso de blogs nos diferentes contextos educacionais; interligam a aprendizagem de idiomas a comunidades virtuais e a Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC); exploram as representações visuais e audiovisuais integradas a projetos pedagógicos; discutem as relações entre estudos culturais, sociedade contemporânea e objetos de aprendizagem; apresentam apontamentos sobre fotografia, cinema e educação em prol de processos mais eficazes; investigam as facilidades da Internet enquanto ferramentas capazes de promover o letramento; pensam a televisão como recurso didático capaz de despertar o senso crítico; propõem ações interdisciplinares, por meio de jogos digitais, em prol do desenvolvimento do raciocínio lógico-matemático; analisam como os avanços tecnológicos podem interferir positivamente na formação de profissionais mais humanos e comprometidos socialmente; visualizam as oportunidades de inovação nos processos de leitura e escrita por meio da utilização de sites colaborativos. Por meio dessas diferentes visões, é possível perceber o quanto o mundo contemporâneo mudou seus rumos com a expansão das tecnologias midiáticas, que redimensionaram os modos de ler e (re)escrever a realidade. No contexto educacional dos séculos XX e XXI, as mídias – ou os media – constituíram-se como canais de interação essenciais à reconfiguração de tempos, espaços e linguagens. Os meios de comunicação audiovisuais, unidos às outras tecnologias, tornaram-se pontes entre educandos, educadores, ambientes educativos e processos de ensino e aprendizagem. Em seu propósito de divulgar a produção científica e proporcionar, neste dossiê, o diálogo entre mídias e diferentes campos da educação, a revista #Tear cumpre o seu papel. Tece-se, assim, uma teia de infinitas possibilidades, desvelada por pesquisadores que partilham indagações e experiências, contribuindo ao desenvolvimento da educação enquanto ciência, cada vez mais enraizada às novas tecnologias.

    Profa. Dra. Cimara Valim de Melo
    Profa. Dra. Silvia Castro Bertagnolli
    Organizadoras 

    Dossier: Media and Education

    The #Tear: Journal of Education, Science and Technology, in its first dossier, “Media and education”, brings up an interactive network of scientific knowledge, in which it’s possible to weave together relations between education, science and technology. The papers from this issue are representative of the media diversity of teaching and learning processes, making them richer and more complex. These texts think about blog use in different educational contexts; connect foreign language learning and virtual communities through Information and Communication Technologies (ICT); research visual and audiovisual representation in  pedagogical projects; analyze contacts between cultural studies, contemporary society and learning objects; present notes about photography, cinema and education in order to develop more efficient processes; examine the Internet facilities as tools for literacy; examine television as a teaching resource able to improve critical viewpoints; propose interdisciplinary actions through digital games for logical and mathematical  thinking development; assess how technological advances can intervene  positively in the education of professionals in a more human  and socially responsible way; view  innovation opportunities in reading and writing processes with participatory sites. Through these different points of view, it’s possible to realize how much the contemporary world has changed with media technologies, which remodel ways of reading and (re)writing reality.  In the 20th and 21st century, media has become  an important channel of interaction, changing time, space and language. Audiovisual communication tools and other technologies have been bridges between students, teachers, educational places and teaching-learning processes. In its proposal of spreading scientific papers and providing, in this dossier, the dialogue among media and different education fields, the #Tear journal has been performing its function. Consequently, it has weaved a web of unbounded possibilities, that have been revealed by research which shares questions and experiences and contributes further to science education development, increasingly connected to new technologies.

    Profa. Dra. Cimara Valim de Melo
    Profa. Dra. Silvia Castro Bertagnolli
    Organizers 

    Dossier: Medias y Educación

    #Tear: Revista de Educación, Ciencia y Tecnología, en su estreno, “Medias y  Educación”, trae consigo una red interactiva de saberes científicos, por los cuales es posible tejer las relaciones entre educación, ciencia y tecnología. Los artículos que componen la presente edición son representativos de la multiplicidad mediática que atraviesa los procesos de enseñanza-aprendizaje, tornándolos más ricos y complejos: textos que reflejan sobre el uso de blogs en los diferentes contextos educacionales; interconectan el aprendizaje de idiomas a comunidades virtuales y a Tecnologías de la Información y de la Comunicación (TIC); exploran las representaciones visuales y audiovisuales integradas a proyectos pedagógicos; discuten las relaciones entre estudios culturales, sociedad contemporánea y objetos de aprendizaje; presentan apuntamientos sobre fotografía, cine y educación a favor de procesos más eficaces; investigan las facilidades de la Internet como herramientas capaces de promover el letrado; piensan la televisión como recurso didáctico capaz de despertar el censo crítico; proponen acciones interdisciplinares, a través de juegos digitales, a favor del desarrollo del raciocinio lógico-matemático; analizan como los avances tecnológicos pueden interferir positivamente en la formación de profesionales más humanos y comprometidos socialmente; visualizan las oportunidades de innovación en los procesos de lectura y escrita a través de la utilización de sitios colaborativos. A través de estas diferentes visiones, es posible percibir lo cuanto el mundo contemporáneo cambió sus rumos con la expansión de las tecnologías mediáticas, que redimensionaron los modos de leer y (re)escribir la realidad. En el contexto educacional de los siglos XX y XXI, las medias se constituyeron como canales de interacción esenciales a la reconfiguración de tiempos, espacios y lenguajes. Los medios de comunicación audiovisuales, unidos a las nuevas tecnologías, se tornaron puentes entre educandos, educadores, ambientes educativos y procesos de enseñanza y aprendizaje. En su propósito de divulgar la producción científica y proporcionar, en este dosier, el diálogo entre medias y diferentes campos de la educación, la revista #Tear cumple su rol. Se teje, así, una tela de infinitas posibilidades, desvelada por investigadores que comparten indagaciones y experiencias, contribuyendo al desarrollo de la educación como ciencia, cada vez más arraigada a las nuevas tecnologías.

    Profa. Dra. Cimara Valim de Melo
    Profa. Dra. Silvia Castro Bertagnolli
    Organizadoras