Modelagem populacional utilizando regressões com Solver: aplicação para Petrópolis/RJ

Palavras-chave: Modelagem Populacional, Regressão, Solver, Petrópolis

Resumo

Este trabalho busca abordar matematicamente a evolução do crescimento populacional da cidade de Petrópolis. Para tanto, analisou-se dados estatísticos populacionais da cidade disponibilizados no site do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) durante o período de 1950 a 2010. Os dados foram analisados por meio do modelo linear e dos modelos populacionais de Malthus e Verhulst com aplicações de técnicas de modelagem matemática usando o Solver do software Microsoft Excel. Dos resultados obtidos, verificou-se que o modelo de Verhulst pode ser escolhido para estimar os dados populacionais para mais alguns anos.

Referências

BAPTISTA, Alessandra Carreiro. Análise da paisagem e identificação de áreas suscetíveis a movimentos de massa na APA Petrópolis - RJ: subsídio ao planejamento urbano. 2005. 96f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2005.

BASSANEZI, Rodney Carlos. Ensino-aprendizagem com modelagem matemática: uma nova estratégia. 3. ed. São Paulo: Contexto, 2006.

BASSANEZI, Rodney Carlos. Equações diferenciais com aplicações. São paulo: Harbra, 1988.

BROWN, A. M. A step-by-step guide to non-linear regression analysis of experimental data using a Microsoft Excel spreadsjeet. Computer Methods and Programs in Biomedice, Champaing, v. 65, n. 7, p. 191-200, 2001.

CÂMARA, G. B. R. da. A Cidade Imperial: Elevação de Petrópolis a cidade; o papel do Coronel Veiga. In: BARRETO, Fernando. Geopolítica dos Municípios – Petrópolis: cem anos de cidade 1857-1957. p. 67-77. Rio de Janeiro, 1958.

CORRAR, L. J.; THEÓPHILO, C. R. Pesquisa operacional para decisão em contabilidade e administração: contabilometria. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

COUTINHO, Eliane dos Santos de Souza. A Dinâmica Populacional do Pirarucu (Arapaima gigas) na reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá (RDSM), Amazônia. 2008. 220 f. Tese (Doutorado em Modelagem Computacional) – Programa de Pós-Graduação em Modelagem Computacional, Laboratório Nacional de Computação Científica, Petrópolis, 2008.

ESTEVES, Eduardo. Regressão não-linear utilizando a ferramenta Solver® do Microsoft Excel®. Tecnovisão, Série Electrónica, v. 18, p. 1-3, jun. 2008.

GONÇALVES, L. F. H.; GUERRA, A. J. T. Movimento de massas na cidade de Petrópolis (Rio de Janeiro). In: GUERRA, A. J. T.; CUNHA, S. P. (Eds.). Impactos ambientais urbanos no Brasil. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, p. 189-252, 2001.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Estado do Rio de Janeiro: Censo Demográfico. Rio de Janeiro. 1955. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/67/cd_1950_v23_t1_rj.pdf. Acesso em: 26 nov. 2018.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico de 1960: Rio de Janeiro.1960. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/68/cd_1960_v1_t11_rj.pdf. Acesso em: 26 nov. 2018.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico: Rio de Janeiro. 1970. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/69/cd_1970_v1_t16_rj.pdf. Acesso em: 26 nov. 2018.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico: Dados Gerais – Instrução – Migração – Instrução – Fecundidade – Mortalidade. Rio de Janeiro. 1983. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/72/cd_1980_v1_t4_n18_rj.pdf. Acesso em: 26 nov. 2018.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico 1991: Resultado do Universo relativos às características da população e dos domicílios. Rio de Janeiro. 1991. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/82/cd_1991_n20_caracteristicas_populacao_domicilios_rj.pdf. Acesso em: 26 nov. 2018.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico 2000. Rio de Janeiro. 2000. Disponível em: https://ww2.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/censo2000/universo.php?tipo=31o/tabela13_1.shtm&paginaatual=1&uf=33&letra=P. Acesso em: 26 nov. 2018.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Sinopse do Censo Demográfico 2010. Rio de Janeiro. 2010. Disponível em: https://censo2010.ibge.gov.br/sinopse/index.php?uf=33&dados=). Acesso em: 26 nov. 2018.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Estimativas da População. Estimativas da população residente no Brasil e unidades da federação com data de referência em 1º de julho de 2018. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/populacao/9103-estimativas-de-populacao.html?=&t=downloads. Acesso em: 26 nov. 2018.

LAPPONI, Juan Carlos. Estatística usando Excel. 4. ed. Rio de Janeiro: Elsevier. 2005.

RAGSDALE, C. T. Modelagem e análise de decisão. Cengage Learning, 2009.

Publicado
2019-07-01
Seção
Matemática Pura e/ou Aplicada