A educação CTS e os processos de formação e atuação docente em ciências: uma revisão bibliográfica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35819/tear.v10.n1.a4570

Resumo

Resumo: Este artigo teve como foco identificar e analisar pesquisas sobre a formação e as práticas docentes de professores de Ciências e a Educação Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS). A abordagem metodológica é qualitativa, sendo um trabalho de revisão bibliográfica composto pela investigação de dissertações e teses da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações (BDTD) do IBICT (Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologias), iniciando-se com uma busca temática das palavras-chave “formação de professores”, “CTS” e “prática”. Os trabalhos foram analisados de acordo com a Análise Textual Discursiva, com duas categorias estabelecidas, a priori, denominadas: (1) Possibilidades e desafios da abordagem CTS no processo de formação continuada; (2) Desenvolvimento das práticas docentes com orientação CTS na Educação Básica. Os resultados encontrados contribuem com a ideia de inserção de diversas possibilidades para o processo de formação continuada e nos direcionam para o desenvolvimento de novas práticas pedagógicas na educação básica, com o intuito de inter-relacioná-las com o enfoque CTS. A falta de formação docente sobre CTS é um dos destaques dos trabalhos de pesquisa, o que implica diretamente nos discursos, compreensões e ações, a qual limita a prática docente voltada para esse enfoque.

Palavras-chave: Prática docente. Formação continuada. CTS.

Biografia do Autor

Daiane Kist, Universidade Federal da Fronteira Sul

Especialista em Metodologia do Ensino de Biologia e Química e Mestranda em Ensino de Ciências. Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS).

Sinara München

Doutora em Educação em Ciências. Docente na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS).

Downloads

Publicado

2021-07-05