Regularização fundiária e a função social do Instituto Federal: uma experiência a partir de uma ação de prestação de serviços

Autores

  • Mauricio Polidoro Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) - Campus Restinga. Porto Alegre, RS
  • Zoé Otilia da Silva Braz dos Santos
  • Eduardo Cidade Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
  • Jaqueline Castro Instituto Federal do Rio Grande do Sul (Campus Restinga)
  • Daniel Canavese de Oliveira Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Palavras-chave:

Regularização fundiária, Extensão, Função social, Instituto Federal

Resumo

O relato busca apresentar as ações de extensão do grupo de ensino-pesquisa-extensão Saúde, Ambiente e Desenvolvimento (SAD) na capital do Rio Grande do Sul. Trata-se de um deslocamento na tríade ensino-pesquisa-extensão que, ao articular diferentes escalas e abordagens metodológicas, consolida a aproximação e a constituição de uma relação dialógica Instituição – comunidade. Neste texto, apresentamos a experiência de elaboração de uma ação de extensão do tipo prestação de serviços. O apoio técnico e científico consiste na parceria com a Cooperativa Vida Nova, no bairro Restinga, na produção de subsídio para o processo legal de regularização fundiária da comunidade junto ao Poder Executivo e Judiciário. As metas previstas incluem a redação de um relatório técnico de diagnóstico sócio-físico-territorial. Por fim, apresentamos o andamento da ação, os desafios identificados e as potencialidades de replicação.

Downloads

Publicado

2020-05-21