A abordagem de conceitos matemáticos por meio da tabela de medidas da madeira de Leonard Digges (1520-1559)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35819/remat2021v7i1id4265

Palavras-chave:

Tabela de Medidas da Madeira, A Booke Named Tectonicon, Ensino de Matemática

Resumo

Na busca de contribuir para a disseminação de recursos didáticos advindos da história da matemática, têm-se encontrado propostas que visam a construção de interfaces entre a história e o ensino de matemática sob uma visão das historiografias atualizadas. Assim, o intuito deste estudo é apresentar alguns aspectos epistemológicos da tabela de medidas da madeira, expostos no tratado A Booke Named Tectonicon, escrito e publicado pela primeira vez em Londres, no ano de 1556, pelo inglês Leonard Digges (1520-1559). Para isso, realizou-se uma pesquisa qualitativa de cunho documental, efetuando um estudo longitudinal que envolveu a tradução, a compreensão dos elementos contextuais da época e dos conhecimentos matemáticos e extramatemáticos presentes no tratado. A tabela de medidas da madeira é utilizada no processo de construção, graduação e aplicação de dois dos instrumentos de agrimensura propostos por Digges (1605). Na sua construção, percebe-se a incorporação de diversos conceitos que podem ser utilizados no ensino de matemática. Dentre eles, pode-se destacar a mobilização do conceito de frações e suas operações, assim como a regra de três simples e a conversão de unidades de medida. Dessa forma, considera-se que, a partir da construção da tabela de medidas da madeira, é possível extrair itens potencialmente didáticos, voltados para o uso de documentos históricos no ensino, com o foco principalmente voltado para a articulação entre história e ensino de matemática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sabrina de Sousa Paulino, Universidade Estadual do Ceará (UECE), Fortaleza, CE, Brasil

Ana Carolina Costa Pereira, Universidade Estadual do Ceará (UECE), Fortaleza, CE, Brasil

Referências

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular do Ensino Médio. Brasília: MEC, 2018.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Terceiro e Quarto Ciclo do Ensino Fundamental. Matemática. Brasília: MEC/SEF, 1998.

CASTILLO, A. R. M. Um estudo sobre os conhecimentos matemáticos incorporados e mobilizados na construção e no uso do báculo (cross-staff) em A Boke Named Tectonicon de Leonard Digges. Orientador: Fumikazu Saito. 2016. 121f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) - Pontifícia Universidade Católica, São Paulo, 2016. Disponível em : https://tede2.pucsp.br/handle/handle/18982. Acesso em: 30 mar. 2021.

DIGGES, L. A booke named Tectonicon. London: Felix Kyngston, 1556.

DIGGES, L. A booke named Tectonicon. London: Felix Kyngston, 1605. Disponível em: https://ia802707.us.archive.org/17/items/bookenamedtecton00digg/bookenamedtecton00digg_bw.pdf. Acesso em: 01 jan. 2020.

GILLISPIE, C. C. Leonard Digges. In: Dictionary of Scientific Biography. v. 3. New York: Charles Scribner's Sons, 1971, p. 97-98.

KRIPKA, R. M. L.; SCHELLER, M.; BONOTTO, D. de L. Pesquisa documental na pesquisa qualitativa: conceitos e caracterização. Revista de Investigaciones Unad, Bogotá, v. 14, n. 2, p. 55-76, jul./dez. 2015.

PEREIRA, A. C. C.; PEREIRA, D. E. Ensaio sobre o uso de fontes históricas no ensino de Matemática. REMATEC: Revista de Matemática, Ensino e Cultura, Natal, v. 10, p. 65-78, 2015.

PEREIRA, A. C. C.; SAITO, F. A reconstrução do báculo de Petrus Ramus na interface entre história e ensino de matemática. Revista Cocar, v. 13, n. 25, p. 342-372, 3 fev. 2019. Disponível em: https://periodicos.uepa.br/index.php/cocar/article/view/2164#:~:text=Conclui%2Dse%20que%20o%20processo,Hist%C3%B3ria%20e%20Ensino%20de%20Matem%C3%A1tica. Acesso em: 30 mar. 2021.

SAITO, F.; DIAS, M. S. Interface entre história da matemática e ensino: uma atividade desenvolvida com base num documento do século XVI. Ciência & Educação, v. 19, n. 1, p. 89-111, 2013. DOI: https://doi.org/10.1590/S1516-73132013000100007.

SAITO, F. História e Ensino de Matemática: Construindo Interfaces. In: SALAZAR, J. F.; GUERRA, F. U. (Eds.). Investigaciones en Educación Matemática. Lima: PUCP, 2016. p. 253-291.

SAITO, F. História da matemática e suas (re)construções contextuais. São Paulo: Livraria da Física/SBHMat, 2015.

SILVA, I. C. da. Um estudo da incorporação de textos originais para a educação matemática: buscando critérios na articulação entre história e ensino. Orientadora: Ana Carolina Costa Pereira. 2018. 92 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) - Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Fortaleza, 2018. Disponível em: http://gpehm.blogspot.com/p/dissertacoes-dissertacao-de-mestrado-em.html. Acesso em: 30 mar. 2021.

SILVA, M. J. F. da. Sobre a introdução do conceito de número fracionário. Orientadora: Tânia Maria Mendonça Campos. 1997. 245 f. Dissertação (Mestrado em Ensino da Matemática) - Pós-Graduação em Educação Matemática, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1997.

Downloads

Publicado

2021-04-06

Como Citar

PAULINO, S. DE S.; PEREIRA, A. C. C. A abordagem de conceitos matemáticos por meio da tabela de medidas da madeira de Leonard Digges (1520-1559). REMAT: Revista Eletrônica da Matemática, v. 7, n. 1, p. e2007, 6 abr. 2021.

Edição

Seção

Educação Matemática