Saberes indígenas sobre os céus: astronomia cultural em documentos educacionais brasileiros

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35819/tear.v9.n2.a4518

Resumo

Resumo: O objetivo deste trabalho é analisar o espaço ocupado por saberes sobre os céus indígenas em documentos educacionais nacionais e do estado do Amazonas. A metodologia tem abordagem qualitativa e os documentos selecionados para análise foram: Parâmetros Curriculares Nacionais, Base Nacional Comum Curricular, Propostas Curriculares do Estado do Amazonas e Referencial Curricular Nacional para as Escolas Indígenas. Para análise desses documentos utilizamos a Análise de Conteúdo. Os resultados mostram que, dos documentos analisados, somente o Referencial Curricular Nacional para as Escolas Indígenas, documento específico para essas culturas, apresenta explicitamente elementos a respeito dos saberes sobre os céus indígenas. Nos outros documentos, a abordagem específica de saberes indígenas sobre os céus é pouco recorrente. Em se tratando das Propostas Curriculares do Estado do Amazonas, a falta desses temas é preocupante. No estado com o maior número de pessoas autodeclaradas indígenas no país, a abordagem de temas relacionados aos saberes sobre os céus indígenas ressaltaria a importância da valorização dos conhecimentos produzidos por esses povos. A falta dessa abordagem pode contribuir para naturalizar um currículo que apresenta predominantemente a cultura dominante. A pouca representatividade da cultura indígena nos currículos, consequentemente, promove a manutenção de livros didáticos nessa mesma perspectiva.

Palavras-chave: Currículo. Cultura Indígena. Diversidade cultural.

Biografia do Autor

Márdila Alves Bueno, Secretaria de Educação do Estado do Amazonas - SEDUC

Professora de Matemática e Física, Mestra em Ensino de Ciências e Humanidades (PPGECH) pela Universidade Federal do Amazonas

Elrismar Auxiliadora Gomes Oliveira, Universidade Federal do Amazonas

Pesquisadora e docente do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Humanidades da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e do curso de Licenciatura em Ciências, Matemática e Física pela mesma universidade.

 

 

Marta de Souza Rodrigues, Universidade Federal de São Paulo

Doutoranda do Programa Interunidades em Ensino de Ciências da Universidade de São Paulo (PIEC/USP).

Eulina Maria Leite Nogueira, Universidade Federal do Amazonas

Pesquisadora e docente do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Humanidades da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e do curso de Licenciatura Pedagogia na mesma universidade.

Downloads

Publicado

2020-12-08