Perspectivas sobre o uso de metodologias ativas no contexto da cultura digital

  • Maiara Lenine Bakalarczyk Corrêa Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS
  • Cintia Inês Boll Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Resumo

Resumo: Frente aos desafios atuais da educação em contexto de cultura digital e de sociedade da informação, é importante pensar sobre as abordagens metodológicas utilizadas em sala de aula de modo a oportunizar a formação de um estudante atuante sobre esse contexto social e cultural. Nesse sentido, as metodologias ativas demonstram possibilidades de trabalho onde o estudante pode ter ação autônoma, criativa e exploradora do aprendizado fortalecido pelo suporte do professor enquanto mediador e questionador. O presente artigo se propõe a explorar perspectivas quanto ao uso dessas metodologias ativas diante do cenário cultural atual, refletindo sobre cultura, cada dia mais também digital, e sobre as relações feitas entre os termos ‘metodologias ativas’ e ‘aprendizagem ativa’, a partir do questionamento sobre a sua relevância pedagógica e as discussões existentes entre as metodologias e o momento social/cultural em que se vive. Em reflexão referente a isso, percebe-se o uso dessas metodologias enquanto possibilidade de fornecer um espaço mais atuante para o estudante, que é um ser naturalmente ativo, em sala de aula e trabalhar com diferentes metodologias favorecendo as várias habilidades presentes nos estudantes de uma turma.

Palavras-chave: Metodologias ativas. Cultura digital. Ensino.

Biografia do Autor

Maiara Lenine Bakalarczyk Corrêa, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Professora do estado do Rio Grande do Sul. Licenciada em Ciências Biológicas. 

Mestranda em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde pela UFRGS.

Cintia Inês Boll, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Pedagoga, Mestre e Doutora em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Publicado
2019-12-04