CineArte: cinema e literatura no espaço escolar

  • Anna Letícia de Cesero Corá Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Farroupilha
  • Cinara Fontana Triches Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Farroupilha
Palavras-chave: Leitura Literária, Curta-metragem, Mediação Em Leitura, Formação Humana

Resumo

O projeto CineArte consiste na adaptação de contos literários para a linguagem cinematográfica e é desenvolvido no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul – Campus Farroupilha como uma atividade curricular e extracurricular, realizada com os alunos do 3º ano do Curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio nas disciplinas de Literatura, Língua Portuguesa e Filosofia. O projeto surgiu devido ao interesse dos alunos em relação ao cinema, com o objetivo de utilizar tal meio para incentivar hábitos de leitura literária e desenvolver a criticidade dos alunos, bem como sua escrita, além de promover a integração e o trabalho em equipe. O CineArte divide-se em edições anuais, cada qual com uma temática, e segue uma sequência de etapas, através das quais os alunos realizam a transposição da literatura para o cinema. A partir do tema, a primeira etapa consiste na escolha de contos, realizada por professores e bolsista. Após a participação em oficinas sobre as atribuições dos membros de uma equipe de produção audiovisual, os alunos definem qual função desejam desempenhar e, a partir disso, formam-se grupos. Na sequência, os alunos leem e analisam os contos, para definir qual será trabalhado pelo grupo. Realizam, então, a adaptação para o roteiro cinematográfico, criam o storyboard das cenas e iniciam as gravações, para as quais ocorrem oficinas de atuação. Por fim, o curta-metragem é editado e exibido no Sarau do Campus, evento realizado ao final de cada ano. Em sua primeira edição, em 2013, o tema do projeto foi a interpretação do elemento insólito, presente em situações que fogem à realidade cotidiana, mas que, dentro da narrativa, são incorporados pelas personagens de forma natural, causando estranhamento e dúvida no leitor. No ano seguinte, o foco foi o autor Murilo Rubião, também com a interpretação do insólito na narrativa. Em sua atual edição, o projeto tem como tema o amor e as diferentes faces desse sentimento. Os alunos já realizaram a leitura e a análise de contos que abordam o tema, construindo sua interpretação sobre a representação do amor nas obras, e estão elaborando o roteiro. Ao final do ano, a concepção e metodologia utilizadas serão repassadas aos professores da rede municipal, a fim de difundir e possibilitar a adaptação da ação junto à comunidade externa. Além disso, os curtas-metragens serão exibidos em diversos espaços culturais do município. Com base nas experiências passadas, foram percebidos melhoramentos como a produção do roteiro seguindo o padrão cinematográfico, a concepção de arte e a caracterização de personagens e cenários. Assim, o CineArte cumpre com os objetivos de estimular o trabalho em equipe e a expressão criativa, aprimorando a capacidade crítica dos alunos e, em especial, suas  habilidades de leitura e escrita, o que ratifica a importância de o projeto ser difundido para sua adaptação pelos docentes de escolas da rede municipal.
Publicado
2015-11-30