Implementação de ações inclusivas para surdos: promovendo acesso e permanência com base nos princípios de equidade educacional

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35819/tear.v13.n1.a7198

Resumo

A inclusão de alunos surdos no sistema educacional é um desafio global que requer ações e práticas baseadas nos princípios da equidade. O objetivo desse artigo é apresentar iniciativas do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) voltadas para promover o acesso, a permanência e o êxito de estudantes surdos. No que diz respeito à metodologia, optamos pela abordagem qualitativa e descritiva. Dentro do contexto da inclusão desses alunos, as discussões subjacentes ao objetivo principal destacam a necessidade de recursos de acessibilidade adequados, bem como políticas institucionais que garantam a igualdade de oportunidades para todos os alunos. Ao adotar uma perspectiva centrada na equidade educacional, as instituições de ensino podem desempenhar um papel crucial na promoção da inclusão e na defesa dos direitos dos alunos surdos à educação de qualidade. O estudo contribui para o avanço do conhecimento sobre estratégias eficazes de inclusão e enfatiza a importância de políticas e práticas educacionais que reconheçam e valorizem a diversidade.

Palavras-chave: Ações Inclusivas. Instituto Federal. Surdos. Equidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabiane Lima Cigognini, IFRS

Doutoranda em Educação - PPGEdu da Universidade de Passo Fundo. Mestra em Educação pelo Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade de Passo Fundo e graduada em Pedagogia pela mesma Universidade (2010). Possui Pós-graduação em Docência e Tradução/interpretação em Língua Brasileira de Sinais. É professora do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS). Integrante do Núcleo Docente Estruturante do Curso Superior de Licenciatura em Letras - Português do IFRS. Colaboradora da Comissão de Estudos surdos do IFRS. Atualmente trabalha na área da Educação, nos seguintes temas: Educação Infantil, Educação de Surdos, Inclusão e Didática Geral. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas Educação e Formação de Professores - GEFor, do(a) Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul.

Francinei Rocha Costa, IFRS

Doutorando em Linguística e Mestre em Linguística pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Possui pós-graduação da Especialização Lato Sensu em Língua Brasileira de Sinais Docência. Graduado em Letras/Libras, Habilitação Licenciatura em Língua Brasileira de Sinais pela Universidade Federal de Santa (UFSC). (CES) Comissão de Estudo Surdos do IFRS e se caracteriza como um grupo que se constitui de profissionais da Libras - Língua Brasileira de Sinais, em que se apresenta e discute pautas voltadas sobre acessibilidade, ensino, pesquisa e demais atividades relacionadas a área e grupo de Trabalho Processos Seletivos e Concursos Acessíveis para Surdos. Coordenador do Projeto de Extensão: Glossário Terminológico de Libras usados em atividades dos cursos de Agronomia, Agropecuária - IFRS. Coordenador do Projeto de Pesquisa Terminologia da LIBRAS: Coleta e Registro de sinais e termos institucionais do IFRS; desenvolve pesquisas no campo de Linguística de Libras - IFRS. Professor de LIBRAS, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - IFRS

Downloads

Publicado

2024-07-09

Como Citar

CIGOGNINI, F. L.; ROCHA COSTA, F. Implementação de ações inclusivas para surdos: promovendo acesso e permanência com base nos princípios de equidade educacional. #Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia, Canoas, v. 13, n. 1, 2024. DOI: 10.35819/tear.v13.n1.a7198. Disponível em: https://periodicos.ifrs.edu.br/index.php/tear/article/view/7198. Acesso em: 14 jul. 2024.