A contextualização inicial na oferta de propostas de atividades on-line para o ensino de línguas estrangeiras a distância

Autores

  • Samuel de Carvalho Lima Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte

DOI:

https://doi.org/10.35819/tear.v2.n1.a1767

Resumo

 

Resumo: Diante da realização das práticas sociais através da linguagem mediada por tecnologias digitais, a Linguística Aplicada investiga fenômenos emergentes da interface Linguagem/Ensino/Tecnologia. Levando isso em consideração, este artigo problematiza a presença/ausência da contextualização inicial na oferta de propostas de atividades on-line para o ensino de línguas estrangeiras a distância. Baseando-se no argumento de que as propostas de atividades on-line se revelam uma possibilidade para a oferta do ensino de língua estrangeira (SALMON, 2002; CHAPELLE, 2003; LEFFA, 2008; CERQUEIRA, 2010; LIMA, 2012), metodologicamente, desenvolveu-se uma pesquisa qualitativa e exploratória (PINTO, 1990) de modo a flagrar a contextualização inicial no ensino da compreensão e produção oral em língua inglesa a distância ofertado na licenciatura semipresencial Letras/Inglês da Universidade Federal do Ceará. Como resultados, a contextualização inicial demonstrou-se um elemento opcional e de pouca expressividade: 24,39% das propostas de atividades on-line apresentam-na em sua composição, totalizando apenas 10 das 41 propostas constitutivas do corpus. Como conclusão, argumenta-se, portanto, que a contextualização inicial constitui-se um elemento fundamental para o desenvolvimento da autonomia e flexibilidade, características relevantes para a oferta bem-sucedida do ensino a distância.

Palavras-chave: Propostas de atividades on-line. Ensino de língua estrangeira. Educação a distância.

 

THE INITIAL CONTEXTUALIZATION IN THE OFFERING OF ONLINE ACTIVITIES FOR THE TEACHING OF FOREIGN LANGUAGES THROUGH DISTANCE EDUCATION

Abstract: Faced with the realization of social practices through language mediated by digital technologies, Applied Linguistics investigates emergent phenomena from the interface Language/Teaching/Technology. Taking this into consideration, this paper discusses the presence/absence of the initial contextualization in the offering of online activities for the teaching of foreign languages through distance education. Based on the argument that online activities are revealed as a possibility to the offering of foreign language teaching (SALMON, 2002; CHAPELLE, 2003; LEFFA, 2008; CERQUEIRA, 2010; LIMA, 2012), methodologically, it was done a qualitative and exploratory research (PINTO, 1990) in order to notice the initial contextualization in teaching oral comprehension and production in English through distance education offered in the blended course Letras/Inglês at Universidade Federal do Ceará. As a result, the initial contextualization was showed up as an optional element and with little expressiveness: 24,39% of the online proposed activities present it in their composition, totaling only 10 of the 41 proposals that constituted the corpus. In conclusion, we argue, therefore, that the initial contextualization constitutes a fundamental element for the development of autonomy and flexibility, important characteristics to the successful offering of distance education.

Keywords: Online activities. Foreign language teaching. Distance education.


Biografia do Autor

Samuel de Carvalho Lima, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte

Doutor em Linguística. Professor de Língua Inglesa do IFRN/AP.

Downloads

Publicado

2013-07-24