“Fue sin querer queriendo”: o teatro como estratégia para o desenvolvimento oral em língua espanhola.

Autores

  • Adriana Teixeira Pereira Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

DOI:

https://doi.org/10.35819/linguatec.v5.n1.4107

Resumo

Aprender uma língua adicional trata de aprender uma nova cultura, uma nova forma de ver e interagir com o outro. Nesse sentido, a aprendizagem de língua requer que o aluno desenvolva diferentes habilidades de compreensão e produção – tanto na perspectiva de escrita como de oralidade. Neste trabalho, apresento como foi organizada uma mostra de teatro hispânico no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, campus Juazeiro do Norte, cujo objetivo foi desenvolver, por meio do teatro, a prática oral em língua espanhola dos alunos e, para além disso, proporcionar uma viagem pelas culturas dos hispano falantes. Como aporte teórico, este trabalho está permeado pelas discussões que envolvem o ensino de línguas no ensino básico (BRASIL, 2006; 2002), a habilidade oral (GÓMEZ, 2004) e o teatro no ensino de língua estrangeira (GRANERO, 2011; LOPES JÚNIOR, 2006). O êxito desta experiência se reflete no envolvimento e participação dos alunos na atividade para um desenvolvimento da língua espanhola em um contexto diferenciado da sala de aula. Com este relato, espero contribuir para a reflexão sobre a importância de se trabalhar a oralidade no ensino de espanhol na educação básica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-05-24

Edição

Seção

Narrativas de ensino