Ensino de língua portuguesa, Lei 11.645/08 e novas tecnologias da informação e comunicação: uma proposta pedagógica antirracista para o ensino on-line

Autores

  • Alex Santana França Universidade Estadual de Feira de Santana

DOI:

https://doi.org/10.35819/linguatec.v5.n2.4255

Resumo

A utilização de recursos tecnológicos no ensino é uma longa e antiga discussão na área da Educação, o que, desde sempre exigiu maior aprofundamento e cuidado, mas que, certamente o recente cenário de distanciamento social resultante da pandemia mundial de Covid-19, acelerou / atropelou o processo de aplicação desses recursos digitais nas diferenciadas instituições de ensino, público e privado, básico, tecnológico e universitário para a manutenção de atividades pedagógicas à distância. Entretanto, no contexto brasileiro, essa situação expôs ainda mais a segregação étnica, social e cultural, que também afeta a educação. Diante disso, pretende-se no presente artigo apresentar estratégias pedagógicas, baseadas em teorias da afrocentricidade e do indigenismo, que sigam uma perspectiva antirracista, visando o cumprimento da Lei 11.645/08, e que utilizem ferramentas on-line familiarmente acessadas pelo público em geral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-11-20

Edição

Seção

Artigos Acadêmicos