Controvérsias sociocientíficas como forma de promover os eixos da alfabetização científica

Autores

  • Carla Krupczak Universidade Federal do Paraná
  • Leonir Lorenzetti Universidade Federal do Paraná
  • Joanez Aparecida Aires Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.35819/tear.v9.n1.a3820

Resumo

Resumo: É consenso que um dos objetivos do ensino de ciências é a alfabetização científica (AC), a qual é composta de três eixos: o entendimento dos conceitos científicos, a percepção de como tais conhecimentos são construídos e a compreensão das relações entre a ciência, a tecnologia e a sociedade. No entanto, o desafio é encontrar formas de desenvolver todos esses eixos da AC nos estudantes. Uma das maneiras de alcançar esse propósito pode ser por meio de atividades de discussão sobre controvérsias sociocientíficas (CSC). Dessa forma, o objetivo deste trabalho teórico é compreender como as CSC podem estimular a AC em cada um de seus três Eixos Estruturantes. A literatura indica, em diversas pesquisas, que cada um dos eixos da AC pode ser desenvolvido em uma atividade com CSC, confirmando a potencialidade dessas no desenvolvimento de cidadãos críticos. Neste trabalho são apresentados exemplos representativos da diversidade de atividades que podem ser realizadas por meio das CSC, as quais têm potencial para desenvolver os eixos da AC, bem como estimular os professores a mudar sua prática pedagógica e pensar em formas de incluir a AC em suas aulas.

Palavras-chave: Alfabetização Científica. Controvérsias Sociocientíficas. Eixos Estruturantes.

Biografia do Autor

Leonir Lorenzetti, Universidade Federal do Paraná

Graduado em Ciências pela Universidade do Contestado, mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina e doutor em Educação Científica e Tecnológica pela mesma instituição. Atualmente é professor da Universidade Federal do Paraná. 

Joanez Aparecida Aires, Universidade Federal do Paraná

Graduada em Química pela Universidade do Contestado, mestra em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina e doutora em Educação Científica e Tecnológica pela mesma instituição. Atualmente é professora associada da Universidade Federal do Paraná. 

Downloads

Publicado

2020-07-02