Modelos genotípicos de polimorfismo em lagartos Uta stansburiana baseados no jogo pedra-papel-tesoura

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35819/remat2024v10iespecialid7085

Palavras-chave:

polimorfismo, lagarto-de-mancha-lateral, teoria dos jogos, dinâmica de populações, modelos discretos

Resumo

Nas populações de lagartos Uta stansburiana ocorre um notável polimorfismo de coloração nas gargantas, com tons de laranja, amarelo e azul. Esses fenótipos são determinados por dois alelos que correspondem, cada um, a uma das possíveis cores e seguem uma relação de dominância. Dois modelos, um não espacial e outro espacial, foram desenvolvidos para analisar as interações comportamentais desses fenótipos por meio de um jogo pedra-papel-tesoura e levando em conta também os possíveis genótipos. Com o modelo não espacial foram encontrados cenários em que a coexistência dos três fenótipos era estável e em que era instável, enquanto os resultados do modelo espacial foram próximos desses equilíbrios de coexistência. Notou-se ainda uma forte influência do tamanho da vizinhança nos resultados do modelo espacial, no qual vizinhanças maiores geraram resultados menos oscilatórios e mais próximos do equilíbrio do modelo não espacial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Cargnelutti Rossato, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas, SP, Brasil

Marcus Aloizio Martinez de Aguiar, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas, SP, Brasil

Referências

BARRETO, W. P. Teoria de jogos e genética de populações: um estudo de dinâmica de populações guiado por competição e cooperação entre indivíduos polimórficos. Orientador: Marcus Aloizio Martinez de Aguiar. 2017. 75 f. Tese (Doutorado em Ciências) - Instituto de Física Gleb Wataghin, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2017. DOI: https://doi.org/10.47749/T/UNICAMP.2017.991872.

FORD, E. B. Polymorphism. Biological Reviews. v. 20, n. 2, p. 73-88, 1945. DOI: https://doi.org/10.1111/j.1469-185X.1945.tb00315.x.

HAMMERSTEIN, P.; SELTEN, R. Game theory and evolutionary biology. In: AUMANN, R. J.; HART, S. (ed.). Handbook of game theory with economic applications. [S. l.]: Elsevier, 1994. v. 2, p. 929-993. Disponível em: https://EconPapers.repec.org/RePEc:eee:gamchp:2-28. Acesso em: 27 jun. 2024.

HOEKSTRA, A. G.; KROC, J.; SLOOT, P. M. A. (ed.). Simulating complex systems by cellular automata. [S. l.]: Springer, 2010.

MISTRO, D. C. Modelos para dispersão de abelhas africanizadas: um zoom matemático. Orientador: Wilson Castro Ferreira Jr. 1998. 182 f. Tese (Doutorado em Matemática Aplicada) - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1998. DOI: https://doi.org/10.47749/T/UNICAMP.1998.133460.

SINERVO, B.; LIVELY, C. M. The rock–paper–scissors game and the evolution of alternative male strategies. Nature. v. 380, n. 6571, p. 240-243, 1996. DOI: https://ui.adsabs.harvard.edu/link_gateway/1996Natur.380..240S/doi:10.1038/380240a0.

SINERVO, B.; MILES, D. B.; FRANKINO, W. A.; KLUKOWSKI, M.; DENARDO, D. F. Testosterone, endurance, and Darwinian fitness: natural and sexual selection on the physiological bases of alternative male behaviors in side-blotched lizards. Hormones and Behavior. v. 38, n. 4, p. 222-233, 2000. DOI: https://doi.org/10.1006/hbeh.2000.1622.

Downloads

Publicado

2024-07-01

Como Citar

ROSSATO, M. C.; AGUIAR, M. A. M. de. Modelos genotípicos de polimorfismo em lagartos Uta stansburiana baseados no jogo pedra-papel-tesoura. REMAT: Revista Eletrônica da Matemática, Bento Gonçalves, RS, v. 10, n. especial, p. e4007, 2024. DOI: 10.35819/remat2024v10iespecialid7085. Disponível em: https://periodicos.ifrs.edu.br/index.php/REMAT/article/view/7085. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê: Modelagem Computacional em Ciência e Tecnologia