Contribuição ao estudo da avifauna no Parque Moinhos de Vento, Porto Alegre.

Eduarda Goulart Buchmann, Elisangela Silva Fernandes, Celson Roberto Canto Silva

Resumo


As aves constituem-se um grupo animal muito pesquisado e conhecido, servindo como bioindicadoras da qualidade ambiental de determinado local devido às respostas rápidas que apresentam frente às alterações ambientais. No Rio Grande do Sul são listadas 661 espécies de aves sendo que dessas, 170 ocorrem nos parques urbanos de Porto Alegre. Os ambientes urbanos caracterizam-se por possuírem fragmentos de áreas verdes como praças e parques que servem de abrigo e refúgio para espécies de animais silvestres. Estes espaços facilitam o fluxo gênico, a migração e a busca por alimento, além de servirem como locais para nidificação. Este trabalho visou realizar o levantamento avifaunístico do Parque Moinhos de Vento, localizado em Porto Alegre, na primavera de 2013. Foram identificadas 29 espécies de aves, distribuídas em 07 ordens e 18 famílias. Foram obtidos dois novos registros para o Parque Moinhos de Vento: Cyclarhis gujanensis (Pitiguari) e Icterus pyrrhopterus (Encontro). Este parque abriga importantes ecossistemas que servem de habitat para a fauna silvestre, especialmente as aves, sendo fundamental o seu conhecimento e acompanhamento para a conservação deste ambiente de forma sustentável.

Palavras-chave


Parques urbanos; Parque Moinhos de Vento; Avifauna

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Capa · Sobre · Pesquisa · Atual · Anteriores

ScientiaTec: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia do IFRS

Rua Cel. Vicente, 281 | Bairro Centro | CEP 90.030-041 | Porto Alegre/RS

E-mail: revista.scientiatec@poa.ifrs.edu.br 

 

Apoio: Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (PROPPI) do IFRS.