A #REDE FEDERAL É 10! Uma proposta de unidade didática com o gênero entrevista na aula de língua portuguesa

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35819/tear.v11.n1.a5610

Resumo

Resumo: Neste trabalho propomos uma unidade didática (UD) voltada para turmas de 1º ano do ensino médio de Institutos Federais (IFs), partindo da percepção de que muitos estudantes, especialmente os calouros, desconhecem as possibilidades institucionais de envolvimento em atividades que compõem o tripé fundamental do IFs: ensino, pesquisa e extensão. Nesses termos, os objetivos da UD são possibilitar que os alunos ingressantes conheçam as oportunidades acadêmicas existentes, bem como documentar experiências bem-sucedidas de estudantes pela sua participação em projetos. Para isso, propomos a produção de entrevistas a serem publicadas em perfis oficiais das instituições. As seguintes etapas compõem a UD: leitura de notícias, reportagens e entrevistas que abordem casos de sucesso de estudantes de IFs; reflexão linguística sobre a retextualização da fala de entrevistados; realização de uma entrevista oral conjunta com estudante participante de algum projeto institucional para posterior transposição para a escrita; oficina de retextualização e transcrição de trechos da entrevista;  escolha de estudantes a serem entrevistados, elaboração de e-mail de convite e planejamento da entrevista; realização da entrevista; escrita, reescrita e envio para publicação em perfis institucionais oficiais. Espera-se por meio desta UD oportunizar a implementação de uma aula de Língua Portuguesa que vá além da mera aprendizagem da escrita como tarefa escolar para seu uso como forma de participação e construção de conhecimentos significativos. 

Palavras-chave: Unidade didática. Gêneros do discurso. Entrevista. Aula de Língua Portuguesa.

Biografia do Autor

Ana Paula Seixas Vial, UFRGS

Doutoranda em Linguística Aplicada no Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), mestra (2017), licenciada em Letras - Português e Inglês (2015) e licencianda em Ciências Sociais pela mesma instituição. Realizou intercâmbio acadêmico na Universidade Nova de Lisboa (2013). Participou do Programa de Desenvolvimento Profissional para Professores de Língua Inglesa (PDPI) na Michigan State University (EUA), promovido pela CAPES/Fulbright, em 2018. É professora concursada de língua inglesa na Rede Municipal de Ensino de Porto Alegre (RS) desde 2016. Atuou como voluntária em apoio o Núcleo Gestor da Rede Andifes Idiomas sem Fronteiras em 2020. Tem interesse nas seguintes áreas de pesquisa: formação de professores, ensino de línguas, materiais didáticos.

Andréia Kanitz, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, Brasil

É graduada em Letras - Português/Latim pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2010). Possui mestrado em Letras/Linguística Aplicada pela mesma universidade (2013). Ao longo de sua formação acadêmica, atuou como monitora das disciplinas curriculares obrigatórias de Morfologia e Sintaxe (2006 a 2007) e, pelo período de três anos (2007/2-2010/1), como bolsista de Iniciação Científica pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq-UFRGS) na área de Linguística Aplicada. Durante o mestrado, foi bolsista CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). Atuou na educação básica pública e privada (municipal e estadual) de 2009 a 2016. Em 2016, ingressou na rede federal de ensino técnico e tecnológico, onde atualmente é docente da área de Letras - Língua Portuguesa/Literatura do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) - Campus Bento Gonçalves. Atua no curso superior em Letras, ministrando disciplinas de Morfologia e Sintaxe. Possui interesse pelos seguintes temas: ensino de língua materna, ensino e aprendizagem de escrita e produção conjunta de conhecimento. 

Downloads

Publicado

2022-06-30

Como Citar

VIAL, A. P. S.; KANITZ, A. A #REDE FEDERAL É 10! Uma proposta de unidade didática com o gênero entrevista na aula de língua portuguesa. #Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia, Canoas, v. 11, n. 1, 2022. DOI: 10.35819/tear.v11.n1.a5610. Disponível em: https://periodicos.ifrs.edu.br/index.php/tear/article/view/5610. Acesso em: 4 dez. 2022.