Quem decide sobre controvérsias científicas? Uma análise das percepções de licenciandos em ciências sobre participação social e modelos decisórios em ciência e tecnologia

Autores

  • Loryne Viana Oliveira Instituto Federal de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.35819/tear.v9.n1.a3989

Resumo

Resumo: A complexidade de decisões públicas envolvendo ciência e tecnologia – C&T é um desafio para a garantia de participação social em questões altamente especializadas. Em geral, a população reconhece a importância de regulações e controle social sobre C&T. Mas como tal participação deve ocorrer? Modelos decisórios adotados para tais questões são indicadores da concepção de ciência e da necessidade de participação social no fechamento de controvérsias científicas. Com objetivo de compreender como licenciandos em ciências enxergam essas questões, o artigo propõe, através do emprego da análise textual discursiva, apresentar as percepções emergentes no discurso dos licenciandos de cursos de Biologia, Química e Física que participaram de um curso sobre as inter-relações ciência, tecnologia e sociedade. As categorias de análise foram duas: racionalidade científica e modelos decisórios. Os discursos emergentes deixam claro que o grupo separa controvérsias em dois grupos: as demasiado técnicas para que haja participação social, e as que envolvem questões morais mais pronunciadas, as quais deveriam acatar a participação social.

Palavras-chave: Formação docente. Controvérsias Científicas. Educação Científica.

Downloads

Publicado

2020-07-02