Comparação da capacidade de absorção de lipídeos por comprimidos de quitosana e por fibras vegetais

Eliane Dalongaro Pires, Karina Brizotto, Franciéle Francescatto, Eduardo de Oliveira da Silva

Resumo


Neste trabalho estudou-se a capacidade de absorção de lipídeos por comprimidos de quitosana e fibras vegetais. Foi feito um levantamento bibliográfico sobre as propriedades de gorduras e um estudo experimental de sua capacidade de absorção por quitosana e fibras através de misturas com posterior pesagem. A quitosana é um polímero constituído de unidades repetidas de glicosamina, que pode ser obtido pela desacetilação da quitosana, que é encontrada naturalmente nas paredes celulares de fungos e forma a maior proporção dos exoesqueletos de insetos e crustáceos. Há relatos de que fibras vegetais como a pectina apresentam capacidade semelhante. As gorduras são compostos apolares de origem animal e vegetal muito presentes em nossa alimentação. Gordura saturada: é constituída por triglicérides, e contém ácidos graxos saturados, onde seus átomos de carbonos se ligam ao maior número de átomos de hidrogênio. Gordura insaturada: é uma gordura na qual uma ou mais ligações duplas estão presentes na cadeia do ácido graxo. Assim pretende-se esclarecer a eficácia de diversos métodos de emagrecimento por comprimidos de fibras, e também seu risco a alimentação pela absorção e eliminação de gorduras saudáveis. Como conclusão, este trabalho chama a atenção para o fato de que estes comprimidos podem absorver tanto gorduras saturadas quanto insaturadas, o que prejudicaria a assimilação pelo organismo tanto de gorduras de cadeia média, como o óleo de coco, quanto das gorduras saudáveis como ômega-3. O uso deste tipo de medicamento deve ser controlado e acompanhado por um especialista, para não trazer mais danos que benefícios.

 


Palavras-chave


Lipídios; Quitosana; Fibras

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.