A emergência de significados sobre o conceito de etnomodelagem durante uma ação formativa de professores de matemática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35819/tear.v10.n2.a5433

Resumo

Resumo: A Etnomodelagem está se consolidando como constructo teórico-metodológico e político na área de Educação Matemática, quando permite a exploração de saberes matematizantes praticados em diferentes grupos sociais (Etnomatemática), normalmente minoritários, em caráter formal — traduzidos por meio de técnicas (Modelagem). As ações pedagógicas fundamentadas nessa abordagem podem permitir a construção de cenários educativos mais críticos envolvendo professores e estudantes. Para que isso se realize, os professores precisam conhecer e refletir sobre esse conceito. O objetivo deste estudo foi investigar os significados da Etnomodelagem que emergiram durante uma ação formativa com professores de Matemática de um município do interior da Bahia. Foi realizada uma ação formativa, em seis encontros, com todos os professores que lecionavam matemática nos anos finais do Ensino Fundamental no município, sendo que o corpus deste artigo é composto de apenas três professores que aceitaram responder a uma entrevista semiestruturada abordando aspectos da formação. Para análise dos dados, foi utilizada a Análise Textual Discursiva (ATD). Desta análise emergiram quatro categorias: processo formativo, docência, currículo e abordagem dialógica, sendo esta última analisada neste artigo. Os resultados apontaram que os professores participantes do processo formativo compreenderam a Etnomodelagem como uma abordagem metodológica que visa principalmente à valorização dos saberes matemáticos locais dos estudantes e da Matemática praticada pelos diversos grupos culturais e sociais aos quais pertencem.

Palavras-chave: Educação Matemática. Etnomodelagem. Formação de professores.

Biografia do Autor

José Lucas Matias de Eça, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB)

Mestre em Educação em Ciências e Matemática, UESC (2020). Especialista em Metodologia do Ensino de Matemática e Física, UNINTER (2017). Especialista em Ensino de Matemática no Ensino Médio, UESB (2017). Graduado em Licenciatura em Matemática, UFRB (2015). Professor da rede municipal de Cairu.

Jurema Lindote Botelho Peixoto, Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC

Doutora em Difusão do Conhecimento pela UFBA, Mestre em Matemática pela UFBA, professora adjunta do Departamento de Ciências Exatas e Tecnológicas da Universidade Estadual de Santa Cruz, professora do Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências e Matemática – PPGECM

Zulma Elizabete de Freitas Madruga, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB

Doutora em Educação em Ciências e Matemática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Professora Adjunta no Centro de Formação de Professores da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Docente permanente do Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências e Matemática da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC).

Downloads

Publicado

2021-12-10

Como Citar

EÇA, J. L. M. de; PEIXOTO, J. L. B.; MADRUGA, Z. E. de F. A emergência de significados sobre o conceito de etnomodelagem durante uma ação formativa de professores de matemática. #Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia, Canoas, v. 10, n. 2, 2021. DOI: 10.35819/tear.v10.n2.a5433. Disponível em: https://periodicos.ifrs.edu.br/index.php/tear/article/view/5433. Acesso em: 2 out. 2022.