A Utilização do Luminol em Investigações Forenses

  • Laura Webber Alves
  • Eduardo Fritsch
  • Francine Lovatto
Palavras-chave: Química forense, Quimiluminescência, Luminol

Resumo

Durante uma investigação, sempre surgem impasses que acabam por atrasar todo o desenvolvimento do processo criminal, tais como a identificação do sangue presente na cena do crime. A  utilização do luminol é um meio seguro e eficaz que vem auxiliando peritos forenses em  investigações criminais, proporcionando uma  solução para o impasse. Com base nesta informação, realizou-se uma pesquisa envolvendo 25 universitários do curso de Engenharia Química da Universidade de Caxias do Sul. Aplicou-se um questionário contendo 9 perguntas de múltipla escolha, cujo objetivo era identificar os conhecimentos desses alunos a respeito do luminol. Na análise dos resultados, explicitou-se que 47% dos universitários que já ouviram falar sobre o luminol, não sabiam como este reagia. Todavia, 76% dos universitários que já ouviram falar sobre ele, demonstraram  ter conhecimento sobre as substâncias utilizadas para que a reação ocorra. Em relação à Química Forense, 64% dos universitários afirmam ter interesse em seguir uma carreira profissional na área, mesmo não existindo uma cadeira sobre o assunto na universidade em que estão matriculados. Na pesquisa, 95% dos universitários alegam conhecer o reagente, mas negam que ele tenha sido abordado em alguma aula, esclarecendo que obtiveram o conhecimento através de outros mecanismos de pesquisa como a internet. Através dessa pesquisa, percebeu-se que grande parte dos universitários mostraram conhecer o reagente, resultado que pode vir a contribuir para aumento do índice de utilização e acessibilidade ao produto no Brasil. Espera-se que a pesquisa seja útil e contribua para o avanço dos estudos nessa área e fomente a criação de uma cadeira de Química Forense nas universidades da cidade.

Publicado
2018-05-18
Edição
Seção
Ciências Exatas e da Terra - Ensino Médio