Submissões

Submissões Online

Já possui um login/senha de acesso à revista Viver IFRS?
Acesso

Não tem login/senha?
Acesse a página de cadastro

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

 

Diretrizes para Autores

A revista Viver IFRS aceita, para publicação, relatos de experiência inéditos e que tenham como objetivo descrever e/ou discutir saberes e práticas vivenciados nas atividades de extensão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS).

São aceitos somente relatos referentes a ações de extensão desenvolvidas no ano anterior ao da publicação da revista, registradas no módulo Extensão (SiEX), do Sistema de Informação e Gestão de Projetos (SIGProj), do Ministério da Educação (MEC), e recomendadas pela Comissão de Gerenciamento das Ações de Extensão (CGAE) do campus ou da reitoria. O relato de experiência submetido em desacordo com esses requisitos será arquivado e o autor notificado por correspondência eletrônica.

Os relatos de experiência devem ser submetidos eletronicamente, através do Portal de Periódicos do IFRS. Para a submissão do relato de experiência é necessário que o autor possua cadastro prévio no sistema do Portal. Caso não tenha, deve realizar seu cadastro aqui.

Os relatos de experiência devem,  obrigatoriamente, conter os seguintes elementos: título, identificação do(s) autor(es), número de protocolo no SIGProj ou título da ação de extensão a que se refere, resumo, palavras-chave e texto do relato. A utilização de notas de rodapé, figuras e referências é opcional. Os elementos obrigatórios e opcionais do relato de experiência devem atender às normas de formatação e conteúdo. O não atendimento acarretará no arquivamento do relato.

Orienta-se os autores a utilizarem os modelos abaixo para redação dos trabalhos:

          VIVER IFRS_Modelo 2018_DOCX

          VIVER IFRS_Modelo 2018_ODT

Os autores devem verificar a conformidade em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas de formatação e conteúdo serão devolvidas aos autores para ajustes.

NORMAS PARA FORMATAÇÃO E ELABORAÇÃO DO RELATO DE EXPERIÊNCIA

  • Arquivo de texto no formato .doc ou .odt.
  • Tamanho do papel A4, na orientação retrato.
  • Margens: superior 2 cm, inferior 2 cm, esquerda 2 cm e direita 2 cm.
  • Numeração de páginas sequencial, no canto superior direito.
  • Fonte Arial, tamanho 11, em todo o trabalho.
  • Espaçamento entre linha de 1,5 cm, em todo o trabalho.
  •  Título: deve ser chamativo, conciso e representar com precisão o conteúdo do texto. Usar fonte em negrito e alinhamento centralizado. Usar maiúscula somente na primeira letra do título, em nomes próprios e em  siglas. Se houver subtítulo, separá-lo do título com dois pontos. Evitar títulos longos e com abreviaturas. Não colocar ponto final no título.
  • Resumo: deve ser elaborado com, no mínimo, 100 (cem) e, no máximo, 150 (cento e cinquenta) palavras, em parágrafo único, sem recuo no início das linhas, sem tabulações, sem marcadores ou numeradores, sem timbre, sem cabeçalho ou rodapé que não sejam os do modelo, sem citações e referências, sem inclusão de tabelas, diagramas, desenhos ou figuras. Devem ser evitados símbolos e contrações que não sejam de uso corrente. Usar fórmulas e equações quando seus empregos forem absolutamente necessárias, definindo-as na primeira vez que aparecerem. Alinhamento justificado. Idioma em português. Usar itálico em nomes científicos e/ou palavras estrangeiras. Usar maiúscula somente na primeira letra de frases, em nomes próprios e em siglas. Deve ser utilizado verbo na voz ativa e na terceira pessoa do singular. O resumo deve apresentar os pontos principais do trabalho e as experiências vivenciadas, através de frases concisas e afirmativas e não apenas enumeração de tópicos.
  • Palavras-chave: devem conter entre 3 (três) e 5 (cinco) palavras que melhor descrevem o conteúdo do trabalho e refletem a temática. Usar alinhamento justificado. Iniciar cada palavra com letra maiúscula, separando-as e finalizando-as com ponto.
  • Texto do relato: deve ser inédito e apresentado com, no mínimo, 2 (duas) e, no máximo, 5 (cinco) páginas. A responsabilidade pelo conteúdo dos relatos publicados cabe, exclusivamente, aos autores. O relato de experiência deve ser original,  inédito e não estar em processo de avaliação para publicação em outra revista. Caso contrário, justificar em "Comentários ao editor".
  • Para a estruturação do texto do relato, o(s) autor(es) deve(m) apresentar a experiência vivenciada, demonstrando a pertinência do tema, os objetivos do trabalho e os conceitos teóricos que o fundamentam (referências bibliográficas atuais). Também, apresentar uma descrição contextual (espaço e tempo) de onde foi realizada a experiência, sendo possível acrescentar outros elementos. Além disso, deve-se descrever procedimentos, observações e os resultados mais relevantes.
  • O relato de experiência deve retratar atividades teórico-práticas realizadas por servidores e estudantes do IFRS em programas, projetos, cursos, eventos e prestação de serviços, desenvolvidas no ano anterior ao da publicação da revista e recomendadas pela CGAE do campus ou reitoria.
  • Notas de rodapé: podem conter, no máximo, 30 (trinta) palavras cada nota. Devem restringir-se a comentários ou observações, destinando-se a prestar esclarecimentos ou tecer considerações que não devem ser incluídas no texto para não interromper a sequência lógica da leitura. Devem ser colocadas na parte inferior da página e iniciarem com a chamada numérica recebida no texto, sem parágrafo. Devem ser digitadas com fonte Arial, tamanho 10 e espaço simples entre as linhas.
  • Figuras: até o máximo de 5 (cinco), com resolução mínima de 300 dpi (no mínimo 1.200Kb), em formato .jpg. São consideradas figuras as fotografias, as ilustrações, os gráficos, as tabelas e os quadros. Não são aceitas figuras com montagens. As figuras não devem ser inseridas no texto do relato, onde deve constar apenas sua descrição e fonte, marcando o local em que devem ser inseridas no momento da publicação. Exemplo: Figura 3. Encontro semanal dos moradores da comunidade do Bairro Santo Antônio, no município de Bento Gonçalves/RS. Fonte: Produção dos próprios autores.
  • As figuras devem ser enviadas em arquivos individuais, separadas do texto do relato. Para tanto, as figuras devem ter a extensão .JPG, nomeando os arquivos e utilizando a numeração da ordem em que são citadas no texto. Por exemplo: Figura 1, Figura 2, Figura 3, Figura 4 e Figura 5. No momento da submissão do relato, anexar os arquivos salvos como documentos suplementares, preenchendo o campo “Título” com o mesmo nome do arquivo (Figura 1, Figura 2, etc). Caso o conteúdo da figura tenha sido feito pelo(s) autor(es), indicar como fonte “produção do(s) próprio(s) autor(es)”.
  • Referências: devem ser elaboradas conforme a ABNT NBR 6023 (2002),  limitadas às citações no texto do relato. Tanto os elementos essenciais da referência quanto os complementares devem ser apresentados em sequência padronizada. Devem ser alinhadas à margem esquerda, espaçamento simples e separadas entre si por um espaço em branco. É de responsabilidade dos autores citar referências originais. Para referências de formato eletrônico, informar as URLs (links ativos) e dia, mês e ano de acesso. Dar preferência para links persistentes, como o DOI (Digital Object Identifier).
  • As submissões serão avaliadas pela Comissão Editorial quanto sua adequação à linha editorial da revista, relevância institucional e social da ação, clareza textual, objetividade, organização sequencial de ideias e conformidade à metodologia de relato de experiência.
 

SUBMISSÃO ELETRÔNICA

A submissão se dará em 5 passos descritos a seguir:

Passo 1. Iniciar submissão

   - Selecionar a seção Relatos de Experiências;

   - Ler e aceitar as Condições para submissão;

   - Ler e aceitar a Declaração de Direito Autoral.

Passo 2. Transferência do manuscrito

    - Fazer upload do arquivo em formato .doc ou .odt;

    - Para garantir o anonimato dos autores, esse arquivo não deve conter nome de nenhum dado que possa revelar a identidade desses.

Passo 3. Metadados da submissão (Indexação)

    - O autor que está submetendo o relato deve inserir os demais autores clicando em "Incluir autor", localizado antes do campo "Título".

   - Preencher todos os campos do formulário de acordo com a norma gramatical vigente e conforme instruções abaixo. Usar caixa alta somente para siglas.

  1. Nome: primeiro nome do autor.
  2. Nome do meio:
  3. Sobrenome: último sobrenome.
  4. E-mail: inserir o e-mail de cada autor.
  5. ORCID iD: O que é ORCID? Esse campo não é obrigatório, mas você pode obter o ORCID gratuitamente em 30 segundos. ORCID: passo a passo para obter o seu!
  6. URL: usar esse campo para informar o Currículo Lattes do coordenador da ação;
  7. Instituição/Afiliação: no formato - Nome da instituição por extenso (SIGLA) - Campus. Cidade, sigla do Estado. Exemplo: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) - Campus Bento Gonçalves. Bento Gonçalves, RS.
  8. País: selecionar o País da instituição informada.
  9. Resumo da Biografia: Informe se é estudante, bolsista, voluntário da ação ou servidor. No caso de servidor, informe o cargo e a área de estudo.
  10. Título: Usar maiúscula somente nesses casos: primeira letra do título, nomes próprios e siglas. Quando houver subtítulo, separar com dois pontos. O título completo deve ser chamativo, conciso e representar com precisão o conteúdo do texto. Evitar títulos longos e com abreviaturas.
  11. Resumo: com, no mínimo, 100 (cem) e, no máximo, 150 (cento e cinquenta) palavras, em parágrafo único, sem recuo no início das linhas, sem tabulações, sem marcadores ou numeradores, sem timbre, sem cabeçalho ou rodapé que não sejam os do modelo, sem citações e referências, sem inclusão de tabelas, diagramas, desenhos ou figuras. Devem ser evitados símbolos e contrações que não sejam de uso corrente. Usar fórmulas e equações quando seus empregos forem absolutamente necessárias, definindo-as na primeira vez que aparecerem. Alinhamento justificado. Idioma em português. Usar itálico em nomes científicos e/ou palavras estrangeiras. Usar maiúscula somente na primeira letra de frases, em nomes próprios e em siglas. Deve ser utilizado verbo na voz ativa e na terceira pessoa do singular. O resumo deve apresentar os pontos principais do trabalho e as experiências vivenciadas, através de frases concisas e afirmativas e não apenas enumeração de tópicos.
  12. Palavras-chave: devem conter entre 3 (três) e 5 (cinco) palavras que melhor descrevem o conteúdo do trabalho e refletem a temática. Usar alinhamento justificado. Iniciar cada palavra com letra maiúscula, separando-as e finalizando-as com ponto.
  13. Idioma: pt
  14. Agências: indique a instituição ou agência que fomentou o desenvolvimento da ação.

Passo 4. Transferência de documentos suplementares

    - Use esse passo para transferir as figuras identificadas sequencialmente conforme sua inserção no texto. Exemplo: Figura 1, Figura 2, Figura 3.

    - Os trabalhos poderão ter até 5 figuras, quadros, tabelas, gráficos, ilustrações ou fotografias (individuais e sem montagem).

    - As figuras deverão ter resolução mínima de 300 dpi (no mínimo 1.200 Kb), com legenda e crédito do autor,  e ter o espaço marcado no texto.

Passo 5. Confirmação da submissão

    - Verifique se todos os documentos submetidos estão na lista Resumo de documentos e para finalizar clique em "Concluir submissão".


Dúvidas e esclarecimentos entre em contato pelo e-mail viverifrs@ifrs.edu.br

 

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. O texto deve ser original e inédito, e não estar sendo avaliado para publicação por outra revista. Caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  2. O relato de experiência deve descrever atividade de extensão realizada por servidores e estudantes do IFRS em programas, projetos, cursos, eventos e prestação de serviços, desenvolvidas no ano anterior ao da publicação da revista, recomendada pela CGAE do campus ou reitoria e registrada no módulo Extensão (SiEX), do Sistema de Informação e Gestão de Projetos (SIGProj).

  3. O relato de experiência deve seguir as regras de formatação, estilo e requisitos bibliográficos descritos nas normas para elaboração e formatação, em Diretrizes para Autores.

  4. O texto deve estar adequado à metodologia de relato de experiência e à linha editorial da revista, apresentar a relevância institucional e social da ação e demonstrar clareza textual, objetividade e organização sequencial de ideias.
 

Declaração de Direito Autoral

Os textos publicados são de propriedade da Viver IFRS, sendo vedada a reprodução, mesmo que parcial, em outros periódicos, tanto no formato impresso ou eletrônico, bem como a tradução para outro idioma sem a autorização da Comissão Editorial.

Esta revista proporciona acesso público a todo seu conteúdo, seguindo o princípio de que tornar gratuito o acesso ao conhecimento.

Os nomes e endereços de e-mail neste site serão usados exclusivamente para os propósitos da revista, não estando disponíveis para outros fins.

Viver IFRS está sob licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Brasil License.

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.