Projeto Oficinas de Instrumentos Musicais do IFRS - Campus Osório

  • Diogo Mohr Oliveira Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Osório
  • João Miguel Erig Bohn Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Osório
  • Larissa Dalla Corte Euzebio Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Osório
  • Vitória da Silva Rosa Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Osório
  • Cindy da Cunha Klein Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Osório
  • Agnes Schmeling Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Osório
  • Juan Pablo Vieira Duarte Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Osório
Palavras-chave: Musicalização, Aprendizagem, Educação Musical, Integração

Resumo

Oficinas de Instrumentos Musicais é um projeto vinculado ao Programa de Extensão Música no IFRS - campus Osório. O Projeto é desenvolvido em forma de aulas semanais visando a musicalização e a aprendizagem de um instrumento musical (flauta doce, violão e ou teclado). As oficinas de instrumentos musicais estão abertas para a comunidade interna e externa do campus e são direcionadas a jovens a partir dos 14 anos de idade. Além das aulas de instrumentos musicais, o projeto também desenvolve uma oficina de musicalização na ONG Catavento/Osório. As oficinas do projeto são ministradas pelos bolsistas do Programa de Música, que já trazem conhecimentos musicais prévios no referido instrumento e pela professora de música. As aulas de instrumentos musicais ocorrem no espaço do campus Osório, em horários diversos, e as atividades de musicalização ocorrem uma vez por semana, nas segundas-feiras, das 14h às 17h, na sede da ONG Catavento. São as oficinas de instrumento: 1) violão - tem como principal objetivo a aprendizagem do violão, desenvolver habilidades como percepção, dinâmica e o trabalho em equipe, de estimular a dedicação e a organização de um estudo sistematizado no instrumento referido. As oficinas de violão acontecem todas as quartas das 9h30min as 11h15min, sendo que os alunos são divididos em diferentes turmas, organizadas de acordo com os conhecimentos e experiências musicais do aluno (iniciantes, intermediários e avançados). Os conteúdos técnico-musicais desenvolvidos são: noções básicas de teoria músical, formação de acordes, harmonia tonal, escala maior e menor natural, escalas pentatônicas, técnicas básicas de violão, além do desenvolvimento de repertório; 2) Flauta doce - Tem como objetivos motivar os interessados a aprender sistematicamente a tocar um instrumento musical, a ter acesso a linguagem e a teoria musical, a valorizar o instrumento e a promover a iniciação do aluno ao estudo da flauta doce. O material didática das aulas está embasado principalmente no método intitulado “Sonoridades Brasileiras”, de Renate e Anete Weiland e de Angela Sasse, mas também utiliza-se de músicas diversas; 3) Teclado – Ministradas por um bolsista, as aulas de teclado visam ofertar o aprendizado do instrumento de forma sequencial, do nível iniciante ao intermediário. Atualmente, por problemas com quantitativo de instrumentos, as aulas são ofertadas para apenas 7 alunos. 4) Musicalização na ONG Catavento – dirigido a crianças e jovens de 8 a 15 anos de idade. Por meio de jogos e atividades musicais, de interação e criação e do contato com os instrumentos violão e flauta, os participantes interagem com a música. Estando o IFRS envolvido com ensino, extensão e pesquisa, tem-se como meta o atendimento de diversas demandas dos alunos e da comunidade, tornando a escola um espaço de desejo do aluno. Desta forma, a implementação de atividades que atendam a demanda dos nossos alunos e da comunidade torna este projeto de grande importância para a comunidade.
Publicado
2015-11-30