Perfil do egresso e suas percepções sobre o caráter interdisciplinar da licenciatura em Ciências da Natureza: Biologia e Química do IFRS - Campus Porto Alegre

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35819/tear.v12.n2.a6827

Resumo

Resumo: O curso de Licenciatura em Ciências da Natureza: Biologia e Química do IFRS Campus Porto Alegre visa proporcionar a formação interdisciplinar de docentes, oferecendo o diferencial da habilitação em Biologia e Química. Neste contexto, esta pesquisa tem como propósito identificar o perfil do egresso do curso, e as suas percepções em relação ao caráter articulado e interdisciplinar do curso. Para isso, foi solicitado que os egressos respondessem um questionário online, além da análise do Projeto Pedagógico do Curso. O tratamento dos dados usou a análise de conteúdo de Bardin, segundo as categorias perfil pessoal e acadêmico, perfil profissional e projeto pedagógico do curso. A pesquisa apresenta onze participantes, os quais reconhecem que o curso proporcionou o desenvolvimento de diversas habilidades, as quais foram aperfeiçoadas durante o exercício da sua docência, e que é possível observar a articulação dos conteúdos durante o curso, mas que mais ações em relação a interdisciplinaridade deveriam ser propostas, principalmente no PPC.

Palavras-chave: Graduado. Caracterização. IFRS. Docência. Egressos. Interdisciplinaridade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Laíse da Silva Durante, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Bióloga formada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS, Mestre em Biologia Celular e do Desenvolvimento pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC. Graduação em andamento em Licenciatura em Ciências da Natureza: Biologia e Química pelo Instituto Federal do Rio Grande do Sul - IFRS (Campus Porto Alegre) e Especialização em andamento em Educação: Integração de Saberes pelo Instituto Federal do Rio Grande do Sul - IFRS (Campus Canoas). Atualmente faz parte da Residência Pedagógica, e é Editora de Comunicação na Revista Scientia Prima. Foi bolsista de Iniciação Científica nos laboratórios de Respirologia Pediátrica e Desenvolvimento do Sistema Nervoso na PUCRS, estagiou na Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul, atuando no Zoológico de Sapucaia e no Jardim Botânico de Porto Alegre, foi bolsista do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência e do Programa de Educação Tutorial - Conexões Gestão Ambiental no IFRS. Foi monitora no Clube de Ciências do Colégio Farroupilha e no projeto Mergulho na Ciência da USP. Foi selecionada para participar da 3° edição do Mulheres na Ciência e Inovação realizado pelo Museu do Amanhã e o British Council, com patrocínio da SHELL

Daniela Rodrigues da Silva, IFRS campus Canoas

Doutora em Educação em Ciências pela UFRGS com Sanduíche na Universidad Autónoma de Madrid, Mestre em Educação em Ciências pela UFRGS e Licenciada em Ciências Habilitação em Química pela Universidade de Passo Fundo. Docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS)- Câmpus Canoas.

Downloads

Publicado

2023-12-10

Como Citar

DA SILVA DURANTE, L.; RODRIGUES DA SILVA, D. Perfil do egresso e suas percepções sobre o caráter interdisciplinar da licenciatura em Ciências da Natureza: Biologia e Química do IFRS - Campus Porto Alegre. #Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia, Canoas, v. 12, n. 2, 2023. DOI: 10.35819/tear.v12.n2.a6827. Disponível em: https://periodicos.ifrs.edu.br/index.php/tear/article/view/6827. Acesso em: 29 fev. 2024.