Inserção de estrangeiros na sociedade erechinense a partir do acesso à educação

  • Thales Ruan Piovezan Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
  • Adriana Troczinski Storti Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Educação, Redução das desigualdades, Direitos Humanos

Resumo

Este projeto de extensão visou a inserção na sociedade de africanos e haitianos residentes no município de Erechim/RS, através do acesso à educação. Aprovado com fomento da Reitoria do IFRS – Ações afirmativas, o projeto consolidou uma rede de oito entidades, sendo elas, educacionais, filantrópicas e políticas, a fim de melhor direcionar as demandas que surgiram entre o grupo de estrangeiros e impulsionar a inserção dos mesmos. Para tal, foram proporcionadas aulas de informática básica, disponibilização de auxílio à língua portuguesa, atividades lúdicas para as crianças de estrangeiros conforme demanda e curso básico de costura. A fim de intensificar o intercâmbio sociocultural, haitianos lecionaram um curso básico de língua francesa. Como resultado, o projeto foi agraciado pelo Prêmio Direitos Humanos 2018, na categoria Migrantes e Refugiados, entregue pelo Ministério dos Direitos Humanos, em novembro de 2018, em Brasília.

Biografia do Autor

Thales Ruan Piovezan, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Acadêmico de Engenharia Mecânica no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) Campus Erechim. Técnico em Mecânica. No ano de 2017, participou como voluntário no projeto de pesquisa "Aprimoramento dos Subsistemas do Mini Baja IFRS Erechim". No ano de 2018, atuou como bolsista de extensão no projeto "IFRS e Práticas Educativas com Grupo de Estrangeiros em Erechim", reconhecido com o Prêmio Direitos Humanos 2018, na categoria Migrantes e Refugiados, pelo Ministério dos Direitos Humanos (MDH). Ao fim do ano ingressou na equipe Drop Team, onde atuou como voluntário no projeto de pesquisa "Aperfeiçoamento e manutenção dos subsistemas de um protótipo veicular de eficiência energética", com enfoque no controle de qualidade.
Adriana Troczinski Storti, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Possui graduação em Administração Habilitação em Comércio Exterior pela Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - URI Erechim, (1998), mestrado em Agronegócios pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2002) e doutorado em Administração pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (2012). Atualmente é Coordenadora de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - IFRS - Câmpus de Erechim, onde também atua como Professora titular e Pesquisadora. Membro do Comitê interno de seleção e avaliação IFRS/Fapergs e membro do Comitê Institucional IFRS/CNPq. Membro do Banco de Avaliadores do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior, BASIs do INEP. Possui experiência na área de Administração, com ênfase em Comércio Internacional, atuando principalmente nos seguintes temas: estratégias internacionais, exportação, alianças estratégicas, com projetos de pesquisa no Brasil e Argentina, orientações de trabalhos de graduação, especialização e doutorado. É Diretora de área temática na Universidad Nacional de Misiones, Argentina. É autora dos livros: "Alianças estratégicas" publicado em 2003, "Alianzas Estrategicas: un estudio con miras a la inserción en los mercados internacionales", em 2013 no Brasil e na Argentina em 2014, e co-autora do livro: "Trabalhos acadêmicos: da concepção à apresentação" publicado em três edições. Possui capítulo de livro com UNAM Argentina, na obra "Perspectivas de la integración regional", publicado em 2018. Foi Coordenadora do Projeto PEIEX - Projeto Extensão Industrial Exportadora - Convênio ApexBrasil e URI Erechim entre 2010 à 2015. Recebeu em 2018, em Porto Alegre, o Prêmio Profissional de Sucesso do Rio Grande do Sul, categoria Professora, promovido pela Lester Comunicação e e Eventos. Recebu o Trofeu Giuseppe Garibaldi, pelo Instituto Cultural Giuseppe e Anita Garibaldi, em Porto Alegre, em 20 de outubro de 2018. Coordenou o projeto "IFRS e práticas educativas com grupo de estrangeiros em Erechim" de maio à novembro de 2018, que recebeu o Prêmio Nacional de Direitos Humanos, pelo Ministério dos Direitos Humanos, em novembro de 2018, em Brasilia. Em dezembro de 2018 recebeu o Troféu Obirici, e ainda, as Congratulações do Poder Legislativo de Erechim, em reconhecimento ao Prêmio de Direitos Humanos. Indicada para receber o Prêmio Anita Garibaldi em 18 de maio de 2019, pelo Instituto Cultural Giuseppe e Anita Garibaldi. Desenvolve projetos de pesquisa, iniciação científica, ensino, e voltados para habitats de inovação no IFRS Campus Erechim.
Publicado
2020-05-21