A didática profissional (DP) articulada à teoria das situações didáticas (TSD) na formação do professor de matemática no Brasil: o caso de uma situação didática direcionada ao SPAECE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35819/tear.v9.n1.a4025

Resumo

Resumo: Este trabalho enfatiza uma discussão acerca da formação do professor, no cenário educacional brasileiro, através da vertente francesa Didática Profissional, aliada à Teoria das Situações Didáticas. O contributo metodológico da pesquisa apresentou-se através da Engenharia Didática de Formação (ou Engenharia Didática de 2ª geração), criada a partir da Engenharia Didática clássica, todavia voltada exclusivamente para a observação da prática e formação docente. Trata-se de uma reunião de estudos bibliográficos, retirados de trabalhos anteriores, nos quais trataram o mesmo tema, construindo assim um conjunto de aspectos teóricos metodológicos introdutórios de uma futura pesquisa de mestrado. Nesse sentido, tem-se que a Didática Profissional engloba, nesse contexto, a análise profissional do professor, especialmente o de matemática, seja na sala de aula, na escola ou na instituição escolar, bem como suas concepções pragmáticas e epistêmicas que o acompanham ao longo do percurso profissional. Ademais, apresenta-se uma situação didática, elaborada por meio de uma questão, retirada do boletim pedagógico de avaliação de matemática do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará (SPAECE), uma vez que este trabalho pretende utilizar tal exame como parâmetro de concepção da situação didática sugerida. Por fim, explora-se os recursos do software GeoGebra para visualização e manipulação dos elementos gráficos, favorecendo uma melhor compreensão durante o processo de resolução da situação-problema proposta.

Palavras-chave: Didática Profissional. Formação. Ensino. Trabalho.

Biografia do Autor

Aline Maria da Silva Camilo, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará

Mestranda em Ensino de Ciências e Matemática pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará. Professor(a) da Educação Básica da Secretária de Educação do Estado do Ceará. 

Francisco Régis Vieira Alves, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará

Bolsista de Produtividade do CNPQ – PQ2. Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará. Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática da Universidade Federal do Ceará. Docente permanente do Programa de Pós-Graduação do Mestrado Profissional em Educação Profissional Tecnológica. Líder do Grupo de Pesquisa CNPQ Ensino de Ciências e Matemática. 

FRancisca Claudia Fernandes Fontenele, Universidade Estadual Vale do Acaraú

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Ceará. Professora Assistente da Universidade Estadual Vale do Acaraú. 

Downloads

Publicado

2020-07-03