Análise qualitativa da vegetação arbórea do Parque Moinhos de Vento, Porto Alegre, RS

Luana Nunes Oliveira, Claudia Sadovski, Maria Helena Sedelmayr Pera Renauld, Márcia Bündchen

Resumo


O objetivo deste estudo foi realizar uma pesquisa qualitativa para caracterizar a vegetação arbórea do Parque Moinhos de Vento, em Porto Alegre, RS, Brasil e fornecer subsídios para futuros projetos e intervenções paisagísticas nesta área. Realizou-se o levantamento das árvores e a coleta de material botânico para análise identificando-se um total de 86 morfotipos: 65 plantas ao nível específico, sete plantas no nível genérico e 14 árvores não puderam ser identificadas. Os resultados demonstraram maior riqueza de espécies da família Fabaceae, seguida por Myrtaceae. Com relação a origem, 51% das árvores são nativas do Brasil e 49% são espécies exóticas. Algumas espécies exóticas invasoras foram encontradas na área, incluindo Acacia mearnsi, Eriobotrya japonica, Hovenia dulcis, Morus nigra, Syzygium cumini, Tipuana tipu e Psidium guajava. Sugere-se que futuras intervenções na área do parque priorizem as espécies arbóreas nativas, usufruindo e valorizando o grande potencial paisagístico que a flora brasileira apresenta.


Palavras-chave


Parques urbanos; árvores urbanas; gestão ambiental

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Capa · Sobre · Pesquisa · Atual · Anteriores

ScientiaTec: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia do IFRS

Rua Cel. Vicente, 281 | Bairro Centro | CEP 90.030-041 | Porto Alegre/RS

E-mail: revista.scientiatec@poa.ifrs.edu.br 

 

Apoio: Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (PROPPI) do IFRS.