Análise do uso de equipamentos de segurança por um grupo de risco da cidade de Caxias do Sul

  • Aline Rodrigues da Silva
  • Andreza de Almeida Pereira
  • Alisson Rodrigues da Silva
  • Eduardo Fritsch
  • Angélica Ferari Rodrigues
Palavras-chave: Câncer, Prevenção, Radiação

Resumo

Visto que o câncer de pele é uma das patologias de etiologia multifatorial de maior ocorrência no mundo por fatores ambientais e de estilo de vida, as formas de proteção devem ser estimuladas. Em Caxias do sul estudou-se um grupo de risco que compõe a empresa responsável pela limpeza da cidade, em especial os que trabalham expostos a radiação solar. Por ser indispensável o uso de equipamentos de proteção, questionários foram aplicados a 50 indivíduos que trabalham nessas condições, com o objetivo de saber as horas de exposição, histórico familiar de câncer, conhecimento da importância da prevenção e se fazem uso dos equipamentos disponibilizados pela empresa. Na análise dos dados, em comparações feitas notou-se que poucas pessoas são as que já apresentaram familiar com câncer, no entanto a metade destas assume não fazer o uso preventivo, o que mostra sua inconsciência dos riscos da exposição sem proteção. Num contexto geral 72% das pessoas usam os equipamentos de prevenção, representando um total de 36 do número de entrevistados, estes usam camisetas de manga comprida, boné, protetor solar e luvas. Os achados permitem a caracterização da população estudada, identificada como de risco para o câncer de pele, propiciando a profilaxia através de ações em saúde, visando à sensibilização dos mesmos para com as medidas preventivas que podem ser adotadas.

Publicado
2018-05-18
Edição
Seção
Ciências da Saúde - Ensino Médio