Produção integrada de Tambacu (Piaractus mesopotamicus Holmberg, 1887 x Colossoma macropomum Cuvier, 1818) e alface (Lactuca sativa L.) em sistema com recirculação de água

Monique Virães Barbosa Santos, Cristian Jacques Bolner Lima, Otávio Miranda Verly, Natália Cardoso Procópio, Júlio César Passos

Resumo


O avanço da piscicultura no mundo está levando à intensificação do descarte de efluentes no ambiente, acarretando sérios riscos à natureza. No entanto, com a aquaponia, sistema integrado de criação de peixes com produção vegetal, tais resíduos deixam de ser descartados e passam a ser reaproveitados pelos vegetais. O objetivo deste trabalho é avaliar o crescimento de alfaces (Lactuca sativa) e tambacus (Colossoma macropomum X Piaractus mesopotamicus), bem como analisar a qualidade da água, a fim de validar a integração da piscicultura intensiva e da hidroponia em sistema de recirculação fechado. A estrutura aquapônica foi composta por um tanque de 1.000 litros para a criação dos peixes, pelo sistema hidropônico Nutrient Film Thecnic (NFT) para o cultivo dos vegetais e, ainda, por um filtro biológico. Foram alojados, nos tanques de criação de peixes, 50 alevinos com peso médio de 15,34 g e com comprimento total médio de 9,36 cm. Nos canais hidropônicos, foram introduzidas 25 mudas de alface. Ao final do experimento, os tambacus obtiveram 12,22 g de ganho de peso e 2,06 cm de aumento no comprimento total. No mesmo período, 22 exemplares de alfaces morreram e os três que restaram não se desenvolveram. Conclui-se que o crescimento e a sobrevivência das alfaces não foram viáveis no sistema de aquaponia estudado, ao contrário dos tambacus, que obtiveram bom desempenho zootécnico.


Palavras-chave


Aquaponia; Piscicultura; Hidroponia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Capa · Sobre · Pesquisa · Atual · Anteriores

ScientiaTec: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia do IFRS

Rua Cel. Vicente, 281 | Bairro Centro | CEP 90.030-041 | Porto Alegre/RS

E-mail: revista.scientiatec@poa.ifrs.edu.br

 

Licença Creative Commons

Esta revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 

Apoio: Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (PROPPI) do IFRS.