Escrita colaborativa: bullying escolar na educação profissional técnica

Autores

  • Shirlene Bemfica de Oliveira IFMG campus Ouro Preto

DOI:

https://doi.org/10.35819/linguatec.v5.n2.4397

Resumo

Atividades colaborativas favorecem o desenvolvimento da aprendizagem e, especificamente em relação à produção escrita em língua inglesa, elas exigem dos estudantes o uso de competências linguísticas, sociais e de senso crítico, o que aumenta a necessidade de tomar decisões, de se arriscar, de compreender o outro e de resolver problemas. Além disso, elas promovem a valorização do “indivíduo” na coletividade, o aprendizado político, o empoderamento sociocultural, sentimento de pertencimento, e a possibilidade de interação social (OLIVEIRA, 2017). Por meio da colaboração, os alunos aprendem a analisar as semioses, a se posicionarem no mundo como pessoas, para a construção de identidades culturais individuais e sociais. Este trabalho é um recorte da pesquisa Escrita Colaborativa no Ensino e Aprendizagem de Língua Inglesa que busca compreender sob a ótica das teorias de ensino/aprendizagem de línguas estrangeiras, o impacto de tarefas escritas em coautoria no aprendizado dos alunos. Os dados foram coletados em um laboratório de ensino de línguas do Ensino Médio Técnico de um Instituto Federal por meio de produções escritas em coautoria no Google Docs, gravações em áudio e vídeo. As análises têm foco no conteúdo dos textos (BARDIN, 1977), na análise lexical e no processo de construção do gênero evidente nas interações orais para a execução da tarefa. Os resultados apontam que as atividades de produção escrita colaborativa propiciam aos alunos a oportunidade de refletir e discutir questões inerentes ao texto no que diz respeito aos assuntos, a questões de cunho crítico, político, sociolinguístico e textual. Elas promovem a autonomia, a motivação e, como resultado, os textos apresentam mais qualidade na precisão gramatical e no nível de complexidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-11-20

Edição

Seção

Artigos Acadêmicos