Educação em contexto de cultura digital: potências pedagógicas e possibilidades de visibilidade para o conhecimento científico escolar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35819/tear.v8.n2.a3570

Resumo

Resumo: O artigo tem por objetivo apresentar considerações relacionadas à cultura digital, seus desafios e possibilidades na Educação. O recorte principal desta produção é o potencial pedagógico de um trabalho apoiado pelas mídias, pelas linguagens e convergências digitais em direção à construção do conhecimento na perspectiva ética-estética dessa relação. O tensionamento é provocado com contribuições de autores como Pierre Lévy, Massimo Canevacci, Henry Jenkins, Martha Marandino, Myriam Krasilchik, entre outros estudiosos desse mundo da educação, comunicação e cultura digital. O trabalho conclui que o contexto amplificado e convergente da cultura digital pode ser visto sob uma perspectiva que o entenda como um aliado da escola, não somente no acesso à informação e ao conhecimento, mas um mobilizador de propostas participativas de educação, em oposição a uma educação bancária, que ressignifica as relações, visibiliza as construções da escola, o conhecimento científico escolar e viabiliza a formação de um sujeito autor, colaborador, comunicador, ético e cidadão também em contexto digital.

Palavras-chave: Educação. Ensino de Ciências. Cultura da convergência.

Biografia do Autor

Luciana Domingues Ramos, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Estudante do Mestrado Educação em Ciências: Química da vida e saúde - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 

Pós Graduação em Mídias na Educação - CINTED-UFRGS-MEC (2011) Possui graduação em Biologia pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (2005). Tem experiência em Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: Alfabetização, Tecnologia Educacional, Informática Educativa e Cinema Estudantil. Tem experiência no uso de Mídias Digitais em projetos de aprendizagem na Educação Básica. Atuou no Núcleo de Educação Audiovisual da Secretaria Municipal de Educação de São Leopoldo. Possui experiência na área de cinema estudantil na Educação Básica. 

Cíntia Inês Boll, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Pedagoga, Mestre e Doutora em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul-UFRGS, na linha de Pesquisa de Educação, Arte, Linguagem e Tecnologia. Diretora do Departamento de Cursos e Políticas da Graduação- DCPGRAD-UFRGS. Líder do Grupo de Pesquisa CNPq, LELIC - Laboratório de Estudos em Linguagem Interação Cognição/Criação, na linha de Pesquisa PROVIA: Comunidades Virtuais de Aprendizagem.

Downloads

Publicado

2019-12-04