O Curso Técnico em Biblioteconomia e a Acessibilidade através da Leitura e da Literatura no Encontro Estadual de Leitura Inclusiva no IFRS-Campus POA

  • Lizandra Brasil Estabel IFRS - Campus Porto Alegre
  • Magali Lippert IFRS - Campus Porto Alegre
  • Natália Moraes de Mello Moraga IFRS - Campus Porto Alegre
Palavras-chave: Biblioteconomia. Inclusão. Leitura. Literatura. Ação Cultural.

Resumo

A formação de Técnicos em Biblioteconomia deve prever ações em sala de aula e em contato com a comunidade, através da indissociabilidade entre Ensino e Extensão, para que sejam mediadores entre o livro, o texto e o leitor. A atuação dos técnicos, junto aos bibliotecários, é a oportunidade de promover ações culturais para que a biblioteca seja um espaço de acesso e estímulo à leitura e à literatura promovendo a acessibilidade para todos. O II Encontro Estadual de Leitura Inclusiva, realizado no IFRS - Campus Porto Alegre, no segundo semestre de 2017, teve como objetivo ser um chamamento para que a sociedade e as Instituições parceiras que recebem acervos da Fundação Dorina Nowill para Cegos (FDN) unam-se na construção uma grande rede de ações em prol das pessoas com deficiência. A realização destas ações é um estímulo para que docentes, discentes, técnicos, instituições parcerias e comunidade desenvolvam ações de inclusão para o público interno e externo ao IFRS, envolvendo a todos no planejamento, organização e realização do Evento. O Encontro faz parte do elenco de ações de extensão realizadas pela Equipe do CERLIJ, que se configura como um espaço da Extensão no Campus e para além deste.

Biografia do Autor

Lizandra Brasil Estabel, IFRS - Campus Porto Alegre
Doutora em Informática na Educação – PGIE/UFRGS, Bacharel em Biblioteconomia - FABICO/UFRGS. Pesquisadora do Grupo de Pesquisa LEIA: leitura, informação e acessibilidade da FABICO/UFRGS. Coordenadora e Professora do Curso Técnico em Biblioteconomia do IFRS - Câmpus Porto Alegre. Professora do Mestrado em Informática na Educação do IFRS - Câmpus Porto Alegre.Professora do Programa de Pós-Graduação Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde da UFRGS.E-mail:lizandra.estabel@poa.ifrs.edu.br.
Magali Lippert, IFRS - Campus Porto Alegre
Doutora em Letras/Estudos Literários (UFRGS/2013). Mestre em Comunicação e Informação (UFRGS/2008).Bacharel em Biblioteconomia (UFRGS/2004). Professora do Curso Técnico em Biblioteconomia do IFRS - Câmpus Porto Alegre.
Natália Moraes de Mello Moraga, IFRS - Campus Porto Alegre

Licenciada em História pela Faculdade Cenecista de Osório. Aluna do Curso Técnico em Biblioteconomia do IFRS - Câmpus Porto Alegre. 

Referências

ALMEIDA, Maria Christina Barbosa de. Planejamento de Bibliotecas e Serviços de Informação. Brasília: Briquet de Lemos, 2005.

BRASIL. Ministério da Cultura. Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL). Disponível em: http://www.cultura.gov.br/pnll. Acesso em: 30 maio 2018.

ESTABEL, Lizandra Brasil; MORO, Eliane da Silva (Org.). Biblioteca: conhecimentos e práticas. Porto Alegre: Penso, 2014.

NEVES, Iara C. B.; MORO, Eliane L. da S.; ESTABEL, Lizandra B. (Org.). Mediadores de Leitura na Bibliodiversidade. Porto Alegre: Evangraf; SEAD/UFRGS, 2012.

Publicado
2018-12-17
Seção
RELATOS DE EXPERIÊNCIAS