Apoio aos Povos Indígenas no enfrentamento ao COVID-19

Autores

  • Giovane Rodrigues Jardim IFRS/docente
  • Miguelângelo IFRS

Palavras-chave:

Experiência Formativa, Direitos Humanos, Bem viver, Povos Originários

Resumo

O projeto foi proposto como meio de colaboração do campus Erechim com as demandas da sociedade regional, sobretudo, com os Povos Originários. A pandemia de Covid-19 ampliou desigualdades e modificou significativamente o atual modo de vida nas terras indígenas, dificultando a coleta e a venda do pinhão, a venda do artesanato, etc. Neste contexto, a não articulação do Estado no sentido de políticas públicas de garantia de alimentação e de acesso a equipamentos de proteção individual destas comunidades, potencializou o contágio e a morte de muitos indígenas no Brasil. A partir dessa preocupação, este projeto foi desenvolvido com a confecção e disponibilização de máscaras, protetores faciais, álcool líquido 70%, sabão em barra, e cestas básicas para que as terras indígenas da região se mantivessem em isolamento social. Também no âmbito do projeto foi realizado o I Ciclo de Estudos Narrativas do Bem Viver: sobre os povos originários no (do) Rio Grande do Sul, que reuniu palestrantes do Brasil e do Uruguai, com participação de ouvintes de vários estados e do Distrito Federal, bem como do Uruguai e do Paraguai, em articulação com entidades e movimentos que se articulam junto aos povos indígenas para a defesa de seus direitos fundamentais.

Biografia do Autor

Miguelângelo, IFRS

Docente EBTT do campus Erechim.

Downloads

Publicado

2021-06-22

Edição

Seção

RELATOS - AÇÕES DE ENFRENTAMENTO À COVID