Evasão escolar: uma proposta de intervenção por meio de um modelo de plano estratégico de permanência e êxito

Autores

  • Maria da Graça Sousa Marinho
  • Maria Cristina Caminha de Castilhos França

DOI:

https://doi.org/10.35819/scientiatec.v7i1.4126

Resumo

Apesar de toda a preocupação acerca do fenômeno da evasão escolar através da bibliografia existente, o que percebemos é que ainda são altos os índices de evasão escolar na educação pública brasileira. São vários os problemas enfrentados pelas escolas brasileiras, sendo que o abandono - ao lado da repetência - ainda figura entre os maiores. Admitir a educação enquanto direito fundamental na legislação não é suficiente para que o processo educativo ocorra de forma efetiva. O país necessita de uma política educacional que possa garantir que adolescentes e jovens, independentemente da sua origem sócioeconômica, etnorracial, de gênero, dentre outras, cheguem ao fim do seu itinerário formativo. A efetivação da Educação Profissional Tecnológica (EPT) enquanto política pública, exige para a sua execução de estratégias de fortalecimento da EPT, dentre elas uma política de permanência e êxito voltada aos estudantes, só assim será possível atacar o problema da evasão que assola a educação brasileira em todos os seus níveis e modalidades. Com base no exposto, o público alvo da nossa pesquisa são os estudantes evadidos do Curso de Sistemas de Energia Renovável do Campus Santana do Livramento (IFSUL), que mantém um alto índice de evasão; e, através da pesquisa, busca-se conquistar subsídios de orientação para a elaboração de um modelo de Plano Estratégico de Permanência e Êxito dos Estudantes, com vistas a superar e combater o fenômeno da evasão e retenção no IFSul, instituição onde se dará a pesquisa. Nosso objetivo com esta pesquisa é apreender as motivações que levam os estudantes a evadirem, para tanto iremos utilizar na produção de dados questionários e entrevistas semiestruturadas, O referencial teórico que embasará o trabalho será de autores que pesquisam o Ensino Médio Integrado, tais como Marise Ramos e Gabriel Grabowski, bem como autores que pesquisam o fenômeno da evasão, como Rosemary Dore, Ana Zuleima Luscher e Vincent Tinto. Considera-se relevante esse estudo, tendo em vista que a evasão escolar é um tema sempre atual e que preocupa muitos profissionais na área da educação e nas instituições de ensino, utilizando como metodologia o estudo de caso e procedimentos técnicos de acordo com o método utilizado. O produto educacional resultante desta investigação será um manual orientador contendo um modelo de Plano Estratégico de Permanência e Êxito dos Estudantes que poderá ser utilizado nos Campi da Rede Federal de Ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-04-16