Foco e Escopo

A LínguaTec é um periódico dedicado às questões de ensino-aprendizagem de línguas e literaturas em contextos de ensino tecnológico, de nível médio e superior. Sua missão é estabelecer um espaço de interlocução sobre aspectos teóricos e práticos relativos ao ensino de línguas e literaturas nos mais diversos contextos sociais envolvendo a formação tecnológica dos estudantes.

A revista foi criada com a intenção de estabelecer um espaço de disseminação do conhecimento referente a pesquisas, ações de extensão e práticas de ensino relativas ao ensino de línguas e literaturas em contextos educacionais de formação técnica e/ou tecnológica. Esse foco está refletido no nome da revista, o qual busca indicar a articulação entre língua (e a literatura por ela materializada) e ensino tecnológico.

Atualmente, a LínguaTec também aceita trabalhos que versem sobre o uso de tecnologias no ensino-aprendizagem de línguas e literaturas, assim como sobre Ensino de Línguas para Fins Específicos, uma vez que ambas as temáticas estão também estreitamente relacionadas ao ensino técnico-científico e profissionalizante.

Os manuscritos são divididos em três seções: (i) artigos acadêmicos; (ii) narrativas de ensino; e (iii) relatos de experiências. Desse modo, cada número da revista é composto por trabalhos cujas bases se encontram no âmbito da pesquisa, do ensino e da extensão. 

A periodicidade é semestral (janeiro-junho e julho-dezembro) e as publicações são feitas nos dias 20 de junho e 20 de novembro de cada ano. O processo completo, desde a submissão do manuscrito no sistema até a publicação na página da revista é em torno de quatro meses (as submissões do primeiro semestre começam em março e as do segundo semestre começam em agosto).

Processo de Avaliação pelos Pares

Os textos submetidos à LínguaTec serão avaliados por membros do Conselho Editorial e por dois pareceristas ad hoc, por meio do sistema de apreciação sigilosa por pares.

Os Editores avaliam as submissões e encaminham as que atendem ao escopo da LÍnguaTec aos membros do Conselho Editorial. É responsabilidade do Conselho Editorial encaminhar os manuscritos aos pareceristas ad hoc. Dá-se preferência a avaliadores externos à instituição.

Os pareceristas seguem os critérios estabelecidos nas Diretrizes para Autores. Eles podem indicar o aceite do texto para publicação, o aceite com ressalvas e a recusa de publicação. Em caso de aceite com ressalvas, a publicação estará condicionada à alteração do texto, atendendo aos comentários dos avaliadores. O aceite com ressalvas dará, no máximo, uma oportunidade de o autor modificar o texto para que este chegue à condição de aceite.

Quando um texto obtém dois pareceres divergentes, o manuscrito é submetido a um terceiro parecerista, para que se possa tomar uma decisão por maioria de votos.

Independentemente do parecer, o Conselho Editorial enviará ao autor um posicionamento sobre a avaliação do texto submetido.

Periodicidade

A LínguaTec possui periodicidade semestral. Os números são publicados nos meses de junho e dezembro.

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.