Reformas curriculares para o ensino médio: perspectivas e proposições da Base Nacional Comum Curricular à area de Ciências da Natureza

Autores

  • Eliezer Alves Martins Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde
  • Maira Ferreira Universidade Federal de Pelotas - UFPel

DOI:

https://doi.org/10.35819/tear.v7.n2.a3180

Resumo

Resumo: Este artigo é referente à uma análise documental sobre políticas curriculares para o Ensino Médio, após a promulgação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB/96). Entre os objetivos, destaca-se a análise das três versões da Base Nacional Comum Curricular para o Ensino Médio, buscando discutir os princípios desta política curricular para a área de Ciências da Natureza, as aproximações e os distanciamentos nas diferentes edições do documento, considerando o cenário brasileiro e o modo como grupos e agendas financiam e promovem reformas educacionais no contexto da prática docente. A partir da busca em sites governamentais e de agências privadas, procedeu-se a análise dos documentos empíricos com base na Abordagem do Ciclo de Políticas, referencial metodológico-analítico que leva em consideração os contextos de influência, produção de texto e da prática. Para tal, focalizamos as análises nos contextos de influência e de produção de texto, mostrando que as políticas curriculares são efeitos e resultados de lutas e disputas de poder em contexto. Como resultado, foi observado que a construção das proposições e princípios curriculares sofrem influências de múltiplas agendas nacionais e internacionais. Além disso evidencia-se as relações híbridas de cunho global com proposições e princípios pedagógicos que fundamentam o pensamento neoliberal de superação, de autonomia e de competitividade entre os sujeitos, com temáticas que fragilizam a integração curricular entre os componentes curriculares na área de Ciências da Natureza, ao mitigar possibilidades com outras áreas pelo caráter disciplinar como vem sendo apresentada a política de reforma curricular pela BNCC.

Palavras-chave: Reformas curriculares. Ensino médio. Ciclo de políticas.

 

CURRICULAR REFORMS FOR HIGH SCHOOL: PERSPECTIVES AND PROPOSITIONS OF THE NATIONAL CURRICULUM COMMON CORE TO THE AREA OF NATURAL SCIENCES

Abstract: This paper is about a documentary analysis of curricular policies for High School, after the promulgation of the Law on Guidelines and Bases of National Education (LGBNE/ 96). Among the objectives, we highlight the analysis of the three versions of the National Curriculum Common Core for High School seeking to discuss the principles of this curricular policy for the area of Natural Sciences, approaches and distances in different editions of the document, considering the Brazilian scenario and the way as groups and agendas finance and promote educational reforms in the context of teaching practice. From the search of government websites and private agencies, we analyzed the empirical documents based on the policy cycle approach a methodological-analytical framework that considers the contexts of influence, production of policy text and practice. For this, we focus the analyzes in the contexts of influence and context of policy text production, showing that curricular policies are effects and results of power struggles and disputes in context. As a result, it was observed that the construction of curricular propositions and principles are influenced by multiple national and international agendas. In addition, it is evidencing hybrid relationships of a global nature with pedagogical propositions and principles that support neoliberal thinking about self-improvement, autonomy, and competitiveness among the subjects with thematic aspects that weaken the curricular integration between the curricular components in the area of Natural Sciences, by mitigating possibilities with other areas for the disciplinary character as BNCC curriculum reform policy has been presented.

Keywords: Curricular reforms. High school. Policy cycle.

Biografia do Autor

Eliezer Alves Martins, Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde

Departamento de Bioquímica, área: Ciências em Educação

Maira Ferreira, Universidade Federal de Pelotas - UFPel

Centro de Ciências Químicas, Farmacêuticas e de Alimentos (CCQFA) UFPel 

Programa de Pós Graduação em Ensino de Ciências e Matemática - Mestrado Profissional 

Programa de Pós Gradução em Educação em Ciências Química da Vida e Saúde

Downloads

Publicado

2018-12-06