A influência da religião na sociedade atual

  • Andriele Siqueira de Moraes
  • Luana Martins Rangel
  • Eduardo Fritsch
Palavras-chave: Religião, Influência, Cotidiano

Resumo

Desde os primórdios da humanidade, a religião sempre foi algo muito presente e ativo na vida das pessoas que buscam respostas ou auxílio por meio da fé. Ao longo dos anos, a religião cresceu, e continua crescendo muito. Entretanto, há diversas e diferentes opiniões sobre essas variadas doutrinas. Com interesse nessas opiniões diferenciadas, foi realizado um questionário de 9 perguntas, para pessoas de todas as idades e sexos, com o objetivo de saber o ponto de vista das mesmas, sobre a influência da religião na sociedade moderna. Na análise dos resultados, percebeu-se que das 93,4% pessoas que acreditam em Deus, 63,1% costumam frequentar a Igreja com regularidade, o que não foi algo surpreendente, já que o Brasil é o maior país com número de cristãos do mundo. Os outros 6,6% que não acreditam em Deus, quase que obviamente, não frequentam a Igreja, mas destes, 1 pessoa possui religião pela influência de seus familiares. Com relação às teorias sobre o surgimento do universo, constatou-se que 65,6% das pessoas acreditam na teoria do Criacionismo, e que as outras 34,4%, acreditam na teoria do Big Bang, sendo que destas, 27,8% acreditam em Deus. Diante de tal análise, vemos claramente quão religiosa ainda é nossa a sociedade, sendo pela influência da mídia ou família, ou por conhecer e ter fé nesses princípios. Porém, observa-se também os traços da modernidade do século XXI nas opiniões dadas pelos indivíduos, que podem tanto crer em Deus, como podem acreditar na sabedoria da ciência. Isso realmente não importa, o que se deve levar em consideração é que aja paz no mundo, seja qual for sua crença.
Publicado
2018-05-18
Edição
Seção
Ciências Humanas - Ensino Médio