Formação profissional esportiva: as escolas de futebol como agente promotor da vida escolar dos alunos

Autores

  • Jardel da Rocha Furtado
  • Michelle Camara Pizzato

DOI:

https://doi.org/10.35819/scientiatec.v7i1.4132

Resumo

O esporte no Brasil se constitui como uma das manifestações mais democráticas na atualidade. O fenômeno esportivo atinge variadas classes sociais, gêneros e etnias, transformando os espaços onde ocorrem essas práticas em locais que podem contribuir de forma significativa para formação integral dos jovens em idade escolar, transformando as escolas esportivas em possíveis espaços de educação não-formal, inclusive para formação de atletas profissionais. Dentro deste contexto, o futebol se apresenta como o esporte mais praticado pelos brasileiros, assumindo uma condição de cultura local do País. Esse trabalho tem como objetivo investigar as escolas de futebol como espaço de promoção à manutenção dos estudos na escola formal através das ações de seus professores. Essa abordagem se justifica pelo grande número de crianças e jovens que procuram esses espaços com objetivo de profissionalização e muitas vezes perdem o interesse ou abandonam a escola de educação básica em função da convicção do sucesso esportivo. A pesquisa apresenta abordagem qualitativa com a realização de quatro entrevistas semiestruturadas com profissionais de educação física que atuam como professores de futebol. Foi possível observar que as escolas de futebol contribuem de forma preventiva para que os alunos prossigam seus estudos concomitantemente aos treinamentos e que essas ações em conjunto com as famílias são fundamentais para que se atinja esse propósito. Verificou-se que as escolas de futebol possuem potencial para contribuir positivamente no processo de formação integral dos alunos, intervindo através do diálogo dos professores com os pais e alunos no sentido de identificar a importância da escolaridade no processo de formação dos alunos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-04-16