Promoção da saúde e higiene em berçário

  • Graciane Regina Pereira Intituto Federal Santa Catarina (IFSC)
  • Rosana Regina Batista Poli PMG
  • Marcelo Alberto Elias Instituto Federal do Paraná (IFPR)

Resumo

A Educação Infantil passa a ter respaldo legal e pedagógico a partir da Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Os espaços para essa fase etária, como os Centros de Desenvolvimento Infantil - CDIs, devem superar a dicotomia entre o cuidar e o educar, com propostas pedagógicas que busquem a formação integral da criança. Esse estudo, realizado em um Centro de Desenvolvimento Infantil de Gaspar (SC), buscou promover a conscientização das educadoras do berçário (crianças de 0 a 1 ano) sobre higiene e saúde. A pesquisa, um estudo de caso, se configurou como qualitativa, exploratória, realizada por meio de aplicação de questionários e observações. A maior parte dos respondentes avaliou como bom os aspectos de higiene no ambiente de trabalho. A formação inicial para trabalhar especificamente com bebês e a formação continuada para os cuidados com higiene e saúde não ocorreu com todos os envolvidos. Realizou-se uma roda de conversa, com participação de uma enfermeira e de uma médica, registrando os pontos mais significativos para o grupo e, posteriormente, elaborou-se uma proposta de cartilha informativa. Percebeu-se que a realização do projeto sensibilizou os educadores e equipe gestora para a importância da temática saúde e higiene em berçário. As ações em um CDI vão além do cuidar, o aspecto educativo deve ser priorizado, por meio de propostas pedagógicas sistematizadas e profissionais preparados.

Biografia do Autor

Graciane Regina Pereira, Intituto Federal Santa Catarina (IFSC)

Professora da área ambiental IFSC Gaspar

Rosana Regina Batista Poli, PMG

Professora PMG.

Marcelo Alberto Elias, Instituto Federal do Paraná (IFPR)

Professor Biologia IFPR.

Publicado
2019-11-28
Seção
Relatos de Experiência Profissional