Tecnologias móveis na educação: reflexões e práticas.

Autores

  • Thamiris Oliveira Araujo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.35819/linguatec.v5.n1.3352

Resumo

O objetivo deste artigo é lançar luz às potencialidades dos dispositivos móveis no âmbito educacional, tecendo reflexões sobre a expansão da tecnologia móvel e a integração dessa tecnologia à aprendizagem. O estudo demonstra através de dados dos relatórios da International Telecommunication Union de 2017 e 2018 que a tecnologia móvel está em ascensão no Brasil e no mundo, o que evidencia o campo propício que é a aprendizagem móvel. Além disso, a partir de teorizações sobre a aprendizagem móvel (MOURA, 2010; TRAXLER, 2009; PEGRUM, 2014; SHARPLE, 2009), busca-se estabelecer definições e parâmetros basilares para este campo educacional emergente. Por último, são apresentadas algumas possibilidades de implementação da aprendizagem móvel na educação básica através do uso de aplicativos enquanto ferramentas cognitivas (JONASSEN et al, 1998). Os aplicativos selecionados são gratuitos e de boa usabilidade para o desenvolvimento de jogos e o armazenamento/compartilhamento de vídeos, e colocam-se como um meio para que o aluno assuma o papel de designer e curador da aprendizagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-05-24

Edição

Seção

Artigos Acadêmicos