Literacia científica: a importância da formação de competências para a popularização e percepção pública de CT&I

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35819/tear.v10.n1.a4902

Resumo

Resumo: Neste trabalho, tomamos a formação científica como objeto de estudo e questionamos como ela está contemplada no Plano Nacional de Educação - 2014-2024. O objetivo deste artigo é abordar a importância desse tipo de formação como estratégia, no ambiente escolar, para a aquisição da literacia científica, contribuindo para a popularização e melhoria da percepção pública da ciência, da tecnologia e da inovação. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, bibliográfica, documental e analítico-descritiva, a qual utiliza-se da técnica de análise de conteúdo. Por meio de uma dimensão quantitativa complementar, é possível relacionar os dados indicadores da qualidade da educação nacional e da percepção pública de ciência e tecnologia no país com competências no domínio da literacia científica. Ainda mais, mostra-nos que o país precisa de uma revisão em sua política nacional de educação, considerando que os resultados dos indicadores revelam o não atingimento das metas estabelecidas. A formação científica deve ser considerada, ao longo de todo o percurso educativo, como uma valiosa ferramenta em prol de uma cidadania crítica e participativa na sociedade do conhecimento, importante processo de preparação para a literacia científica. 

Palavras-chave: Consciência científica. Educação científica na Educação Básica. Literacia.

Biografia do Autor

Cristiane Roque de Almeida, UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS - UFT

Doutoranda no Programa de Pós-graduação em Biodiversidade e Biotecnologia da Rede Bionorte da Amazônia Legal/Polo Tocantins – PPG-BIONORTE/UFT. Mestre em Sociologia pela Universidade Federal de Goiás - UFG. Professora Adjunta no Curso de Direito da UFT.

Emerson Adriano Guarda, Universidade Federal do Tocantins

Doutor em Química Orgânica - UFSM. Professor associado do Programa de Pós-graduação em Biodiversidade e Biotecnologia da Rede Bionorte da Amazônia Legal/Polo Tocantins – PPG-BIONORTE/UFT e do Curso de Engenharia Ambiental da Universidade Federal do Tocantins. Coordenador do Laboratório de Pesquisa em Química Ambiental – LAPEQ/UFT.

Suyene Monteiro da Rocha, Universidade Federal do Tocantins

Doutora em Biodiversidade e Biotecnologia - BIONORTE/UFAM. Mestre em Ciências do Ambiente - UFT. Professora Adjunta no curso de Direito da Universidade Federal do Tocantins. Coordenadora do grupo de pesquisa CNPq: Políticas Públicas Ambientais e Sustentabilidade.

Downloads

Publicado

2021-07-05

Como Citar

ROQUE DE AMEIDA, C.; ADRIANO GUARDA, E. .; MONTEIRO DA ROCHA, S. Literacia científica: a importância da formação de competências para a popularização e percepção pública de CT&I. #Tear: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia, Canoas, v. 10, n. 1, 2021. DOI: 10.35819/tear.v10.n1.a4902. Disponível em: https://periodicos.ifrs.edu.br/index.php/tear/article/view/4902. Acesso em: 15 out. 2021.