Resolução de problemas em Educação Matemática e o desenvolvimento de habilidades de pensamento de ordem superior

Autores

  • Gilberto Vieira Centro de Inovação e Tecnologias Educacionais da Prefeitura Municipal de São José dos Campos (CITE-SJC-SP), São José dos Campos, SP, Brasil https://orcid.org/0000-0002-7943-4113
  • Norma Suely Gomes Allevato Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL), São Paulo, SP, Brasil https://orcid.org/0000-0001-6892-606X

DOI:

https://doi.org/10.35819/remat2021v7iespecialid5485

Palavras-chave:

criatividade, pensamento matemático, tarefas intelectualmente exigentes, pensamento criativo

Resumo

Neste artigo buscou-se explorar a relação entre resolução de problemas em Educação Matemática e o desenvolvimento de habilidades de pensamento de ordem superior. Para tanto, conceituou-se o que são habilidades de pensamento de ordem superior e como elas podem ser desenvolvidas nas aulas de Matemática a partir da abordagem da resolução de problemas. Para ilustrar como o trabalho com resolução de problemas pode colaborar para com o desenvolvimento dessas habilidades foram apresentadas duas situações propostas e realizadas no âmbito da sala de aula. Trata-se de dados de pesquisas realizadas com alunos de sexto e oitavo anos do Ensino Fundamental, que utilizaram a resolução de problemas como estratégia de aprendizagem. O artigo é um estudo qualitativo, de natureza descritiva/interpretativa, que utilizou procedimentos de Análise Textual Discursiva no tratamento dos dados, que consistem na resolução escrita (e/ou desenhada) dos problemas propostos aos alunos. Evidenciou-se que a resolução de problemas pode contribuir para o desenvolvimento de habilidades de pensamento de ordem superior, como a conversão de registros (escritos-visuais), a comparação de diferentes afirmações, a elaboração de justificativas e provas, a comunicação matemática e o desenvolvimento do pensamento criativo, e que o tipo de problema a ser trabalhado é um fator que pode contribuir decisivamente para o sucesso da proposta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gilberto Vieira, Centro de Inovação e Tecnologias Educacionais da Prefeitura Municipal de São José dos Campos (CITE-SJC-SP), São José dos Campos, SP, Brasil

Norma Suely Gomes Allevato, Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL), São Paulo, SP, Brasil

Referências

ALLEVATO, Norma Suely Gomes. Associando o computador à resolução de problemas fechados: análise de uma experiência. 2005. 370 f. Orientadora: Lourdes de la Rosa Onuchic. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Rio Claro, 2005. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/102164. Acesso em: 10 nov. 2021.

ALLEVATO, Norma Suely Gomes; ONUCHIC, Lourdes de la Rosa. Ensinando matemática na sala de aula através da resolução de problemas. Boletim GEPEM, Rio de Janeiro, v. 33, n. 55, p. 133-156, jul./dez. 2009. Disponível em: http://costalima.ufrrj.br/index.php/gepem/article/view/77/228. Acesso em: 24 out. 2021.

ALLEVATO, Norma Suely Gomes; ONUCHIC, Lourdes de la Rosa. Ensino-Aprendizagem-Avaliação de Matemática: por que através da Resolução de Problemas. In: ONUCHIC, Lourdes de la Rosa; ALLEVATO, Norma Suely Gomes; NOGUTI, Fabiane Cristina Höpner; JUSTULIN, Andresa Maria (org.). Resolução de Problemas: teoria e prática. Jundiaí: Paco Editorial, 2014. p. 35-52.

ALLEVATO, Norma Suely Gomes.; VIEIRA, Gilberto. Do ensino através da resolução de problemas abertos às investigações matemáticas: possibilidades para a aprendizagem. Quadrante: Revista de Investigação em Educação Matemática, Lisboa, v. 25, n. 1, p. 113-131, 30 jun. 2016. DOI: https://doi.org/10.48489/quadrante.22926.

ALLEVATO, Norma Suely Gomes; VIEIRA, Gilberto. Em direção à generalização: contribuições de um problema com múltiplas estratégias de solução. REMATEC: Revista de Matemática, Ensino e Cultura, Recife, v. 11, n. 21, p. 127-140, 8 nov. 2016. Disponível em: http://www.rematec.net.br/index.php/rematec/article/view/64. Acesso em: 24 out. 2021.

BOYER, Carl Benjamin. História da Matemática. Tradução: Elza Furtado Gomide. 2. ed. São Paulo: Edgard Blücher, 2001.

FORSTER, Margaret. Higher order thinking skills. Research developments, Camberwell, Victoria, n. 11, p. 10-15, inverno 2004. Disponível em: https://research.acer.edu.au/resdev/vol11/iss11/1. Acesso em: 24 out. 2021.

GONTIJO, Cleyton Hércules; CARVALHO, Alexandre Tolentino; FONSECA, Mateus Gianni; FARIAS, Mateus Pinheiro. Criatividade em matemática: conceitos, metodologias e avaliação. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2019.

GONZÁLEZ, Fredy E. Metacognicion y tareas intelectualmente exigentes: el caso de la resolución de problemas matemáticos. Zetetiké, Campinas, v. 6, n. 1, p. 59-73, jan./jun. 1998. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/zetetike/article/view/8646808. Acesso em: 10 nov. 2021.

KING, F. J.; GOODSON, Ludwika; ROHANI, Faranak. Higher Order Thinking Skills. Florida: Center for Advancement of Learning and Assessment, 2008. 176 p. Disponível em: https://informationtips.files.wordpress.com/2016/02/higher-order-thinking-skills_.pdf. Acesso em: 10 nov. 2021.

KRULIK, Stephen; RUDNICK, Jesse A. Problem driven mathematics: applying the mathematics beyond solutions. Chicago: McGraw-Hill, 2005.

LEWIS, Arthur; SMITH, David. Definig higher order thinking. Theory into practice, Columbus, Ohio, v. 32, n. 3, p. 131-137, verão 1993. DOI: https://doi.org/10.1080/00405849309543588.

MORAES, Roque; GALIAZZI, Maria do Carmo. Análise textual discursiva. 2. ed. Ijuí: Editora Unijuí, 2013.

ONUCHIC, Lourdes de la Rosa; ALLEVATO, Norma Suely Gomes. Pesquisa em resolução de problemas: caminhos, avanços e novas perspectivas. BOLEMA, Rio Claro, v. 25, n. 41, p. 73-98, dez. 2011. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/72994. Acesso em: 24 out. 2021.

ONUCHIC, Lourdes de la Rosa; LEAL JUNIOR, Luiz Carlos; PIRONEL, Márcio. Perspectivas para Resolução de Problemas. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2017.

ONUCHIC, Lourdes de la Rosa; MORAIS, Rosilda dos Santos. Uma abordagem histórica da resolução de problemas. In: ONUCHIC, Lourdes de la Rosa; ALLEVATO, Norma Suely Gomes; NOGUTI, Fabiane Cristina Höpner; JUSTULIN, Andresa Maria (org.). Resolução de problemas: teoria e prática. Jundiaí: Paco Editorial, 2014.

ONUCHIC, Lourdes de la Rosa; ZUFFI, Edna Maura. O Ensino-Aprendizagem de Matemática através da Resolução de Problemas e os processos cognitivos superiores. Unión: Revista Iberoamericana de Educación Matemática, Andújar, Espanha, v. 3, n. 11, p. 79-97, set. 2007. Disponível em: https://union.fespm.es/index.php/UNION/issue/view/18/15. Acesso em: 29 abr. 2020.

POLYA, George. How to solve it: a new aspect of mathematical method. Princeton, New Jersey: Princeton University Press, 1945. p. 17-34.

PROENÇA, Marcelo Carlos. Resolução de problemas: encaminhamentos para o ensino e a aprendizagem de Matemática em sala de aula. Maringá: Eduem, 2018.

VIEIRA, Gilberto; ALLEVATO, Norma Suely Gomes. A resolução de problemas abertos nos processos de ensino e aprendizagem de Matemática. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE HISTÓRIAS E INVESTIGAÇÕES DE/EM AULAS DE MATEMÁTICA, 7., 2019, Campinas. Anais [...]. Campinas: UNICAMP, 2019.

VINCENT-LANCRIN, Stéphan; GONZÁLEZ-SANCHO, Carlos; BOUCKAERT, Mathias; LUCA, Federico; FERNÁNDEZ-BARRERA, Meritxell; JACOTIN, Gwénaël; URGEL, Joaquin; VIDAL, Quentin. Fostering students' creativity and critical thinking: what it means in school. Paris: OECD Publishing, 2019.

Downloads

Publicado

2021-11-24

Como Citar

VIEIRA, G.; ALLEVATO, N. S. G. Resolução de problemas em Educação Matemática e o desenvolvimento de habilidades de pensamento de ordem superior. REMAT: Revista Eletrônica da Matemática, Bento Gonçalves, RS, v. 7, n. especial, p. e4001, 2021. DOI: 10.35819/remat2021v7iespecialid5485. Disponível em: https://periodicos.ifrs.edu.br/index.php/REMAT/article/view/5485. Acesso em: 27 nov. 2021.

Edição

Seção

Dossiê: Resolução de Problemas na Educação Matemática