Centro de vivências lúdicas - oficina pedagógica (CVLOP): pressupostos para a formação continuada de professores e o brincar em sala de aula

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35819/tear.v11.n1.a5872

Resumo

Resumo: Este artigo tem como objetivos: i) identificar as contribuições da formação continuada lúdica de professores para o brincar em sala de aula, na perspectiva dos professores formadores do Centro de Vivências Lúdicas – Oficina Pedagógica, ii) ressaltar a necessidade de vivências lúdicas na formação continuada de professores e iii) discutir os pressupostos para a formação continuada lúdica de professores.  O estudo foi realizado a partir de pesquisa bibliográfica para o embasamento teórico e de questionário proposto no Google Forms. A principal questão discutida neste estudo é: quais aspectos identificados na formação continuada lúdica proposto pelo Centro de Vivências Lúdicas – Oficina Pedagógica contribui para o brincar em sala de aula? Os principais referenciais teóricos que fundamentam esta discussão são: Bondioli (1996), Chateau (1987), Contreras (2012), Curado Silva (2018), Huizinga (2010), Lavoura e Ramos (2020), Rodari (2010) e Vigotski (2003; 2021). O artigo está organizado nas sessões: Conhecendo o Centro de Vivências Lúdicas – Oficina Pedagógica, Pressupostos para a Formação Continuada Lúdica e o Brincar, Percurso Metodológico, Análise e Discussão dos Dados e Considerações Finais.  A partir das informações obtidas, definiu-se três categorias: 1. A vivência de uma formação continuada lúdica; 2. A possibilidade de transposição da ludicidade na formação continuada para a prática pedagógica em sala de aula e 3. Intencionalidade pedagógica definida na formação continuada lúdica e para o brincar. Os dados indicam que é possível realizar a formação docente numa perspectiva lúdica e que contribui para o brincar em sala de aula.

Palavras chave: Lúdico. Jogo. Brincar. Brincadeira. Formação continuada lúdica.

Biografia do Autor

Deise Avelina Felipe Saraiva, UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA

Doutoranda em Educação na Linha de Pesquisa Profissão Docente, Currículo e Avaliação - PDCA, vinculada ao programa de Pós Graduação da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília - PPGE/FE/UnB, Campus Universitário Darcy Ribeiro. Mestrado em Educação (2005) e Pós Graduada em Formação de Professores (2002) pela Universidade de Brasília (UnB). Pós Graduada em Educação Especial (1999) e Graduação em Pedagogia (1997) pela Universidade Católica de Brasília (UCB). Integra o grupo de pesquisa GEPFAPe - Grupo de estudos e Pesquisas sobre Formação e Atuação de Professores/Pedagogos. Professora da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF). dafsvideos@gmail.com

Kátia Augusta Curado Pinheiro Cordeiro da Silva, Universidade de Brasília

Doutorado em Educação (2008) e Mestrado em Educação (2001) pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Graduada em Pedagogia (1988) pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Professora Associada - DE da Universidade de Brasília - UnB no Departamento de Administração e Planejamento - PAD da Faculdade de Educação e no Programa de Pós-graduação em Educação. Desenvolve e orienta pesquisas na área de Formação de Professores. Coordena o grupo de pesquisa GEPFAPe - Grupo de Pesquisa sobre Formação e Atuação de Professores/Pedagogos. Pós-doutorado (2016) na Universidade de Campinas/Faculdade de Educação (UNICAMP) sob a supervisão do professor Dr. Luiz Carlos de Freitas. Coordenadora do GT-08 - Formação de professores da Anped. Pesquisadora Produtividade do CNPq.

Downloads

Publicado

2022-06-30

Como Citar

AVELINA FELIPE SARAIVA, D.; CURADO PINHEIRO CORDEIRO DA SILVA, K. A. Centro de vivências lúdicas - oficina pedagógica (CVLOP): pressupostos para a formação continuada de professores e o brincar em sala de aula. #Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia, Canoas, v. 11, n. 1, 2022. DOI: 10.35819/tear.v11.n1.a5872. Disponível em: https://periodicos.ifrs.edu.br/index.php/tear/article/view/5872. Acesso em: 4 dez. 2022.