Promoção da alfabetização científica (AC): construção, formação e desenvolvimento na prática docente

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35819/tear.v10.n1.a4655

Resumo

Resumo: O presente estudo teve como objetivo analisar as reflexões e entendimentos acerca da Alfabetização Científica que emergem posteriormente a um processo formativo de professores, bem como investigar as propostas didáticas elaboradas nos Planos de Aula (PA) com base nessa formação. Trata-se de uma pesquisa qualitativa que utiliza a pesquisa-ação como metodologia. Para a coleta de dados, foram aplicados questionários e, na sequência, foi ofertado um curso de formação continuada, enfocando a abordagem do tema AC para a prática docente nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. Também, realizaram-se observações in loco em torno das práticas docentes de três professores, que atuam em 4º e 5º anos de escolas públicas da rede municipal de Alegrete-RS. Entre os resultados obtidos, percebeu-se que a formação continuada serviu para que os professores reflexionassem sobre a sua própria prática, provocando mudanças no seu fazer docente. Na construção dos PA, os eixos estruturantes da AC foram incorporados aos objetivos propostos para as aulas. Por fim, nas observações in loco, notou-se o desenvolvimento e a promoção da AC na prática docente, especificamente na prática dos professores P4 e P6. A partir dos resultados obtidos nesta pesquisa, foi possível verificar como a formação continuada é necessária e importante para auxiliar na qualificação do Ensino das Ciências da Natureza nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental.

Palavras-chave: Educação Científica. Formação de professores. Ensino de Ciências.

Biografia do Autor

Rosane Nunes Garcia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutora em Biologia Animal. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde e do Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS

Downloads

Publicado

2021-07-05