Investigação da atenção do estudante: o uso da realidade virtual no ensino de computação

  • Andreia Solange Bos Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
  • Michelle Câmara Pizzato IFRS (Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul)
  • Milton Antônio Zaro UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul)

Resumo

Resumo: Esta pesquisa explora os resultados de atenção e meditação em estudos teste realizados com leituras de texto e com experimentos em um museu de realidade virtual que emprega diversas tecnologias, como imagens, vídeos, reconstruções 3D etc. São apresentados os critérios de imageabilidade, interatividade, navegabilidade, personalização e comunicação com o chatterbot. Os resultados das análises estatísticas do estado de atenção do estudante são investigados e o impacto da realidade virtual analisado. Evidencia-se vantagem no potencial educacional incorporando complexas construções 3D em um Mundo Virtual imersivo. Este artigo contribui para a compreensão dos estímulos de atenção no impacto educacional com realidade virtual. Assim sendo, conclusões têm um impacto mais amplo e podem ser generalizadas para serem relevantes após as investigações concluídas.

Palavras-chave: Realidade virtual. Estados de atenção. Impacto Educacional.

Biografia do Autor

Andreia Solange Bos, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Especialista em Informática na Educação- Informática

Michelle Câmara Pizzato, IFRS (Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul)

Possui graduação em Química Licenciatura pela Universidade Federal do Rio
Grande do Sul (1998), mestrado em Ensino de Ciências (Modalidade Química)
pela Universidade de São Paulo (2002) e doutorado em Ensino de Ciências
pela Universidad de Burgos (2010). Atualmente é professora do Instituto
Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, Campus
Porto Alegre. Tem experiência na área de Educação em Ciências, com ênfase
em Didática e Epistemologia das Ciências, atuando principalmente nos
seguintes temas: formação de professores, idéias dos alunos, ensino de
química, história e filosofia das ciências e concepções e práticas docentes.

Milton Antônio Zaro, UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul)

Graduação em Física. Possui mestrado em Engenharia de Minas, Metalúrgica e de Materiais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1977) e doutorado em Engenharia de Minas, Metalúrgica e de Materiais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1992). Pós-doutorado em Eng. Mecânica pela UFSC, 1993. Atualmente é coordenador do lab. de pesquisa em biomecânica - IBTeC - Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefatos. Tem experiência na área de Engenharia Biomédica, com ênfase em
Engenharia Biomédica, atuando principalmente nos seguintes temas: biomecânica, biomecânica; instrumentação; bioengenharia, ensino em engenharia., termografia e aquisição e processamento matemático de dados. Também é professor convidado do PGIE, Pós-Grad. em Informática na
Educação, onde orienta atualmente 8 alunos de doutorado.

Publicado
2019-12-04