Diferentes olhares sobre as práticas pedagógicas na Licenciatura em Química: um estudo de caso

Autores

  • Carlos Ventura Fonseca UFRGS
  • Flávia Maria Teixeira dos Santos UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.35819/tear.v7.n1.a2699

Resumo

Resumo: Este trabalho apresenta um estudo de caso sobre a formação docente na área de Química. Os objetivos são identificar e problematizar alguns dos elementos que compõem a estrutura curricular e as práticas pedagógicas de um curso de Licenciatura em Química do Rio Grande do Sul. A pesquisa tem como fonte de dados: as visões de docentes e estudantes do curso, investigadas por meio de questionários que foram respondidos por alunos das etapas finais do curso e docentes do Núcleo Docente Estruturante; o projeto pedagógico do curso e documentos que permitem caracterizar e analisar o caso. As disciplinas foram categorizadas com base na literatura, o que possibilitou a determinação das áreas do conhecimento privilegiadas, em termos de carga horária, na estrutura curricular. Os resultados obtidos revelam uma maior similaridade do curso ao modelo da racionalidade técnica, ainda que de forma hibridizada. As evidências também apontam a necessidade de que haja reformulações curriculares que permitam maior interação dos conhecimentos pedagógicos e educacionais com as especificidades dos conhecimentos químicos, permitindo maiores contribuições do curso para o exercício profissional de seus egressos.

Palavras-chave: Formação Docente em Química. Currículo. Práticas Pedagógicas.

 

 

DIFFERENT LOOKS ON PEDAGOGICAL PRACTICES IN CHEMISTRY TEACHER TRAINING DEGREE: A CASE STUDY

 

Abstract: This paper presents a case study concerning teacher education in the field of Chemistry. The objectives are to identify and problematize some of the elements that make up a curricular structure and the pedagogical practices of the Teacher Training Degree in Chemistry of a federal university located in the state of Rio Grande do Sul – Brazil. The research is built upon the following data: the perspectives of professors and students surveyed through questionnaires answered by students in the final stages of the program and faculty members of the Structuring Faculty Council; the pedagogical plan of the program, as well as documents which enable the characterization and analysis of the case. The disciplines were categorized based on the literature, which allowed the determination of the privileged areas of knowledge in terms of hours in the curricular structure. Results show a greater similarity of the teacher training program to the technical-rationality model, although in a hybridized form. The evidence also points to the need for curricular reformulations that allow greater interaction of pedagogical and educational knowledge with the specificities of the chemical knowledge, allowing greater contributions of the course for the professional exercise of its graduates.

Keywords: Teacher Education in Chemistry. Curriculum. Pedagogical Practices.

 

Biografia do Autor

Carlos Ventura Fonseca, UFRGS

Carlos Ventura Fonseca é professor adjunto da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com atuação no Departamento de Ensino e Currículo (DEC) da Faculdade de Educação (FACED). Possui doutorado em Educação (2014), com tese versando sobre a formação de professores de Química e estruturas curriculares das licenciaturas. Em 2010, obteve o título de mestre em Química, com dissertação desenvolvida na linha de pesquisa Educação em Química. Em 2007, graduou-se em Licenciatura em Química. Toda a formação acadêmica (graduação e pós-graduação) foi realizada na UFRGS. Foi professor da rede estadual e da rede privada de ensino médio do Rio Grande do Sul (2007-2013). Atuou no ensino técnico de nível médio, quando foi professor efetivo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (2013-2017). Tem experiência em docência e pesquisa na área de Educação em Química, atuando principalmente nos seguintes temas: representações sociais, ensino de Química e Ciências, materiais didáticos, formação inicial e formação continuada de professores.

Flávia Maria Teixeira dos Santos, UFRGS

Flávia Maria Teixeira dos Santos é Professora Associada da Faculdade de Educação, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Licenciada em Química pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Formiga (1990), Mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (1996) e Doutora em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (2001). Fez pós-doutorado no Instituto de Educação da Universidade de Londres, de 2011 a 2012. Foi professora da Educação Básica por 13 anos e, desde 2001, atua na educação superior, com experiência na docência e na pesquisa. Foi coordenadora da Coordenadoria das Licenciaturas da UFRGS no período de 2009 a 2011. Coordenou o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência (PIBID) e o Programa de Licenciaturas Internacionais (PLI-CAPES-UC) na UFRGS. É co-editora da Revista Investigações em Ensino de Ciências (IENCI). Seus interesses de pesquisa concentram-se na formação de professores, dinâmica das interações, interações discursivas em sala de aula e ensino-aprendizagem de Química. 

Downloads

Publicado

2018-07-03

Edição

Seção

Seção Livre