Aproximações entre a educação do campo e a educação ambiental nos centros familiares de formação por alternância

  • Daiane Netto Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Glauco Schultz Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Resumo

Resumo: A relação sociedade-natureza atual é caracterizada por uma série de inadequações que, consequentemente, são traduzidas em impactos ambientais e diminuição da qualidade de vida. Quando nos referimos ao espaço rural, para que o modelo de desenvolvimento seja sustentável, deve ocorrer uma “evolução” do modelo de produção agrícola, em uma direção que combine elementos de várias propostas alternativas e de um “melhoramento” das práticas convencionais. A Educação do Campo, em conjunto com a Educação Ambiental, tem se mostrado como uma possível estratégia para transformar o espaço rural brasileiro, no sentido da sustentabilidade, resgatando-o como espaço de produção, mas também de relações socioculturais e com a natureza. Desta forma, o objetivo deste estudo é promover reflexões acerca da aproximação entre a Educação do Campo e a Educação Ambiental, bem como a importância deste vínculo para a promoção do desenvolvimento rural sustentável. Para isso realizou-se uma revisão teórica integrativa da literatura acerca do tema. Tanto a Educação Ambiental quanto a Educação do Campo propõem uma pedagogia que visa promover a educação contextualizada localmente, onde se situam os sujeitos e atores do processo educativo, o que permite buscar soluções aos problemas sociais e ambientais locais, promovendo transformações para a sustentabilidade.

Palavras-chave: Desenvolvimento Rural. Educação Rural. Educação Ambiental.

 

APPROACHES BETWEEN FIELD EDUCATION AND ENVIRONMENTAL EDUCATION IN ALTERNANCY FAMILY TRAINING CENTERS

Abstract: The current society-nature relation is characterized by a several inadequacies that, consequently, are translated into environmental impacts and diminished quality of life. When we refer to the rural space, for a development sustainable model, it is necessary an "evolution" of the agricultural production model, in a direction that combines elements of several alternative proposals and an "improvement" of conventional practices. Field Education, together with Environmental Education, has been a possible strategy to transform the Brazilian rural space, in the sense of sustainability, rescuing it as a production space, but also of socio-cultural relations with nature. In this way, the objective of this study is to promote reflections about the approximation between Field Education and Environmental Education, as well as the importance of this link for the promotion of sustainable rural development. Thus, a integrative review of the literature has been carried out. Both, Environmental Education and Field Education, propose a pedagogy that aims to promote locally contextualized education, where the subjects and actors of the educational process are located, which allows to find solutions to local social and environmental problems, promoting transformations to sustainability direction.

Keywords: Rural Development. Rural Education. Environmental Education.

Biografia do Autor

Daiane Netto, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
Química Industrial (UFRGS), especialista em Gestão Ambiental (UNOPAR), mestranda do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural (CISADE/PGDR/UFRGS) e graduanda de Licenciatura em Química (IQ/UFRGS).
Glauco Schultz, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
Engenheiro Agrícola, Mestre e Doutor em Agronegócios (CEPAN/UFRGS). Professor da Faculdade de Ciências Econômicas (FCE/UFRGS) e dos Programas de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural (PGDR/UFRGS) e Agronegócios (CEPAN/UFRGS).
Publicado
2017-12-20