Um mosaico multissemiótico: a multimodalidade no ensino da Língua Inglesa

Carla Luciane Klos Schöninger, Iasmin Assmann Cardoso Silva, Jessica Maia Fradique

Resumo


O presente artigo visa relatar práticas no ensino de Língua Inglesa desenvolvidas nos cursos técnicos e trazer discussões acerca dos conceitos semiótica e multimodalidade. Os pressupostos teóricos abordados consideram as perspectivas de Dionísio (2013), sobre as múltiplas linguagens no Ensino Médio, Greimas e Courtés(2008), no que se refere à semiótica, Kress (2010) e Kress e Leeuwet (1996), tratando da multimodalidade. Foram então desenvolvidas práticas nas aulas de Língua Inglesa do Curso Técnico em Química e Técnico em Manutenção e Suporte em Informática, através de estratégias de leitura na língua nativa e na língua inglesa; em suportes e modos diferentes, permitindo a produção de vídeos a partir de softwares, aplicativos e ferramentas da internet, contendo legenda em inglês e áudio gravado pelos alunos. Os resultados foram significativos, pois os aprendizes, além de apresentarem domínio de ferramentas tecnológicas, também fizeram uso do texto escrito, imagem, elementos gráficos, som e fala. Portanto, a partir de práticas de recepção envolvendo leitura de textos, contendo elementos multissemióticos, houve as produções que constituíram um sistema semiótico multimodal.


Palavras-chave


Multimodalidade. Semiótica. Ensino de Língua Inglesa.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, D. B. Do texto às imagens: as novas fronteiras do letramento visual. In: PEREIRA, Regina Celi, ROCA, Pilar. Linguística Aplicada: um caminho com diferentes acessos. São Paulo: Contexto, 2015. p.173- 202

DIONÍSIO, A. Gêneros multimodais e multiletramento. In: KARWOSKIAM; GAYDECZKA B. & BRITO, K S. (Orgs) Gêneros textuais, reflexões e ensino. Rio de Janeiro: Lucerna, 2006.

DIONISIO, A. P. VALCONCELOS, Leila Janot. In: BUNZEN, Clecio, MENDONÇA, Márcia [Org] Múltiplas Linguagens para o Ensino Médio. São Paulo: Parábola Editorial, 2013.

GREIMAS, A. & COURTÉS J. Dicionário de Semiótica. Rio de Janeiro: Editora Contexto, 2008.

HEMAIS, B. J. W. [Org]. Gêneros discursivos e multimodalidade: desafios, reflexões e propostas no ensino de inglês. Campinas, SP: Pontes Editores, 2015.

KRESS, G. Multimodality: a social semiotic approach to contemporary communication. New York: Routledge, 2010.

KRESS, G; VAN LEEUWEN, T. Reading Images: the grammar of visual design. Oxford: Press, 1996.

KRISTEVA, J. Introdução à Semanálise. Trad. Lucia Helena França Ferraz-Ed. São Paulo: Perspectiva, 2005.

MUKAROVSKY, J. A arte como fato semiológico. In: Círculo Linguístico de Praga: estruturalismo e semiologia. Dionísio Toledo, org. Porto Alegre. Livraria do Globo, 1975.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

LínguaTec, Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul, Brasil, v. 1, n. 1, jan./jun. 2016.