Panorama das teorias de aprendizagem utilizadas nas pesquisas em ensino de física para deficientes visuais e os produtos educacionais da área

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35819/tear.v10.n1.a4814

Resumo

Resumo: Este trabalho buscou investigar quais teorias de aprendizagem são utilizadas nas pesquisas atuais em ensino de física, na área de inclusão, especificamente no que se refere à deficiência visual, bem como apresentar os tipos de recursos didáticos produzidos nestes trabalhos. Com esse propósito, realizou-se uma pesquisa de abordagem qualitativa, de caráter bibliográfico e do tipo estado da arte acerca de pesquisas que abordam as referidas temáticas. Foram analisados os artigos com classificações A1, A2, B1 e B2 publicados na Plataforma Sucupira, as dissertações do Mestrado Nacional Profissional de Ensino de Física e o banco de teses e dissertações da CAPES de 2015 a 2019. Foram encontrados 26 trabalhos, avaliados segundo o método de análise de conteúdo de Bardin, com destaques aos seguintes aspectos: metodologia, conteúdos, produto educacional e teorias de aprendizagem utilizados em cada trabalho. Constatou-se que os artigos, de maneira geral, não trazem embasamento teórico em teorias de aprendizagem, e que a maioria das teses e dissertações pesquisadas se baseia na corrente cognitivista de aprendizagem, com enfoque no sociointeracionismo de Vygotsky. Foi possível perceber também a necessidade de se ampliar as pesquisas em ensino para deficientes visuais em física, de se levar em conta outros sentidos que não o tátil para a produção de material didático, além de que tais pesquisas possam ser desenvolvidas pautadas em fundamentos teóricos de aprendizagem.

Palavras-chave: Teorias de aprendizagem. Educação inclusiva. Deficientes visuais. Ensino de física. 

Biografia do Autor

Camila Maria Sitko, UFPR

Docente no Programa de Pós Graduação em Educação em Ciências e Matemática - Unifesspa e Técnica de Laboratório de Física - UFPR.

Narciso das Neves Soares, UNIFESSPA

Prof. Adjunto IV da UNIFESSPA, lotado no curso de Matemática do Campus de Marabá da UNIFESSPA(antes Campus da UFPA), desde 1993. Professor Permanente do Curso de Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física - MNPEF e Prof. Permanente do Mestrado Acadêmico do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática - PPGECM, ambos na Unifesspa.

Downloads

Publicado

2021-07-05